Os constrangimentos provocados pela pandemia e uma médica de baixa não permitiram, ainda, a reabertura de todas as unidades de saúde no concelho de Oliveira do Bairro. Uma situação que não é exclusiva deste município, mas que se replica em todos os concelhos afetos ao Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Baixo Vouga.

Na última Assembleia de Freguesia da União de Bustos, Troviscal e Mamarrosa, realizada a 26 de junho, João Sousa, em nome da Comissão de Utentes da Saúde do Concelho de Oliveira do Bairro, interpelou o presidente da Junta sobre a reabertura das unidades de saúde na União. João Sousa deu a conhecer a preocupação da dita comissão, face à “idade avançada da maioria dos utentes e a falta de transportes acessíveis.

Segundo explicou a delegada de saúde de Oliveira do Bairro ao JB, as consultas estão neste momento concentradas na sede de cada unidade funcional, neste caso nas unidades de saúde familiar (USF) de Oliveira do Bairro (na foto) e Oiã, para rentabilizar recursos.

A situação deverá ser reavaliada no final de setembro.

Reportagem completa na edição de 23 de julho 2020