O vento forte e o aumento previsto da temperatura do ar levaram a Proteção Civil a emitir um aviso sobre o risco de incêndio a partir desta terça-feira, tendo por base a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Na temperatura, espera-se a subida gradual dos valores da máxima, sendo o dia 31 julho (quarta-feira) o que será previsivelmente mais quente, podendo ser atingidos valores de 40º C no interior do Alentejo.

Quanto ao vento, prevê-se que seja do quadrante norte/noroeste, com rotação temporária para nordeste no interior Norte e Centro hoje e amanhã, soprando com uma intensidade forte, de forma constante, nas próximas 48 horas. Poderão ocorrer rajadas até 75 km/h no Algarve e até 65 km/h no litoral oeste, incluindo no período noturno. 

Destaca-se o dia 30 de julho (terça-feira) como sendo previsivelmente o mais crítico em termos da intensidade do vento (durante o dia todo), em particular o distrito de Faro e as regiões Centro e Sul, podendo ocorrer rajadas até 70 km/h (principalmente nos distritos de Lisboa e Leiria);

Em função destas previsões, a Autoridade Nacional da Emergência e Proteção Civil, informa do aumento dos índices de risco de incêndio durante o dia de hoje, terça-feira, em especial no interior Norte e Centro e na região do Algarve. Por tal, recomenda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente através da adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, na utilização do fogo em espaços rurais, observando as restrições em vigor e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias.