Foi a educação, em concreto o arranque de mais um ano letivo, que dominou a discussão na última sessão da Assembleia Municipal de Oliveira do Bairro, que começou na passada sexta-feira e que obrigou a segunda chamada, no início da semana.

À oposição  não faltaram argumentos para criticar o arranque de mais um ano letivo, com os transportes e a Extensão Frei Gil eleitos como preferenciais para apontar o dedo à gestão da Câmara. A maioria  que gere a autarquia fala de normalidade e acusa a oposição de inconsistência nos ataques.

A Extensão Frei Gil da Escola Acácio Azevedo,  em Bustos, foi mote para troca acesa de palavras entre poder e oposição, a começar pela questão da remoção das letras ‘IPSB – Colégio de Frei Gil’, na fachada do edifício, para a colocação de uma tarja com a nova denominação da escola.

As questões sobre educação estiveram, igualmente, em foco na última sessão da Reunião de Câmara, na passada quinta-feira.

Mais desenvolvimentos na edição desta semana do Jornal da Bairrada.