A Câmara Municipal de Cantanhede subscreveu o protocolo “Municípios Solidários com Vítimas de Violência Doméstica”. O acordo foi assinado no dia 5 de fevereiro, pelo vice-presidente da Câmara Municipal, Pedro Cardoso, pela presidente da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), Teresa Fragoso, e pelo presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses, Manuel Machado, no decurso de uma cerimónia realizada na sede desta Associação, em Coimbra, com a presença da Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro, que homologou o protocolo.
O referido documento prevê garantir “o reforço de medidas de ação positiva no acesso à habitação das vítimas de violência doméstica”.
Aquando da assinatura do protocolo, Pedro Cardoso realçou que “as estatísticas oficiais e os números divulgados de vítimas de violência doméstica são alarmantes, e constituem uma vergonha nacional. Por isso exige-se medidas concretas, aos mais diversos níveis, de prevenção e combate a todo o tipo de violência. Temos o dever de combater, por todos os meios ao nosso alcance, este mal social muito preocupante, pois estamos perante uma violação dos direitos humanos, com a qual não podemos ficar indiferentes”.

 

Ler mais na edição impressa ou digital