Ter montanha e mar a uma curta distância é um dos fortes argumentos de atração do distrito de Aveiro. O melhor destes dois mundos de tão peculiar geografia é tudo aquilo que se pode fazer, transversalmente, neste pedaço de território.

Podemos começar por uma fotografia sob os emblemáticos guarda-chuvas de Águeda, depois de percorrer um trilho único pela zona serrana ou pela cidade. Fechamos os olhos para sentir todo o sabor de um pastel de Águeda… e quando os reabrimos sentimos um sabor mais intenso a ovos moles, sentados num passeio de moliceiro pela ria ou pelos maravilhosos canais urbanos.

Aquele doce fez-nos ganhar energia para percorrer meia dúzia de quilómetros nos famosos passadiços de Aveiro, que ria adentro nos mostram a fauna e flora tão caraterística da região. Ninguém nos para. Todas estas experiências levam-nos a querer mais, ir mais longe. E vamos, serra acima, na esperança de um jantar entre os sabores da lampreia e da vitela de Sever do Vouga, pernoitamos num alojamento de uma das aldeias rurais e sonhamos com as montanhas mágicas e a Cascata da Cabreia, onde será o piquenique do dia seguinte, com mirtilos e laranjas.

Esta semana mostramos os destinos seguros de Águeda, Aveiro e Sever do Vouga. Não perca na edição impressa de quinta-feira ou leia já aqui.