A Socértima Construções reuniu no passado sábado, dia 26, mais de uma centena de convidados (colaboradores, parceiros de negócio e amigos) no almoço que assinalou o 35.º aniversário da empresa.
O evento teve lugar na Nova Casa dos Leitões, no Peneireiro (Anadia) e contou com a presença de vários autarcas da região, entre os quais Ribau Esteves, presidente da Câmara Municipal de Aveiro, António Miguel Borges, presidente da Câmara Municipal do Sardoal e representantes das autarquias de Anadia, Oliveira do Bairro e Cantanhede.
 
Data marcante
Com sede em Anadia, a Socértima é uma empresa de referência no concelho. O seu gerente, Elídio Alferes, avança que estes 35 anos são efetivamente “uma data marcante, porque ao longo destes anos houve imensas mudanças e evoluções” que obrigaram a empresa  “a acompanhar a evolução” dos tempos e do setor. Por isso, sublinha ser “um orgulho para a Socértima e seus colaboradores poder juntar nesta comemoração entidades, políticos, clientes, fornecedores e amigos”, num claro sinal de confiança, respeito e amizade.
E, porque o setor da construção está em constante evolução, o empresário anadiense reconhece que nestas três décadas e meia de vida, muita coisa mudou, sobretudo “ao nível das novas tecnologias e das exigências do mercado”, sendo cada vez mais, quer a nível técnico, quer profissional. Ao JB confessa que deseja comemorar o 40.º aniversário da Socértima com a mesma confiança e determinação.
A afirmação e consolidação foi feita a pulso, “com muitos altos e baixos”, mas a verdade é que a Socértima é, hoje, conhecida pelo rigor, competência e credibilidade. Uma marca que se afirmou num trajeto que o empresário reconhece ter sido “muito difícil” e que, face à conjuntura atual, obrigou a construtora a adaptar-se, “aplicando uma gestão rigorosa e criteriosa”.
 
Orgulho
Olhando para a última década e instado a revelar como se atravessam sucessivos anos de crise no setor da construção mantendo-se num mercado cada vez mais competitivo e cheio de desafios, mas com a solidez desejável, Elídio Alferes defende que tal só foi possível “graças ao profissionalismo, dedicação, desempenho e seriedade”, revelando que hoje, tal como no passado e no futuro, as principais prioridades passam por “manter a mesma qualidade e rigor para poder enfrentar os desafios” que se vão apresentando pela frente.
Com 35 colaboradores, a Socértima tanto trabalha na construção de obras públicas como na construção de obras privadas. Instado a falar das obras mais marcantes, o empresário reconheceu sentir alguma dificuldade já que “são imensas as obras realizadas pela Socértima e todas elas marcantes, com história”, e que são “um grande orgulho”.
Com forte implantação durante muitos anos na região de Aveiro, no presente a Socértima tem obras feitas e em curso nos distritos de Aveiro, Coimbra, Leiria e Santarém.