Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Oliveira do Bairro

Homem que partiu o braço à mãe condenado a 4 anos de prisão efetiva

Um indivíduo, de 39 anos, residente na Giesta, Oiã, que está em prisão preventiva à ordem de um outro processo, foi condenado, na semana passada, no tribunal de Oliveira do Bairro, a quatro anos de prisão efetiva por ter batido na sua própria mãe com um ferro, partindo-lhe um braço e uma perna. João S. foi condenado pela prática de um crime de ofensas à integridade física grave, devido a agressões que fez à própria mãe.
Na pena, o tribunal teve em conta que a ilicitude do ato cometido é muito elevada, já que a vítima, de idade avançada, sofreu graves consequências.
O tribunal deu ainda como provado que, no dia 26 de setembro de 2010, pela 17h, se encetou uma discussão entre o arguido e a mãe. O arguido, munindo-se de um ferro com 1,50 metros, desferiu pancadas no corpo da mãe, designadamente na cabeça. Devido às pancadas desferidas, Maria I. caiu, tendo o arguido continuado a bater-lhe com o ferro no corpo, ao mesmo tempo que dizia que Maria I. ainda “havia de levar mais porque tinham sido poucas”.
Como consequência desta agressão, Maria I. sofreu vários traumatismos e foi operada pelo menos duas vezes. À data de outubro de 2012, Maria I. não conseguia levantar objetos com a mão direita, tendo ficado com diminuição da força nessa mão e evidenciava dificuldade em utilizar os talheres.

Falta de credibilidade. O tribunal considerou que as declarações do arguido “não se revelaram credíveis”, referindo que a única coisa que se recorda desse dia “é da mãe bêbada, alterada e virando-se para o arguido, com uma catana na mão, pelo que ficou em pânico”. “Não se recorda de mais nada, no entanto, sempre indicou o nome dos militares da GNR que se deslocaram ao local, apesar de dizer não os conhecer de outras situações”, referiu a magistrada no decurso da leitura da sentença.
O tribunal considerou ainda que o arguido agiu de forma livre, voluntária, com o propósito concretizado de causar lesões no corpo e saúde da sua mãe.
Recorde-se que, durante o julgamento, a mãe de João S., Maria I. pediu encarecidamente ao tribunal que encaminhasse o filho para que fosse tratado. “Ao longo dos anos sempre me bateu. Isto não é de agora”, afirmou Maria I., sublinhando que “naquele dia, estava de volta do milho na eira, e o meu filho apanhou-me pelas costas e bateu-me fortemente”. “O meu marido e os meus filhos estavam ao alto e eu disse que ninguém me ajudava. Terá sido isso que desencadeou o problema”, afirmou.
Acrescente-se que o arguido foi submetido a uma perícia médico-legal, tendo resultado que padece de Perturbação da Personalidade Paranóide, pelo que deve ser considerada imputabilidade atenuada e apresenta perigosidade social.
Pedro Fontes da Costa
pedro@jb.pt

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Alunos de Lamballe em intercâmbio escolar

Quarenta alunos oriundos de Lamballe, cidade francesa geminada com Oliveira do Bairro, vão estar sete dias no concelho para mais um intercâmbio escolar com estudantes do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro (AEOB) e Instituto de Promoção Social de Bustos (IPSB).
Os alunos franceses chegaram a Oliveira do Bairro no passado domingo, dia 30 de março, e terão pela frente sete dias de intensa atividade, com várias iniciativas escolares e desportivas, para além de visitas a alguns pontos de interesse cultural do concelho e também de cidades como Porto, Aveiro e Coimbra. Durante a sua permanência, a comitiva francesa ficará albergada em casa de alunos do AEOB e do IPSB. O dia do regresso a Lamballe está marcado para sábado, 5 de abril.
Desde 1998 que alunos do concelho de Oliveira do Bairro visitam a cidade de Lamballe e recebem em suas casas estudantes daquela cidade francesa, num intercâmbio escolar que tem marcado não só a geminação entre os dois municípios, mas sobretudo todos aqueles que passaram por esta inesquecível experiência, que muitos não hesitam em repetir.
De referir que em 2013 foi comemorado o 15.º aniversário da geminação, que levou a Lamballe uma comitiva de 54 oliveirenses, em representação da Câmara Municipal e do Comité de Geminação, a que se juntaram elementos de algumas associações do concelho.
A comunidade de Lamballe pertence à região da Bretanha e ao departamento de Côtes-d’Armor, uma região particularmente bela, hospitaleira, onde já se estuda português e se prezam muito os amigos de Oliveira do Bairro.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

JSD na Assembleia Distrital do PSD

A Concelhia da JSD de Oliveira do Bairro participou, no passado sábado, dia 29, no 1.º Conselho Regional da JSD de Aveiro que decorreu na Biblioteca Municipal de Ílhavo.
Neste Conselho foi eleita, por unanimidade, a lista de Delegados da Regional da JSD de Aveiro com assento na Assembleia Distrital do PSD. Esta lista foi encabeçada pelo oliveirense Renato Almeida (presidente da Mesa de Plenário da Concelhia de Oliveira do Bairro), contando ainda, para cargos efetivos, com Susana Nunes e o Fábio Almeida (membros da Comissão Política Concelhia). Foi votado também, por unanimidade, o reconhecimento de Luís Ruivo (presidente cessante da Comissão Política) como militante honorário da JSD.
Álvaro Ferreira alertou ainda para a necessidade da JSD e dos deputados da Assembleia da República do círculo de Aveiro estarem atentos aos desenvolvimentos da situação vivida na Venezuela, “visto residir no Distrito de Aveiro uma forte comunidade luso-venezuelana”.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Carrinhos de rolamentos de volta à cidade

A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, em parceria com as Juntas de Freguesia do concelho, vai promover a 2.ª Grande Corrida de Carrinhos de Rolamentos, que será disputada no dia 31 de maio, integrada no programa do VIVA as Associações 2014.
Esta corrida, que tem como particularidade a utilização de veículos desenhados e construídos apenas para serem propulsionados pela força da gravidade, pretende trazer ao centro da cidade a emoção das brincadeiras dos velhos tempos, dando a possibilidade a todos os apaixonados pela velocidade e pelas “aventuras de antigamente”, de demonstrarem a sua criatividade e habilidade através da construção e condução das suas viaturas.
Modalidades. A Grande Corrida de Carrinhos de Rolamentos contará com três modalidades – velocidade, perícia e criatividade – num trajeto de cerca de 900 metros, desde o Quartel das Artes Dr. Alípio Sol até à Estação da CP de Oliveira do Bairro.
Na prova de velocidade, o objetivo é competir pela melhor classificação em corrida, disputada em eliminatórias, enquanto que a prova de perícia vai premiar o melhor tempo, passando pelo maior número possível de obstáculos ao longo do percurso. O terceiro prémio em disputa será atribuído ao carrinho que surpreenda pela sua criatividade. A concentração dos veículos está marcada para as 8h do dia 31 de maio, junto ao edifício dos Paços do Concelho.
Os interessados em participar devem entregar a sua ficha de inscrição na Câmara Municipal ou nas Juntas de Freguesia do concelho, ou então enviar a mesma via email para o endereço carrinhosrolamentos@cm-olb.pt. A data limite para receção das fichas de inscrição é dia 28 de maio às 15h.
Podem participar nesta prova todos os que, individualmente ou organizados em grupos de empresas, associações, escolas, freguesias e amigos, tenham mais de 13, sendo que os menores devem fazer-se acompanhar por uma autorização dos encarregados de educação. Cada equipa poderá ter apenas um condutor por carro. O regulamento da corrida pode ser consultado no site da Câmara Municipal em www.cm-olb.pt.

Posted in Destaque, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Condicionamento de trânsito nas comemorações do Foral

Tendo em conta as comemorações dos 500 anos da atribuição da sua Carta de Foral, a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro informa que nos dias 4, 5 e 6 de abril o trânsito da cidade sofrerá alguns condicionamentos, nomeadamente com o corte da rua envolvente à Praça do Município, troço poente e sul, devido à realização da “Feira Quinhentista”.
Ainda no dia 5 de abril, haverá condicionamento de trânsito com a passagem do “Desfile da Confraria dos Rojões da Bairrada”, pelas 12h45, com saída e chegada à Santa Casa de Misericórdia de Oliveira do Bairro, e no dia 6 de abril com o “Desfile comemorativo dos 500 anos do Foral” pelas 15h, com saída e chegada à Praça do Município. Desta forma, algumas das vias da cidade estarão temporariamente fechadas aquando da passagem destes cortejos, entre as quais, no dia 6, a Rua Conde Ferreira, entre a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia de Oliveira do Bairro, parte da Avenida Dr. Abílio Pereira Pinto, a Rua Cândido dos Reis e a Rua do Foral (Alameda da Cidade), que estarão encerradas a partir das 14h30 até ao fim do desfile.
A autarquia apela à compreensão de todos os munícipes e visitantes, esperando que estes 3 dias de revisitação histórica e comemoração do concelho encham de orgulho toda a população do município de Oliveira do Bairro.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Foi atear um fogo para matar a bicharada e acabou por atear mais quatro nos pinhais

Um homem, de 49 anos, residente na Palhaça, começou, na penúltima quinta-feira, a ser julgado pela prática de um crime de incêndio florestal. O homem, que terá ateado cinco incêndios, remeteu-se ao silêncio.

De acordo com a acusação, Horácio F., no dia 6 de julho de 2013, ao início da manhã, cerca das 6h29, saiu da sua residência, e, munido com uma caixa de fósforos, deslocou-se até um terreno que fica em frente à sua habitação, com o único propósito de atear um incêndio para matar a “bicharada” que ali existia.

Segundo a acusação, o arguido pegou num fósforo que acendeu e aproximou das ervas secas, pegando fogo a uma pequena área de mato e silva, que consumiu uma área de 0,001ha, continuando o seu caminho pela floresta, composta por mato, pinheiro bravo e eucalipto.

Pelas 8h30, o arguido deslocou-se para junto da berma de um outro caminho florestal e terá ateado um outro incêndio que se alastrou ao povoamento de eucaliptos, consumindo 0,003ha de vegetação. Em seguida o arguido continuou apeado, percorrendo mais de 200 metros no sentido oeste, onde fez deflagrar um novo fogo que se alastrou ao povoamento de eucaliptos e consumiu 0,008ha de vegetação. Após este incêndio, o arguido seguiu mais 230 metros e voltou a pegar fogo à vegetação, que alastrou ao povoamento de eucaliptos e pinheiros bravos e consumiu uma área de 0,031 ha. Por último, o arguido, um pouco mais à frente, voltou a atear um novo incêndio, que se alastrou a uma zona de eucaliptos e pinheiros bravos e consumiu uma área de 0,35ha.

Ainda de acordo com a acusação, o arguido, após ter-se afastado dos cinco focos de incêndio, sentou-se na berma do caminho florestal que liga à Estrada Municipal 333, em Águas Boas, no lugar do Carro Quebrado, e ficou a observar o resultado da sua atuação, até ser localizado pelos militares da GNR de Oliveira do Bairro, pelas 9h20.
Os cinco incêndios consumiram na sua totalidade uma área de 0,0681ha de mato, silvas, pinheiros bravos e eucaliptos, provocando prejuízos no montante global de 91.86 euros.

No dia em que os incêndios foram ateados, as condições climatéricas que se faziam sentir eram adversas para o combate dos incêndios, marcadas por temperaturas elevadas, com calor intenso e humidade relativa mínima. Face às condições climatéricas que se faziam sentir e a vegetação que compunha aquela mancha florestal, não fora a rápida intervenção dos bombeiros e os incêndios consumiriam toda a zona florestal envolvente.

Perigo. O Ministério Público diz que foram colocadas em perigo edificações construídas nas proximidades, designadamente cinco habitações e um armazém existente num raio de 50 metros do incêndio. Acresce que, tendo em conta a hora matutina em que o arguido ateou os dois incêndios, colocou em risco a integridade física e mesmo a vida das pessoas ali residentes, que foram surpreendidas a uma hora em que estavam a dormir.
O Ministério Público defende que o arguido quis atear os incêndios, fazendo-o em cinco sítios diferentes para facilitar a sua propagação e dificultar o seu combate.

Doente. O arguido padece de um defeito cognitivo, bem como de dependência contínua do álcool, possuindo hábitos alcoólicos marcados desde jovem. Esteve internado e, segundo a família, já não ingere bebidas alcoólicas.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Palhaça: Exposição propõe percurso para Caminhada de Quaresma

Palhaça: Exposição propõe percurso para Caminhada de Quaresma

“Aqui somos felizes” é a exposição que abriu ao público, na Palhaça, e que pode ser visitada até ao próximo dia 27 de abril, gratuitamente. Uma mostra que se organiza em torno da peça de teatro, apresentada por 7 vezes nos últimos dois anos, pela comunidade palhacense, mas que simultaneamente se constitui como convite a trajeto de introspeção para esta Quaresma. Fotografias, guarda-roupa, instalações áudio e adereços de cena compõem os ambientes que vão confrontando quem circula com os sentimentos que dominam os vários atos que compõem a narrativa. No final da exposição, que se estende ao longo de 6 espaços do antigo Centro Social e Paroquial, o público pode ainda assistir ao documentário que retrata 2 anos de projeto “Paixão de Cristo” e demorar o tempo que for necessário no Espaço de Oração.

Aberta apenas aos fins de semana, e em ações especiais para grupos e catequeses (abertas inscrições para grupos de outras paróquias), a mostra pode ser visitada à sexta (19h-21h), sábado (18h-21h) e domingo (10h-12h30 e 14h-17h).

Antes da abertura da exposição foi apresentado o livro “Por Mérito deles”, um documento que reúne impressões de quem assistiu e acompanhou este projeto, bem como alguns excertos de textos interpretados na peça. Ao longo das 88 páginas são muitas as imagens que fazem memória de como, a partir de uma pequena comunidade paroquial, nasceu e se ergueu este projeto desde 2011. O livro, que inclui DVD com documentário, pode ser adquirido no final da exposição, pelo preço de 12 euros.

Posted in Oliveira do Bairro, Palhaça, Por Terras da Bairrada Comentários

Oliveira do Bairro: Recital de Piano

No próximo dia 30 de março (domingo), às 18 h, na sede do Círculo de Cultura Musical da Bairrada (Largo Padre Acúrcio-Antiga Escola Primária de Oliveira do Bairro) a jovem e talentosa oliveirense, Mariana Cunha dará um recital de piano com obras de Beethoven, Bach, Rachmaninoff, Chopin e Ginastera.
Mariana Cunha, uma ex-aluna laureada da Escola de Artes da Bairrada, estuda atualmente com Pedro Burmester, na Universidade de Aveiro.
Aqui fica o convite à participação neste evento de grande significado artístico em Oliveira do Bairro.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Quartel das Artes inaugurado a 6 de abril

O Município de Oliveira do Bairro vai comemorar entre 4 e 6 de abril os 500 anos da atribuição da sua Carta de Foral, concedida a 6 de abril de 1514 pelo Rei D. Manuel I, aproveitando esta celebração para inaugurar, no domingo dia 6, o Quartel das Artes Dr. Alípio Sol, evento que contará com a presença do Ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, Luís Marques Guedes.
O Quartel das Artes Dr. Alípio Sol é um equipamento cultural vocacionado para os diversos tipos de espetáculo, cujo investimento de 4.576273,68€ foi inscrito no Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN). Com capacidade para acolher cerca de 400 pessoas, este equipamento, que se situa em frente ao edifício dos Paços do Concelho, área contígua ao local onde se concentram as comemorações dos 500 anos da atribuição da Carta de Foral, tem como missão promover uma oferta cultural contemporânea, diversificada e valorizadora do panorama artístico local e nacional, capaz de despertar para a cidadania, fomentar a participação e o acesso às artes.

Comemorações. O programa das comemorações, marcado pela recriação histórica da autoria da Companhia de Teatro Viv’Arte, que fará Oliveira do Bairro regressar a 1514, tem início às 19h de sexta-feira, dia 4 de abril, com uma arruada pelas ruas da cidade e a abertura e vivência do mercado/exposição de artefactos bélicos, panejamento e acampamento castrense. O dia de sábado será preenchido por várias atividades, das quais se destacam espetáculos equestres, de música e dança e de malabares de fogo, para além de um workshop gratuito de tiro ao arco.
O dia de domingo, ponto alto das comemorações, será marcado pela inauguração do Quartel das Artes Dr. Alípio Sol, pela sessão solene das Comemorações e pela teatralização das inquirições e do outorgamento do Foral Manuelino a Oliveira do Bairro.
Para Mário João Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, “o mês de abril de 2014 será uma ocasião marcante na vivência da história do município, uma oportunidade para que os vários agentes do território – culturais, associativos, recreativos e educativos – possam surpreender, com a sua criatividade, todos os oliveirenses”.
Programa
6.ª feira, dia 4 de abril
19h – Arruada pelas ruas e praças do burgo – abertura e vivência do mercado/exposição de artefactos bélicos, panejamento e acampamento castrense; 19h30 – Ceia Quinhentista – à mesa com El-Rei D. Manuel I; 20h – Concerto de Música de Índole Quinhentista; 21h – Águia Judia – Espetáculo de Cetraria e 22h – O Tesouro do Barco Assombrado – Espetáculo de Malabares de Fogo.

Sábado, dia 5 de abril
12h -Abertura do Mercado – Exposição de artefactos bélicos, panejamento e acampamento castrense; 13h30 – Desfile Confrádico pelas ruas do burgo e sua receção pelo Meirinho; 15h – Arruada pelas ruas e praças do burgo – Início dos festejos e vivência do mercado; 16h – Workshop gratuito de Tiro ao Arco – Acampamento Castrense; 18h – Jogos Reais – Espetáculo Equestre; 21h – Sefarad – Vivências da Comunidade Judaica no reinado de D. Manuel I; 22h – Concerto de Música e Danças Africanas; 23h -Mare Tenebrum – Espetáculo de Malabares de Fogo e 24h – Encerramento do Mercado.

Domingo, dia 6 de abril
11h – Inauguração do Quartel das Artes Dr. Alípio Sol (QA ) pelo Ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, Luís Marques Guedes; 11h20 – Sessão Solene das Comemorações dos 500 Anos da Outorga do Foral Manuelino de Oliveira do Bairro, auditório do QA; 12h – Teatralização das inquirições e do outorgamento do Foral; 12h30 – Abertura do Mercado – Exposição de artefactos bélicos, panejamento e acampamento castrense; 15h – O Cortejo de D. Manuel – Início dos festejos e vivência do mercado; 16h – Entrega do Foral – Teatralização; 18h – Torneio d’Armas a Cavalo – Teatralização; 19h – O Mapa – Teatroteka de Oliveira do Bairro; 20h – Venda de Escravos – Teatralização; 21h – Concerto dos Crash em salto temporal para a contemporaneidade e 22h – encerramento do Mercado.

Posted in Destaque, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Quarteto de assaltantes apanhado em Oliveira do Bairro condenado a penas de prisão e multa

Os quatro indivíduos que foram detidos, há 15 dias, no centro de Oliveira do Bairro, após um militar da GNR de Anadia os ter visto a furtar uma residência em Espairo, São Lourenço do Bairro, foram condenados pelo Tribunal de Anadia em penas de multa e de prisão.
Recorde-se que Rui M., de 23 anos, residente em Gondomar; Manuel C., de 32 anos, residente em Benavila, Portalegre; Paulo O., de 45 anos, residente em Fanzeres, Gondomar e Marco C, de 42 anos, também residente em Gondomar, arquitetaram um plano para furtar uma residência. Assim, dirigiram-se para uma habitação em Espairo, São Lourenço do Bairro, com o propósito de consumarem um assalto.
Na execução do plano, o quarteto estacionou o carro nas imediações da casa, tendo os arguidos Rui M. e Manuel B. saído do carro, enquanto os seus comparsas ficaram a vigiar possíveis movimentos estranhos.
Para se introduzirem no interior da casa, os arguidos entraram por um portão, que abriram, e depois por uma porta sacada. Já no interior da moradia, o arguido Rui M. dirigiu-se ao quarto da proprietária da casa, onde a mesma se encontrava a descansar, retirando um guarda-jóias que continha diversas peças de ouro, no valor total de 300 euros.
No momento em que o indivíduo retirou o guarda-jóias da cómoda, a dona da casa (ofendida) acordou e gritou, altura em que este abandonou o quarto, mas levando consigo as peças de ouro. Os dois arguidos saíram e revistaram o carro da ofendida, mas foram avistados por um militar da GNR de Anadia que se encontrava nas proximidades. A partir de aqui, os indivíduos colocaram-se em fuga, tendo sido detidos em Oliveira do Bairro pela GNR local. Um dos elementos do quarteto foi detido na Estação de Aguim.
Desta forma, o tribunal condenou Rui M. como coautor de um crime de furto qualificado na pena de dois anos e seis meses de prisão, suspensa na sua execução pelo mesmo período; Manuel C., coautor de um crime de furto qualificado na pena de dois anos e quatro meses de prisão, suspensa na sua execução pelo mesmo período, e ainda por um crime de condução perigosa de veículo rodoviário, na pena de 250 dias à taxa diária de 5 euros e na pena acessória de proibição de conduzir veículos motorizados pelo período de seis meses.
Finalmente Paulo O. foi condenado pela coautoria de um crime de furto qualificado na pena de dois anos e seis meses de prisão efetiva. Este arguido já tinha sido condenado pela prática de vários crimes, designadamente furtos simples e qualificados, em penas de multa e em penas de prisão, as quais não tiveram o pretendido efeito de ressocialização.
O arguido Manuel C. terá ainda que pagar a quantia de 369,60 euros, acrescida de juros de mora, deste a notificação até ao integral pagamento, à Guarda Nacional Republicana.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...