Foto: José Moura

Ainda não há sinais do paradeiro do camionista que está desaparecido desde a madrugada de quinta-feira, no Carqueijo (Mealhada). A Polícia Judiciária, GNR e Bombeiros da Pampilhosa continuam no terreno à procura de pistas que possam levar a informações sobre o seu paradeiro, confirmou ao JB, Cláudio Lopes, comandante do Destacamento Territorial de Anadia da GNR.

O camionista, com 61 anos de idade e natural de Santa Maria das Lamas (Santa Maria da Feira), está desaparecido, provavelmente desde a madrugada de quinta-feira, embora só às 11h tivesse sido dado o alerta para as autoridades.

Terá sido a família a dar o alerta uma vez que não conseguiu o contacto com o desparecido. O camião que conduzia estava estacionado na berma norte-sul do IC2, na zona de Carqueijo.

Segundo apurámos, o tacógrafo do veículo indicava que o mesmo estava imobilizado desde as 4h45, não se sabendo mais nada sobre o que terá acontecido e a localização do camionista.

As autoridades acionaram as buscas de imediato. “Batemos toda aquela zona nas imediações até ao final da tarde e voltámos depois hoje [sexta-feira], disse ao JB Cláudio Lopes, avançando que toda a gente no terreno está “a fazer todas as diligências necessárias” para encontrar pistas que possam levar a alguma informação sobre o desaparecimento.

As buscas continuavam por volta das 15h, envolvendo os bombeiros, a PJ e militares do Destacamento Territorial da GNR de Anadia.