Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Anadia

Anadia: Autarquia cria programa de apoio à cultura

O “Programa de Apoio Municipal ao Desenvolvimento Cultural” (PAMDC), documento que visa orientar a concessão dos apoios concedidos pelo município às entidades que desenvolvem atividade de natureza cultural, foi aprovado pela Câmara Municipal de Anadia, no passado dia 12 de março.
Na linha do que já havia acontecido em matéria de apoio à atividade desportiva, com o lançamento, em 2014, do ”Programa de Apoio Municipal ao Desenvolvimento Desportivo”, a autarquia cria agora um documento destinado a apoiar as entidades que promovam atividades de índole cultural.

Critérios e monitorização. No programa são sistematizados procedimentos e é criado um modelo criterioso de concessão de benefícios públicos, com o objetivo de assegurar uma efetiva monitorização da aplicação desses benefícios. Para tal, foram definidas as formas da sua concretização, fixados os critérios de seleção das ações ou projetos a apoiar, estabelecidos os métodos de avaliação dos apoios concedidos, e garantido o cumprimento dos direitos e das obrigações das partes.
Em matéria de apoio ao desenvolvimento cultural, o PAMDC vem juntar-se ao “Programa de Apoio a Projetos do Associativismo Cultural no Município de Anadia”, delineado para o apoio às associações locais na conceção e concretização de projetos que vão de encontro às grandes temáticas que, anualmente, a autarquia define em sede de Orçamento Municipal, e que, em 2015, são “Anadia, Capital do Espumante”, “Anadia na História e no Mundo” e “Centenário da Primeira Guerra Mundial”.

Importância das associações. Estes programas decorrem do reconhecimento por parte da autarquia de que as associações culturais são entidades que contribuem para o desenvolvimento local, dado o seu papel de promoção do conhecimento e de divulgação e preservação do património cultural, material e imaterial. Integram o projeto “Sentir Anadia”, uma estratégia de âmbito mais vasto e abrangente, delineada pela autarquia.
O PAMDC pode ser consultado no site do Município de Anadia (www.cm-anadia.pt), na página do projeto Sentir Anadia.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Projeto AIDCI da Misericórdia de Anadia esclarece cuidadores

Projeto AIDCI da Misericórdia de Anadia esclarece cuidadores

No passado dia 2 de março, deu-se início ao último de cinco grupos psicoeducativos para cuidadores de idosos com demência.
Esta iniciativa é dinamizada pelo Projeto de Atividades de Intervenção em Doentes Crónicos Idosos (AIDCI), promovido pela Santa Casa da Misericórdia de Anadia.

Apoio aos cuidadores. Esta intervenção específica pretende dar resposta a uma necessidade premente da sociedade em geral, e da comunidade de Anadia em particular, dado o aumento da esperança média de vida da população e, por consequência, o aumento do número de casos de demência. Assim sendo, há um número bastante elevado de cuidadores na comunidade, os quais apresentam carências que esta tem de colmatar, a fim de proporcionar o suporte técnico, social e emocional necessário para que estes se possam preparar convenientemente para a tarefa de cuidar de um idoso com demência.
A sessão inaugural do programa decorreu no Complexo Social Seabra de Castro e contou com uma afluência elevada, uma vez que se inscreveram cerca de 17 pessoas/cuidadores de idosos. Neste sentido, a Santa Casa afirma desde já que esta iniciativa é um sucesso.

Pertinência dos temas. Durante as sessões serão abordadas temáticas importantes para estas pessoas, como por exemplo: Papel do Cuidador na Síndrome Demencial; Cuidados gerais aos idosos; Saúde física e mental do cuidador; Aprendizagem de técnicas para lidar com a sobrecarga e o stress; Posicionamentos e transferências; Prevenção de lesões de esforço repetitivo, entre outras. Da mesma forma, estas sessões contarão com espaços em que as pessoas poderão interagir entre si e colocar as suas dúvidas sobre estes temas e outros que considerem pertinentes, junto de uma equipa técnica de profissionais especializados no cuidado ao idoso demenciado.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Anadia: PCP elege nova  Comissão Concelhia

Anadia: PCP elege nova Comissão Concelhia

Realizou-se no passado dia 20 de março, na Junta de Freguesia do Sangalhos, sob o lema “Em Anadia e no país. Em luta pelos valores de Abril!”, a 3.ª Assembleia da Organização Concelhia de Anadia do PCP, na qual estiveram presentes delegados e convidados, durante a qual foi eleita, por unanimidade, a nova Comissão Concelhia, cuja composição foi aumentada para 12 membros, visando a maior operacionalidade deste órgão, num processo amplamente discutido e que conduziu à renovação de parte significativa da composição anterior.
A assembleia ficou marcada por um clima de grande confiança e pela necessidade de romper com décadas de política de direita.
A Resolução Política aprovada, para além da caraterização social e política do Concelho de Anadia e da análise à atividade do Partido desde a última Assembleia, traçou as principais linhas de atuação do PCP para os próximos quatro anos, que passam pelo recrutamento de mais militantes e pelo reforço da organização.
Nesta assembleia, os militantes do PCP e outros amigos reafirmaram o compromisso de continuar a luta contra a destruição dos serviços públicos no concelho (particularmente a educação e a saúde), contra os ataques aos direitos dos trabalhadores e pensionistas, por um concelho de prosperidade e justiça social, num país soberano e desenvolvido.
Os trabalhos foram encerrados com a intervenção do camarada Tiago Vieira, que abordou as principais questões da atual situação política e social, tendo salientado a importância do reforço da organização do PCP, o fortalecimento dos seus organismos de direção e o reforço da militância. Tiago Vieira apelou ainda aos militantes e ativistas do PCP e da CDU para continuarem o trabalho de ligação aos trabalhadores e ao povo e de intensificação da luta de massas como forma de derrotar este governo e as políticas de direita, abrindo caminho para a construção de uma alternativa assente numa política patriótica e de esquerda, frisando que Portugal tem alternativa a um futuro conduzido e amarrado aos ditames do poder económico e financeiro do grande capital.

Comissão Concelhia: António Carlos Costa, Avelãs de Caminho; António Rodrigues Vieira, Arcos; Cidália Pereira, Vila Nova de Monsarros; Francisco Ferreira Amado, Arcos; João Flores, Arcos; Joaquim Alfredo Mota, Sangalhos; Joaquim Augusto Gaspar, Arcos; José Alfredo Silva, Curia; José Paixão Correia, Mogofores; Rui Manuel Bastos, Arcos; Sandra Catarina Rodrigues, Avelãs de Caminho e Virgílio Ferreira das Neves, Arcos.
Joaquim Gaspar

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Anadia: Assembleia de Alunos muito participada

Anadia: Assembleia de Alunos muito participada

Nove escolas do 1.º ciclo do ensino básico do concelho de Anadia enviaram os seus representantes à reunião da Assembleia dos Alunos, promovida pela Câmara Municipal, no dia 18 de março.
Realizada no Salão Nobre dos Paços do Município, esta assembleia foi dirigida aos alunos das redes pública e privada.
Uma iniciativa que junta os representantes dos estabelecimentos de ensino que, previamente, efetuaram a análise de um dos vários temas propostos pela Câmara Municipal.
Nesta 8.ª edição, foram apresentados e discutidos trabalhos relacionados com as temáticas “Anadia, Capital do Espumante”, “Anadia na História e no Mundo”, e “Centenário da Primeira Guerra Mundial”, destacadas pela autarquia no seu plano de ação cultural para 2015.
Depois de uma manhã passada na Biblioteca Municipal de Anadia e do almoço no Centro Escolar de Arcos, os representantes das escolas foram recebidos nos Paços do Município.
A reunião da assembleia teve início com a apresentação do trabalho do Centro Escolar de Arcos, dedicado a Anadia, seguindo-se as EB 1 da Poutena e da Moita, que abordaram a “I Guerra Mundial”. O Centro Escolar de Sangalhos deu a conhecer as “Caves Aliança – 80 anos de história”, enquanto a EB1 de Vilarinho Bairro destinou o seu tempo à “Bairrada, uma história conturbada”.
O tema do espumante regressou à sessão com os contributos da EB 1 de Tamengos, do Centro Escolar de Avelãs de Cima /Avelãs de Caminho e da EB 1 do Chãozinho, que apresentaram, respetivamente, “O espumante visto pelas crianças”, “Anadia, Capital do Espumante” e “Espumante – Adega do Eng.º Luís Pato”.
O espumante, ex-libris de Anadia, foi também o tema escolhido pelo Colégio de Nossa Senhora da Assunção, a quem coube encerrar as apresentações.
Posteriormente, tomaram assento na mesa a presidente da Câmara Municipal de Anadia, Maria Teresa Cardoso, e os representantes do Agrupamento de Escolas de Anadia e do Colégio de Nossa Senhora da Assunção, Jorge Humberto e Idalina Faneca, que se dirigiram aos alunos e docentes, agradecendo e enaltecendo o trabalho desenvolvido nas escolas e os resultados partilhados na assembleia.
No final, tempo ainda para a entrega de lembranças e certificados aos representantes das escolas participantes, e a oportunidade para apreciar os trabalhos do “Concurso Escolar José Luciano de Castro”, em exposição no hall do piso superior dos Paços do Município.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada0 Comentários

ANADIA: Câmara leva 800 crianças ao teatro

A Câmara Municipal de Anadia vai assinalar o Dia Mundial do Teatro e levará cerca de 800 crianças a conhecer “O Senhor Empreendedorismo”, que, no dia 27 de março, se apresenta no Pavilhão dos Desportos de Anadia, a partir das 14h.
Nesta peça, o Senhor Empreendedorismo conversa com a Maria Menina e expõe alguns argumentos e explicações que a poderão ajudar a desenvolver as suas competências empreendedoras. A peça tem por base o livro, com o mesmo título, de Narciso Moreira, ilustrado por Ana Sofia Leite e prefaciado por António Câmara.
No âmbito desta apresentação teatral, serão entregues à biblioteca municipal e a cada instituição social e biblioteca escolar um exemplar da obra, permitindo-lhes, assim, continuar a abordar esta temática noutros contextos.
Nesta ação, prevista no plano de ação da Rede Social de Anadia para 2015, a autarquia conta com a colaboração do Centro Social Maria Auxiliadora de Mogofores e do Centro Social, Cultural e Recreativo de Avelãs de Cima, elementos do Núcleo Dinamizador daquela rede. A atividade dirige-se a crianças que frequentam as instituições sociais do concelho.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Trabalho multimédia vale primeiro prémio  à turma de Artes da Secundária de Anadia

Trabalho multimédia vale primeiro prémio à turma de Artes da Secundária de Anadia

 

A Turma do 12.º C (Artes), da Escola Secundária de Anadia, foi a grande vencedora do concurso escolar José Luciano de Castro, promovido pela Câmara Municipal de Anadia.
A turma concorreu na secção de Artes Visuais com um inédito e arrojado trabalho multimédia, “José Luciano de Castro – QR Codes espalhados por Anadia”, arrecadando, sem dificuldade, o primeiro lugar.
A entrega de prémios teve lugar no passado dia 18, no salão nobre dos Paços do Concelho.
Nesta que foi a primeira edição do concurso, foram ainda distinguidas no 3.º CEB, na Secção de Escultura e Pintura, três alunas do Colégio Nossa Senhora da Assunção – Famalicão. Foram elas: Maria Matilde Dias Dinis, 8.º A, com o pseudónimo “Minnie”, Catarina Fernandes Lourenço, do 9.º B, com o pseudónimo “Safira” e Maria José Trindade Figueiredo Torres, 8.º C, com o pseudónimo “Laura.”
No total, apresentaram-se a concurso 21 trabalhos de alunos do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário dos estabelecimentos de ensino do concelho de Anadia. Mas não tendo sido submetidos a concurso quaisquer trabalhos nas secções de artes performativas e produções literárias, a disputa acabou por se centrar na área da escultura e pintura e no domínio das artes visuais.
Os trabalhos poderiam ter um caráter individual ou coletivo, e seriam atribuídos três prémios de 100 euros aos três melhores trabalhos apresentados em cada secção e por categoria.

Viajem no tempo. Na ocasião, o diretor de turma, professor Artur Costa, da Escola Secundária de Anadia referiu-se ao trabalho elaborado pela turma de Artes, que concorreu na categoria de Artes Visuais (produção multimédia). Trata-se de um projeto online, ou seja, todo o material gerado encontra-se disponível na internet, apenas sendo possível visualizá-lo com recurso a algum dispositivo eletrónico com acesso à internet, como um computador, um smartphone ou tablet.
“Os únicos vestígios visíveis do projeto são os pequenos códigos QR espalhados por alguns espaços públicos de Anadia e no espaço do Museu José Luciano de Castro”, explicaria.
Segundo o docente Artur Costa, “o objetivo foi aproveitar a potencialidade da utilização dos códigos QR em prol do Museu José Luciano de Castro, da Santa Casa de Misericórdia de Anadia”.
Para além da produção de audio-guias para que os visitantes do Museu pudessem, ouvindo, ser guiados por uma visita ao Museu (Português/Inglês), foi criado um site de suporte ao projeto, onde foram alojados os audio-guias e disponibilizados textos e informações recolhidas. O trabalho realizado por estes alunos permite ainda que fotografias antigas de Anadia, expostas no Museu José Luciano de Castro, possam ser vistas, utilizando o telemóvel, como são hoje em dias aquelas paisagens, edifícios, praças, etc.
“Uma coisa puxa à outra e , de repente, já estávamos a fazer também o contrário, a colocar códigos QR em certos locais de Anadia, onde o turista, o curioso, pode com o telemóvel viajar no tempo e ver como era aquele espaço antigamente, remetendo-o para a fotografia que se encontra exposta no Museu”.

Fusão de várias disciplinas. Também o docente Jorge Humberto, da direção do Agrupamento de Escolas de Anadia, partilharia o orgulho e satisfação no prémio, destacando a oferta formativa da ESA, na vertente das Artes, salientando que o trabalho vencedor “faz a fusão de várias áreas disciplinares: História, Arte, Multimédia, Turismo, Inglês, Português”. Um projeto que considerou de “excelência” e que ajuda a construir a imagem de marca da própria escola.

Iniciativas bastante profícuas. Na ocasião, a irmã Idalina Faneca, diretora pedagógica do Colégio Nossa Senhora da Assunção, salientaria a importância dos vários concursos promovidos pela Câmara Municipal e dirigidos aos vários estabelecimentos de ensino, felicitando alunos, professores e escolas pelos resultados obtidos.
Na sua opinião, “é através destas áreas que os alunos se desenvolvem imenso e as escolas progridem”, já que são desafios que estimulam alunos a criar.
Também Dário Tavares, diretor pedagógico dos Salesianos de Mogofores, se mostrou bastante satisfeito com os trabalhos e resultado do concurso, porque não só contribui para um maior conhecimento sobre José Luciano de Castro, mas porque também são “iniciativas destas que dão a conhecer as figuras ilustres do concelho”, acreditando que José Luciano de Castro ficaria muito satisfeito e orgulhoso com os trabalhos realizados.

Trabalhos brilhantes. A edil Teresa Cardoso recordou aos alunos, professores e pais presentes na cerimónia que terminava naquele dia o ciclo evocativo que o município de Anadia desenvolveu a propósito do centenário da morte do conselheiro, com o intuito de dar a conhecer a figura de José Luciano de Castro, bem como de estimular a curiosidade em torno da ação do estadista e da época histórica em que viveu (1834-1914).
A edil anadiense referiu-se ainda aos trabalhos apresentados como “brilhantes” e de grande qualidade: “uma agradável surpresa e tarefa árdua para o juri”.
Sublinhando que o concurso, na sua primeira edição, até tinha prémios modestos “face ao talento e qualidade dos trabalhos apresentados”, mostrou-se satisfeita com o enorme talento, empenho e dedicação dos alunos, mas também a dedicação dos professores, que dinamizaram e incentivaram os alunos.
A terminar, deixaria um desafio aos alunos de Artes da ESA. O excelente trabalho realizado poderá valer-lhes um outro desafio, agora feito diretamente pela presidente de Câmara: “talvez vos desafie para um outro trabalho sobre o tema Anadia na Rota do Espumante”, com vista a que seja estabelecida uma rota para este que é um dos produtos mais emblemáticos do concelho.
Os trabalhos em exposição podem ser apreciados na Câmara Municipal até ao próximo dia 27 de março, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 13h e das 14h às 17h30.
Catarina Cerca
catarina@jb.pt

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Vil. Bairro: Simulacro de incêndio na EB 2/3 testa  evacuação e eficácia dos meios de socorro

Vil. Bairro: Simulacro de incêndio na EB 2/3 testa evacuação e eficácia dos meios de socorro

Não se registaram feridos e o incêndio que deflagrou na cozinha da EB 2/3 de Vilarinho do Bairro, no passada dia 18, cerca das 15h, foi rapidamente debelado, ainda que tenha obrigado à evacuação da escola. Tudo não passou de um simulacro, mas de grande utilidade para testar o plano de evacuação daquele estabelecimento de ensino e a eficácia dos meios de socorro.
Realizado no âmbito do projeto “Ser Protegido”, promovido pela UCC Anadia e integrado no Projeto de Educação para a Saúde do Agrupamento de Escolas de Anadia, o simulacro envolveu 250 alunos, 23 professores e 13 funcionários daquela escola, bombeiros da corporação anadiense e GNR de Anadia.
O simulacro encerrou um ciclo de ações de sensibilização realizadas ao longo do ano destinadas aos alunos, encarregados de educação, professores e restante comunidade. Uma iniciativa que no ano passado testou também o plano de evacuação dos Centros Escolares de Arcos e de Paredes do Bairro, pretendendo-se, no próximo ano, abranger outros centros escolares de Anadia.
No final do simulacro, Silvana Marques, coordenadora da Unidade de Cuidados na Comunidade de Anadia, avançou que são iniciativas como esta que ajudam a “desenvolver procedimentos de planeamento, de coordenação e de conduta que melhorem as condições de segurança dos alunos e professores em situação de emergência impostas por evacuação urgente da escola”. Por outro lado, através da mobilização dos meios de socorro, estes simulacros ajudam a avaliar os riscos e a evolução da situação.
Segundo a comandante dos Bombeiros Voluntários, Ana Matias, o tempo de evacuação foi conseguido num tempo razoavelmente bom, havendo necessidade de melhorar os tempos de contagem das pessoas evacuadas. Por isso, em termos gerais, o balanço do simulacro é positivo, até porque as falhas detetadas servem precisamente para aperfeiçoar o trabalho futuro da escola. Estiveram envolvidos o Agrupamentos de Escolas de Anadia, UCC Anadia, Bombeiros Voluntários de Anadia e GNR- Escola Segura.

Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Vilarinho do Bairro0 Comentários

ANADIA: 1.ª revisão do PDM avança para a versão final

A Câmara Municipal de Anadia aprovou, na reunião de 12 de março, mais um documento relativo à 1.ª revisão do seu Plano Diretor Municipal (PDM), desta feita o chamado “Relatório de Ponderação da Discussão Pública”, relativo às reclamações, observações e sugestões apresentadas e às propostas de iniciativa da equipa técnica do plano.
As 22 propostas de decisão favorável (24%) estiveram essencialmente relacionadas com pequenos acertos do perímetro urbano, pedidos de alteração da classificação do solo urbano e do solo rural, e pedidos de reposição do perímetro urbano em vigor.
Já as 59 propostas de decisão desfavoráveis (65%) disseram respeito a pedidos de ampliação do perímetro urbano para inclusão de outro ou outros prédios, incluídos na REN, na RAN, em áreas abrangidas pelas classes de perigosidade de incêndio “alta” e “muito alta”, ou para inclusão de outro ou outros prédios, que tendo estado anteriormente incluídos nos perímetros urbanos constantes da proposta de ordenamento datada de novembro de 2004, em áreas abrangidas pela REN e ou pela RAN, obtiveram respetivamente, por parte da Comissão Nacional da Reserva Ecológica Nacional e da ex-Comissão Regional da Reserva Agrícola da Beira Litoral o parecer desfavorável.
Acrescem ainda os pedidos de viabilização de determinadas utilizações já contempladas, no plano, pelas regras urbanísticas previstas no regulamento para os tipos de espaço em que se localizam os respetivos prédios. Outras dez propostas tiveram decisão favorável parcial ou outra.
O relatório e os documentos que o integram estão já disponíveis na página web do Município de Anadia (www.cm-anadia.pt).

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Anadia: Comércios, serviços e restauração com horário livre

Passaram a ter horário de funcionamento livre, desde o passado dia 1 de março, os estabelecimentos de venda ao público, de prestação de serviços, de restauração ou de bebidas, os estabelecimentos de restauração ou de bebidas com espaços de dança ou salas destinadas a dança, recintos fixos de espetáculos e de divertimento público não artísticos.
Esta é a nova orientação que passou a vigorar a 1 de março por força do novo regime jurídico de acesso ao exercício de atividades de comércio, serviços e restauração (decreto-lei n.º 10/2015, de 16 de janeiro) que visa consolidar num único diploma as regras de acesso e exercício de um amplo conjunto de atividades cuja regulamentação se encontrava dispersa.
O novo regime já entrou em vigor no concelho de Anadia e esteve em análise na última reunião de executivo.
O regime veio liberalizar os horários de funcionamento dos estabelecimentos comerciais (com eliminação da obrigação de comunicação à Câmara Municipal e dispensa do pagamento de taxas) sendo que tal alteração produz efeitos, desde o passado dia 1 de março.
Passam assim a ter horário de funcionamento livre os comércios, serviços e restauração no concelho.
Regras do novo regime. Ainda que as Câmaras Municipais possam, por razões de segurança ou de proteção da qualidade de vida dos cidadãos, restringir os períodos de funcionamento daqueles estabelecimentos, o executivo de Anadia aprovou esta alteração, sem elaborar um regulamento restritivo do direito conferido por Lei, por entender que essa situação só se justifica “quando se verificar qualquer incumprimento por parte dos mesmos, que ponha em causa a segurança e a proteção da qualidade de vida dos cidadãos”.
Todavia os titulares da exploração dos estabelecimentos acima mensionados estão obrigados a afixar o Mapa do Horário de Funcionamento, em local bem visível do exterior do estabelecimento.
Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada0 Comentários

ANADIA: A poesia volta às ruas da cidade

A Câmara Municipal de Anadia vai assinalar o Dia Mundial da Poesia, dia 21 de março, com um vasto programa que pretende homenagear os poetas e os amantes de poesia.
Assim, durante esta semana, a poesia estará em destaque em Anadia, através de um conjunto de ações que tem como principal objetivo homenagear os poetas, divulgar a sua obra e sensibilizar a comunidade para este género literário tão nobre e tão nosso.
Nos dias 20, 21 e 22 de março, serão distribuídos, nos espaços públicos de maior frequência de todas as freguesias do concelho (cafés, bares e pastelarias), excertos de poemas da autoria de poetas e de alunos de Anadia, de forma a divulgar, junto da comunidade, o talento de todos quantos têm na poesia uma paixão.

Poemas em exposição. A partir de dia 21 de março, ficará patente ao público, na Biblioteca Municipal, a mostra dos poemas concorrentes à VII Edição do Concurso de Poesia “Letras da Primavera”. Durante o período de exposição (21 de março a 24 de abril), os poemas serão avaliados e sujeitos a votação pelos utilizadores da Biblioteca Municipal, mediante impresso próprio facultado pelos serviços. Os três poemas mais votados corresponderão, assim, aos três premiados desta edição, cujo tema é “Anadia”.
Considerando o sucesso da iniciativa, a Câmara Municipal irá promover, ainda, na Biblioteca Municipal, no dia 18 de abril, a partir das 15h, o IV Encontro de Poesia de Anadia, que contará com a presença não só de diversos poetas locais, mas também de autores que já tiveram a oportunidade de fazer o lançamento das suas obras poéticas em Anadia.
A tarde começará com a apresentação do mais recente livro publicado por António Vilhena, “Cartas a um amor ausente”, e continuará com a declamação de poemas protagonizada por poetas e por outros admiradores da poesia, já que a participação neste encontro será aberta ao público em geral.

Posted in Anadia0 Comentários

SFImobiliaria

Pergunta da semana

Portugueses praticam cada vez mais exercício ao ar livre. É o seu caso?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com