Um homem, de 28 anos, e uma mulher, de 22 anos, foram detidos pela Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, por sobre eles recaírem fortes indícios da prática dos crimes de sequestro e de roubo agravado.

A detenção foi realizada fora de flagrante delito, em estreita articulação com a GNR, através do Posto Territorial de Vagos e do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Aveiro.

Os factos ocorreram na manhã do passado dia 10 de agosto, na área do concelho de Ílhavo, mais concretamente na residência de um homem de 91 anos de idade, e dos mesmos resultou a subtração quer de dinheiro quer de um veículo ligeiro, que foi possível recuperar.

Segundo aquela força policial, os dois suspeitos, sem ocupação profissional conhecida, vinham a dedicar-se à prática reiterada de crimes de roubo, incluindo de viaturas pelo método de carjacking, relativamente aos quais também foi possível recolher fortes indícios da sua autoria.

Os detidos foram presentes às autoridades judiciárias competentes, na comarca de Aveiro, para primeiro interrogatório judicial, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.