“A obrigação do Estado é reconhecer a dádiva de sangue, a generosidade, por isso, o Governo vai isentar de taxas moderadoras os dadores de sangue.” A notícia anunciada pelo ministro Adalberto Campos Fernandes foi recebida com agrado pelos profissionais de saúde e pessoas ligadas à dádiva de sangue, que assistiam, no CHUC – Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra ao lançamento da campanha de doação de sangue “Obrigado pelo seu melhor presente”, uma iniciativa da Adasma – Associação de Dadores de Sangue da Mamarrosa.
O ministro da Saúde visitou, na sexta-feira, dia 18 de dezembro, o CHUC, e nesta conferência de imprensa, esclareceu que a reposição da isenção de taxas moderadoras visa reparar “algo que foi muito mal feito”. Os dadores passam assim a estar isentos “não apenas para cuidados de saúde primários [centros de saúde e unidades de saúde familiar], que já existe, mas também para cuidados de saúde hospitalares”.
A campanha “Obrigado pelo seu melhor presente ao CHUC: uma dádiva de sangue” foi realizada no âmbito de uma parceria entre o CHUC, a Adasma e a empresa RealBase.
O spot publicitário, que vai começar a ser visto na RTP, inicia com a mensagem: “Todos os dias é necessário, há quem não possa esperar” e vai no sentido de sensibilizar os cidadãos para doarem sangue, de forma a que os hospitais tenham sempre reservas.

Leia a reportagem completa na edição de 23 de dezembro de 2015 do JB