A GNR, através do Posto Territorial de Águeda, identificou no passado dia 27, um homem, de 64 anos, por posse e exposição para venda ao público de 328 artigos contrafeitos, em Aguada de Cima (Águeda), anunciaram as autoridades esta terça-feira.

No decorrer de uma ação de patrulhamento, a GNR verificou que o indivíduo possuía uma pequena bancada nas festividades, onde vendia os artigos contrafeitos. Esta ação culminou na apreensão de artigos têxteis e calçado de diversas marcas e modelos.

O indivíduo foi identificado por incumprimento dos Direitos de Autor e Direitos Conexos e da Propriedade Industrial, o uso ilegal de marca e a venda de artigos contrafeitos, ficou sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.

Os factos foram participados ao Tribunal Judicial de Águeda.