Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "Anadia"

Anadia: Vereador apresenta voto de louvor “envenenado” a chefe de divisão


O vereador Litério Marques apresentou, na última reunião de executivo, uma insólita proposta de louvor a um chefe de divisão da autarquia anadiense. Uma proposta de louvor, no mínimo, irónica, no sentido em que visa obrigar a edil Teresa Cardoso a apurar responsabilidades em diversas situações que defende terem de ser esclarecidas “até às últimas consequências”.
O mal-estar durante a reunião de executivo foi por demais evidente, agravado pelo facto de também o vereador José Manuel Ribeiro, do PSD, ter, em certa medida, acompanhado o vereador Litério Marques pelo menos no que à necessidade de apurar responsabilidades e factos diz respeito.
O insólito aconteceu quando o vereador Litério Marques apresentou a proposta de louvor na sequência de uma notícia publicada pelo Jornal da Bairrada, em que numa entrevista, um presidente de Junta de Freguesia do concelho tece elogios a um chefe de divisão da autarquia anadiense.
De uma forma sarcástica, o ex-presidente do município anadiense, agora vereador eleito pelo MIAP, apresentou, por escrito, os fundamentos da dita proposta de louvor, não elogiando mas fazendo acusações a um chefe de divisão da autarquia com quem trabalha há vários anos. No entanto, a proposta de louvor visa ainda outros funcionários por alegados comportamentos menos corretos.
“Na notícia o presidente da Junta identifica de forma clara o técnico enumerando as suas virtudes, sabedoria, experiência e conhecimentos”, disse, argumentando que sendo responsável por essa divisão lhe ficaria mal “não propor um louvor e, ao mesmo tempo, registar ao senhor presidente da Junta o meu agradecimento por me ajudar a corrigir tão flagrante desatenção e quem sabe até injustiça”.
Mas, é nos fundamentos do louvor “envenenado” que Litério Marques enumera um conjunto de acusações, através de dois exemplos: o caso da obra de requalificação urbana da zona envolvente ao Complexo Escolar e Desportivo de Anadia. Uma obra onde terá sido gasto, numa faixa de rodagem, mais de 60 camionetas de betuminoso em pouco mais de duzentos metros, o que equivale a mais de 53 mil euros. Uma obra com falhas e em relação à qual diz que a fiscalização ainda não se pronunciou. Outro exemplo, será uma alegada reunião no parque das merendas de Mogofores, que terá sido feita com a presença do referido chefe de divisão.
Segundo Litério Marques, reuniões que acontecem “praticamente todas as sextas-feiras com a presença de empreiteiros, dirigentes desportivos, fornecedores, trabalhadores municipais e até presidentes de junta”, acusando ainda trabalhadores municipais de “entrarem muitas vezes pelas traseiras do edifício municipal, sem fazer qualquer controlo de presenças.”
Continuando o rol de acusações, disse “não ser rara a presença de viaturas municipais estacionadas, depois das 15h, no referido parque”, assim como deu conta da “existência de pessoal a trabalhar para o município sem qualquer tipo de contrato, com máquinas e até vestuário do município.”

Edil escusou-se a alimentar polémica. A Litério Marques, a edil Teresa Cardoso avançou não ter muito a dizer: “Recebemos a sua proposta. Toda a gente entende o que se está a passar”, constatou Teresa Cardoso, sublinhando que terá até ao final do mandato para avaliar a atuação dos técnicos e chefes de divisão. Evitou, desta forma, alimentar uma polémica que Litério Marques teimou em manter durante mais algum tempo, naquela sessão. O vereador deixaria claro que continuará a fazer o que acha ser sua obrigação: “Há coisas que descobri e que não fazem parte deste louvor. Ficam para a próxima”. A seu ver, sendo estas questões públicas, têm que ser investigadas até às últimas consequências, caso contrário “tenho o direito de pensar que a senhora sabe e que não se importa”.
Na ocasião, também o vereador do PSD, José Manuel Ribeiro, perante as acusações proferidas, alertou para a questão da fiscalização de algumas obras, nomeadamente as realizadas nas imediações do estádio e do complexo desportivo, referindo que a ser verdade o que o vereador Litério Marques disse, “a Câmara deve proceder rapidamente ao levantamento de um relatório exaustivo em relação ao que ali se passou”. Já em relação aos técnicos da autarquia, o vereador do PSD continuou: “presumindo que o que o professor Litério diz é verdadeiro, este executivo não pode ficar indiferente ao facto de, em horário de trabalho, técnicos da autarquia estarem a executar outras funções”. José Manuel Ribeiro defendeu mesmo que a ser verdade que o Professor Litério tem provas sobre alegadas irregularidades cometidas, “a presidente deve averiguar se são ou não verdade”.
Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

AMI promove Festa da Primavera


A AMI – Núcleo de Anadia vai realizar, no próximo dia 9 de abril, a 5.ª edição da Festa da Primavera, no Cineteatro de Anadia.
Adivinha-se uma noite com destaque para os artistas da terra, amadores. Uma noite de cultura, arte, beleza e alegria, mas também de angariação de fundos para esta associação.
Aqui fica o convite à população para que nã

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Oposição quer melhorias ao Cartão Anadia Sénior


Depois do sucesso do Cartão Anadia Jovem, a Câmara Municipal de Anadia prepara-se para lançar o Cartão Anadia Sénior.
O projeto de regulamento deste novo cartão esteve em discussão na última reunião de executivo, realizada a 27 de janeiro, e embora tenha sido aprovado por unanimidade, os vereadores do PSD, Lígia Seabra e José Manuel Ribeiro entendem que o regulamento inerente ao mesmo poderia ser melhorado, tornando este cartão “num cartão mais social”.

PSD quer cartão mais social. A este propósito, a vereadora Lígia Seabra lamentou que o regulamento proposto avance sem que tenha sido realizado um diagnóstico social da população sénior no concelho: “quantos são; com que tipo de problemas se debatem; que medidas podem ser propostas no sentido de minorar esses mesmos problemas.” No seu entender, o cartão deveria visar uma “maior justiça social”, e embora reconheça os benefícios e virtudes do modelo apresentado, destaca que o mesmo “não vai ao encontro de minimizar as vulnerabilidades da população sénior e os motivos de exclusão social.”
“Poderia ter ido mais longe nesta área ao criar um cartão mais social”, tendo em atenção o elevando número de pessoas com reformas e pensões muito baixas que continuam a ficar excluídas de muitas atividades promovidas no município. “Este cartão não promove maior igualdade ou justiça social como é referido no preâmbulo da proposta”, sublinhou.
Também José Manuel Ribeiro, vereador do PSD, reconhecendo ser esta uma “medida positiva”, sublinha que “há formas de a melhorar, tendo a vereadora Lígia Seabra enunciado algumas delas”.

“Boa medida”, diz Litério Marques. Já uma leitura diferente da proposta teve o vereador e ex-edil anadiense Litério Marques: “este cartão sénior é uma boa medida”. Ainda que concorde que o ideal seria este cartão possibilitar a gratuitidade no acesso, por exemplo às piscinas, museus, velódromo, cineteatro do concelho, admite que isso não é possível ou viável sem afetar a sustentabilidade das instituições. Por isso vê a proposta com bons olhos por ser “equilibrada”.
Para já, este cartão terá os mesmos moldes de funcionamento e de benefícios concedidos pelo Cartão Anadia Jovem. Quando estiver aprovado, poderá ser adquirido na Câmara Municipal de Anadia por todos aqueles com idade igual ou superior a 66 anos, com residência permanente no concelho de Anadia e aqui recenseados. Um cartão válido apenas no concelho e que pode ser usado em serviços, comércios e empresas que também adiram e proporcionem descontos/ vantagens aos utilizadores deste cartão.
Para já, podemos avançar que os beneficiários deste cartão poderão ter 50% de desconto nos ingressos da Feira da Vinha e do Vinho e no acesso às Termas Vale da Mó; 20% de desconto nas piscinas municipais e cineteatro e 10% de desconto na entrada no Museu do Vinho, na biblioteca municipal e no velódromo, em Sangalhos.
A proposta de Regulamento, aprovada por unanimidade, em sede de executivo, segue, agora, para inquérito público e para votação em Assembleia Municipal.
Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

ANADIA: Município vai ser entronizado pela Confraria dos Rojões


A Confraria dos Rojões da Bairrada, com Grelo e Batata à Racha vai entronizar Confrade de Honra o Município de Anadia, durante o 3.º Grande Capítulo que se realiza a 5 de março, em Aveiro.
Esta confraria, com sede em Oliveira do Bairro, integra fundadores de todos os oito concelhos da Bairrada e tem como missão, preservar, promover e divulgar os rojões da Bairrada, assim como outras iguarias, genuinamente locais e tradicionais que sejam produtos diferenciadores das demais regiões.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Câmara Municipal quer ver turistas a andar de b-AND


Depois de há um ano atrás terem entrado em circulação no concelho as bicicletas públicas bgAND, agora a Câmara Municipal de Anadia quer ver também os turistas a circular pelo concelho neste meio de transporte.
Por isso, na última sexta-feira, foram assinados protocolos com cinco unidades hoteleiras do concelho (Palace Hotel da Curia, Hotel das Termas da Curia, Pharmacy Hostel, Estalagem de Sangalhos, Hotel Cabecinho) no sentido de, em cada uma destas unidades hoteleiras, existir uma pequena estação com cinco bgAND, que serão disponibilizadas aos hóspedes que queiram dar um passeio de bicicleta por Anadia, Curia ou por outras freguesias do concelho.

Projeto ambicioso mas faseado. “Será uma forma de tornar as bgAND mais visíveis, divulgando-as pelos turistas”, admitiu a edil Teresa Cardoso, reconhecendo tratar-se de um projeto “ambicioso” que demorará algum tempo a concretizar, na medida em que o seu executivo pretende disponibilizar, nos próximos tempos, uma rede de ciclovias com mais de 20 quilómetros.
Num concelho e região com grande historial de deslocações em duas rodas, esta medida poderá ser uma mais valia, sobretudo ao nível do turismo, recreio e lazer. No entanto, depende da recetividade que as bgAND venham a ter junto dos hospedes dos hotéis e da divulgação feita sobre as mesmas, mas também de financiamentos comunitários para a construção de ciclovias.
O projeto desenvolvido pela Câmara Municipal de Anadia visa fomentar o uso deste veículo na realização de deslocações urbanas “dando uma maior abrangência a este meio de locomoção”, adiantou a edil Teresa Cardoso.
As bicicletas bgAND têm, por isso, enquadramento no Projeto “AND – Mobilidade em Bicicleta no Município de Anadia”, que prevê a criação de um conjunto de infraestruturas destinadas a facilitar a circulação de bicicletas, contemplando uma rede de ciclovias que ligará o Velódromo de Sangalhos à sede do concelho e Anadia à Curia.
A este respeito, a edil avançou que a intenção de expandir os circuitos cicláveis e pedonais está a ser trabalhada, pelo que a autarquia está atenta aos fundos comunitários. O objetivo é ligar Anadia, Curia e Sangalhos por mais de 20 quilómetros de ciclovias.
“Tudo depende dos Fundos Comunitários e do enquadramento em diversos programas”. E dá como exemplo que estas podem ser feitas ao longo dos rios e zonas de lazer, ou pela serra, no meio da floresta, destacando freguesias como Avelãs de Cima, Moita e V.N. Monsarros. Um projeto que será faseado e realizado de acordo com a disponibilidade financeira do município. O objetivo último é disponibilizar e dar a conhecer todo um conjunto de património cultural, histórico e natural do qual interessa tirar partido.

Parqueamento e ciclovias. O serviço bgAND e respetivo parqueamento está situado em pontos estratégicos: em Anadia (na Praça da Juventude e nas Piscinas Municipais), na Curia (na Estação da Curia /sede da Rota da Bairrada e no Curia Tecnoparque), em Sangalhos (no Velódromo Nacional) e agora também em cinco hotéis.
A sua gestão integrada assenta numa nova plataforma digital, agora estendida às unidades hoteleiras que terão acesso a esta plataforma informática e formação específica sobre este novo software.
Quem pretender requisitar gratuitamente uma bicicleta, deve dirigir-se a uma destas dez estações e apresentar um documento de identificação válido, podendo depois entregar o velocípede em qualquer uma das restantes estações. As bicicletas podem circular tanto nas ciclovias do concelho de Anadia, como nas vias de trânsito habituais.
Sendo praticamente certo que o número de ciclovias deverá crescer no futuro (o que dará, com certeza, uma outra dinâmica e visibilidade às bgAND), neste momento está disponível, desde 2012, a Ciclovia da Curia, com uma extensão de 2.360m.
Das 50 bgAND disponibilizadas em 2015, a edil Teresa Cardoso avança não se terem registado até ao momento grandes casos de vandalismo ou furto, pelo que considera o projeto uma iniciativa bem sucedida.
Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Pedro Veiga conta com o apoio de presidentes de Junta de Anadia


A candidatura de Pedro Veiga e da sua equipa à JSD/Anadia realizou a sua apresentação pública, no passado sábado, no Museu do Vinho Bairrada (quase lotado), num ambiente de festa, assente num programa muito profissional e simultaneamente virado para a juventude. Foram quatro as intervenções orais, fazendo todas referência às qualidades humanas, de diálogo, de trabalho e de ética de Pedro Veiga.
Nas palavras proferidas por independentes e militantes, foi unânime a determinação e a vontade de mudar a JSD/Anadia para um conjunto de atividades mais próximas e mais condizentes, do que a juventude social-democrata deseja. Foi pedida a reconsideração da outra candidatura, na medida em que os seus anteriores dirigentes alegaram motivos pessoais e políticos para a demissão ocorrida, provocando as eleições, mas fazendo estes agora parte de outra lista à eleição.
A candidatura de Pedro Veiga conta com o apoio dos três presidentes de Junta de Freguesia eleitos pelo PSD: Fernando Fernandes (UF de Arcos e Mogofores), César Andrade (Avelãs de Caminho) e Manuel Veiga (Avelãs de Cima), assim como do líder da bancada na Assembleia Municipal, José Manuel Carvalho, que fizeram questão de estar presentes.
No seu discurso, Pedro Veiga fez uma abordagem histórica ao momento da sua candidatura, justificou a sua equipa e modo de trabalho, identificou as suas palavras-chave (abertura, proximidade, transparência e mobilização) e traçou os objetivos da candidatura: desejam um elemento da JSD em lugar elegível nas próximas autárquicas em todas as freguesias, querem manter o apoio a todas as atividades que a JSD/Nacional tem realizado em Anadia, realizarem uma atividade trimestral por cada secção criada: Educação, Desporto, Empreendedorismo e empresas, Associativismo, Cultura, Ação e proteção social, Saúde e Turismo.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Concerto Solidário rende mais de 30 mil euros para as IPSS do concelho


A receita do Concerto Solidário de Natal promovido pela Câmara Municipal de Anadia ultrapassou os 30 mil euros.
Esta iniciativa inédita no concelho decorreu no passado dia 5 de dezembro, no Velódromo Nacional, em Sangalhos e, segundo dados avançados pela autarquia anadiense, rendeu 30.220 euros, que foram distribuídos pelas 18 instituições particulares de solidariedade social (IPSS) do concelho.
No total, foram vendidos 5.823 bilhetes (29.115 euros), sendo que as IPSS venderam 5.026, que se traduzem em 25.130 euros. Os restantes (797) foram vendidos pelos serviços do Município de Anadia (3.985 euros).
De acordo com os dados da Câmara Municipal, soma-se a este montante mil euros oferecidos pelo cantor José Cid, assim como o lucro da venda de CD´s (105 euros).
Receita distribuída pelas instituições:
Associação Social de Avelãs de Caminho – 1.972,78 euros
Centro de Apoio Social de Vila Nova de Monsarros – 1.852,78 euros
Casa da Imaculada Conceição – 612,78 euros
APPACDM de Anadia – 2.032,78 euros
Centro de Bem-Estar da Freguesia de Tamengos – 937,78 euros
Casa do Povo de Amoreira da Gândara – 2.032, 77 euros
Centro Social de Anadia – 2.137,77 euros
Centro Social de Paredes do Bairro – 1.902,78 euros
Centro Social de Avelãs de Cima – 2.107,77 euros
Centro Social de Aguim – 1.352,78 euros
Centro Social da Poutena – 1.582,78 euros
Centro Social de Mogofores – 2.782,77 euros
Centro Paroquial da Moita – 1.207,78 euros
Centro Social da Pedralva – 1.637,78 euros
Centro Social S. José de Cluny – 1.532,78 euros
Clube de Ancas – 1.437,78 euros
Santa Casa da Misericórdia de Anadia – 1.362,78 euros
Misericórdia da Freguesia de Sangalhos – 1.732,78 euros

Despesas do município:
Concerto – 22.630 euros; Segurança – 1.181,50 euros; Divulgação – 706,64 euros; Impressos – 314 euros. Total – 24.832,14 euros + Iva.
Direitos de Autor – 650 euros.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

CV Bairrada certificou dois dos “100 Melhores Vinhos de 2015”


A revista norte-americana Wine Enthusiast, uma das publicações referência mundial de vinhos, já divulgou a sua lista dos “100 Melhores de 2015”. Foram cinco os portugueses eleitos, sendo que dois deles têm a chancela de qualidade e certificação da Comissão Vitivinícola da Bairrada: o ‘Quinta de Foz de Arouce 2011’ e o ‘Aveleda Reserva da Família 2013’. Um tinto e um branco distinguidos em 9.º e 62.º lugar, respetivamente.
A Comissão Vitivinícola da Bairrada é uma associação interprofissional onde estão representados a produção e o comércio do setor. Tem, entre outras, a competência de certificar os produtos vitivinícolas com direito à Denominação de Origem Bairrada (DO Bairrada) e Indicação Geográfica Beira Atlântico (IG Beira Atlântico). O ‘Quinta de Foz de Arouce 2011’ é um tinto Beira Atlântico e o ‘Aveleda Reserva da Família branco 2013’ insere-se na primeira categoria DO Bairrada.

Vinhos Bairrada trilham caminho do sucesso. “Não posso deixar de expressar o contentamento e o orgulho que tenho ao tomar conhecimento destas distinções. São excelentes notícias para os vinhos portugueses, que vão impondo a sua extrema qualidade (e excelente preço) no panorama mundial, mas em particular para os vinhos da região da Bairrada, que, sem dúvida, voltam a trilhar o caminho do sucesso e da afirmação de uma identidade muito própria”, afirma Pedro Soares, um homem da região e que está no comando da Comissão Vitivinícola da Bairrada há três anos. “De realçar a excelente performance de Portugal neste ranking – Wine Enthusiast TOP 100 of 2015. À frente de Portugal em número de vinhos distinguidos esteve apenas os Estados Unidos da América, Itália e Espanha”, reforça.
Feito do casamento entre as castas Baga, rainha da Bairrada, e Touriga Nacional, a casta mais emblemática do nosso país, o ‘Quinta de Foz de Arouce tinto 2011’ tem, segundo o produtor, uma boa concentração aromática, sendo evidentes as notas de frutos vermelhos e resina. Um tinto com taninos macios, equilibrado e com um final persistente cuja autoria tem a assinatura dos enólogos João Portugal Ramos e João Perry Vidal. A Quinta de Foz de Arouce situa-se no concelho da Lousã, na região das Beiras. Em novembro, esta revista já tinha distinguido este vinho, ao atribuir-lhe 93 pontos, em 100 possíveis. Mais um ponto tinha sido dado pelo crítico Joshua Greene da Wine & Spirits, em abril deste mesmo ano.
O ‘Aveleda Reserva da Família branco 2013’ é um Bairrada feito a partir das castas Maria Gomes, Rabo de Ovelha, Chardonnay e Bical de vinhas velhas que apresenta uma cor dourado claro e um suave brilho. Fruto da proximidade das vinhas ao oceano Atlântico, possui uma frescura exemplar. Um branco que mostra todo o seu esplendor quando consumido com pratos de forno, como bacalhau assado, pratos delicados de carnes brancas e queijos curados.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Concerto de Ano Novo: Anadia recebe, sexta-feira, Filarmonia das Beiras e André Sardet


A Orquestra Filarmonia das Beiras e André Sardet sobem ao palco do Cineteatro Anadia, para o Concerto de Ano Novo que a Câmara Municipal de Anadia promove amanhã, dia 8 de janeiro, a partir das 21h30.
Neste regresso a Anadia, e para celebrar o novo ano em ritmo festivo, a Orquestra Filarmonia das Beiras (OFB) trará consigo as mais conhecidas valsas, polcas e marchas de Strauss. Mas com ela virá também André Sardet, que vai dar voz às suas composições de maior sucesso, revisitadas pela OFB, sob a direção do maestro António Vassalo Lourenço. O cantor e compositor assinala, este ano, os seus 20 anos de carreira, tendo as comemorações início, justamente, com oito concertos na companhia da FB, a realizar durante o mês de janeiro. De notar que a data do concerto de Anadia – 8 de janeiro – é também o dia do aniversário de André Sardet que, completa 40 anos, motivo acrescido para uma grande e inesquecível noite de festa.
O espetáculo terá casa cheia, podendo os últimos bilhetes ser ainda adquiridos no Cineteatro Anadia, às sextas-feiras e sábados, das 20h às 22h, e no dia do espetáculo, a partir das 14h.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Anadia: “Dos 8 aos 80, tudo se movimenta”, com um especial Natal


Realizou-se no passado dia 20 de dezembro (domingo), na praça do Município, em Anadia, uma atividade física, subordinada à temática “Natal”.
Para esta primeira edição de “Dos 8 aos 80, tudo se movimenta” – especial Natal, a autarquia convidou toda a população a reunir-se na praça central da cidade, a fim de participar, ao longo de duas horas, num conjunto de atividades físicas que contemplou uma aula de fitness e um muito animado passeio cicloturístico de Pais Natais.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Blogues recomendados


Cagido

FESTAS EM HONRA DE S. SEBASTIÃO
   Decorrerão a partir de amanhã até ao próximo fim de semana as tradiciona …


Notícias de Bustos

COMPRE UM QUADRO E AJUDE A ABC
1. Mar Sujo (óleo 55×46)Vamos, uma vez mais, celebrar neste mês de Fevereir …


Portal de Nariz

União de Freguesias ajuda no preenchimento do IRS

Pergunta da semana

Portugueses praticam cada vez mais exercício ao ar livre. É o seu caso?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com