Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "Anadia"

Anadia: VITI é um projeto consolidado


A Escola Profissional de Anadia (VITI) promoveu na última sexta-feira, dia 2 de dezembro, um seminário no âmbito dos 25 anos da instituição.
Subordinado à temática “Pensar hoje, para projetar o amanhã”, o evento que decorreu no Cineteatro em Anadia, abordou as temáticas como Apoios Comunitários do Portugal 2020 e do Horizonte 2020, desenvolvimento turístico e setor dos moldes em Portugal.
Perante uma plateia de alunos do ensino profissional, Adriano Aires, diretor da VITI, que passou em revista a história da escola, destacou o facto da VITI ter sido em seu entender, “a última grande iniciativa nascida no seio da EVB e uma das mais importantes da sua brilhante e profícua história.”

Uma escola diferente. Uma escola à distância de 25 anos ultrapassou todos os objetivos que nortearam a sua criação. “Nunca desejamos ou objetivamos ser melhores. Propunhamo-nos, isso sim, ser uma escola diferente, e fomos.”
Diferentes “na relação de partilha e compromisso que estabelecemos com os nossos alunos, na forma como desenhamos o perfil de formação e no plano de estudos”, mas porque a VITI foi a primeira escola “a implementar a formação em contexto de trabalho e a estabelecer pontes e parcerias com o tecido empresarial, pedra de toque essencial para a formação bem sucedida.”
Aos presentes salientou como a VITI trabalha de forma diferente: “o nosso projeto educativo mais não é que um referencial dos 330 projetos educativos, um por cada aluno, com objetivos e metas comuns: combate ao absentismo, abandono e insucesso escolar.”
Planos de estudos são abordados numa lógica do saber para fazer, para criar e construir, mas envolvendo o tecido empresarial.
Por isso, sublinhou que “a sustentabilidade desta visão assenta na partilha de objetivos com instituições e empresas onde os alunos possam tomar contacto, participar, no processo criativo e muito especialmente partilhar os valores e cultura empresariais.”

Projeto de sucesso. Na hora dos discursos, Luís Presa, da ANESPO (Associação Nacional de Escolas Profissionais) destacou o trabalho importante realizado pela VITI, na região, ao longo destas duas décadas e meia, considerando-a uma “escola e um projeto de sucesso”.
Por isso, avançaria: “ainda que tenham nascido há 25 anos da necessidade de qualificar jovens e adultos (antigas escolas insdustriais e comerciais deram lugar a estas escolas de matriz muito mais interessante), as escolas profisisonais são, hoje, uma referência no país.” Escolas que olham para os jovens como pessoas e cidadãos que apostam na sua preparação científica, técnica, cívica e profissional. “Um modelo de sucesso que foi transposto para as escolas secuncárias públicas”, na medida em que as Escolas Profissionais, no terreno, “funcionam como referências e já deram provas que fazem um trabalho de alta qualidade ao serviço da economia da região e do país.”
Na sessão de abertura, Luís Presa sublinharia ainda o facto do trabalho destas escolas “assentar no que são os diagnósticos sociais e económicos locais”, sendo a Escola Profissional de Anadia “uma escola que percebeu o que eram as necessidades locais e evoluiu para outras áreas”, tornando-se “uma escola dinâmica e atenta, preparada para responder no momento às necessidades que se vão colocando.”
Escolas que considera estarem no caminho certo e por isso são merecedoras de apoio: “não têm sido apoiadas como deve ser na vertente financeira”, nomeadamente pela tutela: “há atrasos enormes”, situação que as coloca em grandes dificuldades: “mas como são escolas sólidas e projetos bem consistentes, sobrevivem”.

Aposta ganha. Na ocasião, José Paulo Dias, da DRAP Centro, considerou a escola “uma aposta ganha”, não deixando de agradecer aos docentes e funcionários dedicados que contribuíram para o sucesso deste projeto. Paralelamente, destacaria a existência em muitas empresas da região, de excelentes quadros aqui formados, graças a um ensino de qualidade. “Esta é uma escola que cresceu, reconhecida e com provas dadas”, destacaria ainda.

Trabalho meritório. Terminaria a sessão de abertura dos trabalhos a edil Teresa Cardoso. Na ocasião destacou o facto da VITI ter sabido consolidar o seu trabalho e projeto.
Um percuso em ascendente quer em número de alunos, quer no variado leque de cursos que disponibiliza.
“O concelho tem quatro estabelecimentos de ensino que preparam os alunos para o seu percurso de vida. Não fazem concorrência e a VITI tem tido um papel preponderante”.
A autarca reconhece na VITI um trabalho meritório na medida em que ajuda os alunos a encontrar saídas profissionais, conhecendo a realidade empresarial do concelho e da região.
“É preciso encontrar o seu enquadramento para que alunos encontrem as suas saídas profissionais. A VITI tem feito um trabalho excecional”.
A terminar, destacaria as instalações do 1.º CEB de Anadia, cedidas pela Câmara Municipal a esta escola e o facto de Anadia integrar também a Rede de Cidades Educadoras – desafio de partilha de conhecimentos com outras cidades, partilha esta rede e também aprender, adquirindo conhecimentos e competências.
Desejou que a VITI continue o seu caminho e que a CMA continuará a apoiar o trabalho que desenvolver por forma a fazer crescer esta escola.
Catarina Cerca

Posted in AnadiaComments (0)

Museu do Vinho Bairrada: Timor versus humor em exposição


 

O Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, inaugura pelas 16h de sábado, 10 de dezembro, duas novas exposições temporárias, onde se revelam a pintura e o desenho de Gabriela Carrascalão – “Mana Timor” – e algumas das melhores caricaturas e arte digital de Rui Duarte – “Mr. Vin e Companhia”.
Gabriela Carrascalão, artista timorense radicada em Mogofores, onde vive com o marido, José Cid, expõe obras com um cunho muito pessoal, que dão a conhecer as impressões e os sentimentos de quem viveu na pele a guerra em Timor-Leste, e de quem assistiu à morte e ao sofrimento de familiares e de amigos.
O exílio na Austrália permitiu-lhe um percurso profissional como jornalista, mas também artístico, para além de uma empenhada ação cívica em prol de um novo país – Timor-Leste – e da criação e fortalecimento da sua democracia.
Esta mostra dá a conhecer as obras mais emblemáticas da carreira da artista, bem como alguns trabalhos inéditos que não deixarão de surpreender os visitantes – a dor espelhada nestas representações é traduzida com recurso à cor e a um traço muito bem definido, que permitem fazer transparecer o sofrimento e a revolta associados às memórias que a artista guarda do passado recente da sua pátria.
José Ramos-Horta, ex-presidente de Timor-Leste e Prémio Nobel da Paz, afirma que Gabriela Carrascalão faz parte da “elite restrita de artistas Timorenses que retrata nas suas telas a beleza sedutora, mágica da nossa ilha, enfeitiçada e sagrada”.
Num registo diferente – o do humor – Rui Duarte recorre ao icónico Mr. Bean, aqui intitulado “Mr. Vin”, para servir de cicerone numa divertida visita ao mundo fantástico da ilustração, da gravura e das caricaturas de um vasto leque de figuras e personalidades mediáticas, do mundo do desporto, da televisão, do cinema e da política nacional e internacional.
Esta exposição junta mais de seis dezenas de trabalhos que demonstram o fino sentido de humor do artista e que representam o já vasto percurso deste jovem autor, por muitos considerado um dos melhores ilustradores a nível mundial.
As duas exposições estão patentes no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, até ao dia 31 de março de 2017, podendo ser visitadas de terça a sexta- feira, das 10h às 13h e das 14h às 18h, e aos fins de semana e feriados, das 11h às 19h.

D. Ximenes Belo e Ramos Horta visitam exposições

O Município de Anadia acolhe, no final do próximo dia 12, um dos eventos do programa com que a Universidade de Coimbra assinala, entre 9 e 16 de dezembro, os 25 anos do massacre de Santa Cruz e os 20 anos do Nobel da Paz atribuído a Ximenes Belo e José Ramos-Horta: uma visita à exposição “Mana Timor”, da artista timorense Gabriela Carrascalão”, patente no Museu do Vinho Bairrada.
Dedicado ao tema “Timor: imagens e palavras que mudaram o mundo”, o programa evocativo pretende também “homenagear Ximenes Belo e José Ramos-Horta, premiados pelo seu trabalho “em prol de uma solução justa e pacífica para o conflito em Timor-Leste”. A iniciativa homenageia ainda o jornalista britânico Max Stahl, responsável por filmar, em 1991, as imagens do massacre de Santa Cruz, em Dili, que correram o mundo e foram, em grande medida, responsáveis por chamar a atenção para o povo timorense sob ocupação indonésia”.
A inauguração da exposição “Mana Timor”, de Gabriela Carrascalão, integra o programa oficial delineado pela Universidade de Coimbra e irá decorrer no próximo sábado, 10 de dezembro, pelas 16h. As obras de Gabriela Carrascalão, artista timorense radicada em Mogofores (Anadia), caraterizam-se por um cunho muito pessoal, dando expressão às agruras da guerra em Timor-Leste.

 

Posted in Anadia, DestaqueComments (0)

Anadia: Ministra inaugura Loja do Cidadão


Maria Manuel Leitão Marques, ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, e Graça Fonseca, secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa presidem na próxima sexta-feira, dia 9 de dezembro, pelas 11h30, à inauguração da Loja do Cidadão de Anadia, localizado no Edifício Serviços de Proximidade, na Praça da Juventude, em Anadia.
Um espaço que irá acolher vários serviços públicos, entre os quais o Instituto dos Registos e do Notariado, Registos Civil e Predial, Autoridade Tributária, ACIB, Casa Pronta e Espaço do Cidadão.

Posted in AnadiaComments (0)

Câmara Municipal de Anadia: Litério Marques abandona o MIAP


Litério Marques, um dos fundadores do MIAP, que venceu as últimas eleições autárquicas em Anadia, vai abandonar o movimento, considerando mesmo que a sua existência “já não faz sentido”. Esta decisão surge após “as críticas” feitas na sua ausência, “na última Assembleia Municipal”.
O criador do Movimento Independente Anadia Primeiro sublinha ter “plena consciência” de que foi “o principal responsável pelo desaire do PSD nas últimas eleições autárquicas” e “portanto penso ser legítimo assumir esse facto e pedir desculpa a todos aqueles que me seguiram votando MIAP”. Litério Marques vai mesmo mais longe, considerando que “a partir de agora este movimento não tem razão de ser”, pois “o MIAP foi de Litério Marques”.
O atual vereador afirmou ao JB ter percebido que o “seu” projeto “nunca teria sucesso a partir do momento que foi e continua assumido o compromisso com o PS e com os derrotados nas últimas eleições para a Comissão Política do PSD”. “Como toda a gente sabe, a maior parte dos nossos votantes vieram do PSD e do CDS, logo qualquer aliança devia aproximar-se dos partidos de onde, na lógica, esses votantes eram oriundos; o que, na realidade, não se verificou.”
Mas, continua Litério Marques, “foi-se mais longe – alguns autarcas do PSD cedo perceberam que a melhor forma de vencer o adversário era «aliar-se» ao MIAP. E assim fizeram – Vereador, Deputados e até Presidentes de Junta, esquecendo o partido que lhes proporcionou a sua eleição passaram a apoiar aqueles com quem se confrontaram nas últimas eleições autárquicas onde foram vencidos.”
Litério Marques considera, no entanto, que este não é o momento certo para revelar “as grandes razões desta atitude” e que o fará “em momento menos emocional”.
Diz, contudo, que o seu abandono do MIAP “é também uma resposta aos tais eleitos do PSD que em eleições para a concelhia, como disse, perderam e, portanto, não têm qualquer legitimidade para representar o PSD e então, para esses, seria de bom-tom também pedirem a exclusão do partido. Não o fazem – por razões que toda a gente atenta percebe, mas essa lista policromática não vai ter lugar para todos.”
Esta decisão, avança, “deveria abrir caminho à integração dos militantes do PSD que estão suspensos, caso os mesmos assim o entendam”. Da sua parte, afiança que tudo fará “para que no PSD acabe esta guerra de lugares” e deixa um apelo aos atuais dirigentes concelhios: “que saibam procurar nos seus militantes e simpatizantes as pessoas certas para elaborar um projeto credível e sério para Anadia”.
Teresa Cardoso garante que dará continuidade ao MIAP. Contactada pelo JB, a presidente da Câmara Municipal de Anadia, Teresa Cardoso, admitiu desconhecer a decisão do vereador Litério Marques, mas assegurou que vai dar continuidade ao movimento, pelo qual, aliás, já assumiu ser a candidata às próximas autárquicas. “Se eu dei a cara pelo MIAP desde o princípio, vou continuar a dar. Não só por mim, mas por todas as pessoas que acreditam e que estão cada vez mais empenhadas nesta causa.” Teresa Cardoso contraria mesmo Litério Marques, considerando que o MIAP “faz cada vez mais sentido”.
Questionada sobre se mantém a confiança no vereador e se encara a possibilidade de lhe retirar os pelouros, Teresa Cardoso diz que a confiança “é relativa, pois há muito tempo que o sr. Vereador toma posições com pouca ou mesmo nenhuma coerência com o Movimento e demonstrando até falta de lealdade, ao contrário da que eu mantive para com ele, durante os cerca de 20 anos em que trabalhámos juntos na autarquia.” Por isso, “se de facto o sr. vereador entende que não mantém confiança no MIAP e incita até elementos do executivo a abandonar as próprias funções, talvez devesse ele próprio colocar o seu lugar à disposição. Essa devia ser a primeira coisa a fazer, uma vez que não se identifica com o projeto do MIAP.”
Relativamente às críticas feitas a Litério Marques, na última Assembleia Municipal (na sua ausência) e ao facto de ninguém o defender, Teresa Cardoso afirma que “quem se manifestou foram os deputados municipais”. “Se não houve nenhum elemento, de nenhuma bancada, a apresentar o contraditório, foi porque não o quiseram.”
Oriana Pataco

Posted in AnadiaComments (0)

Anadia: Certificação e exposição em dia grande para a Biblioteca Municipal


A Câmara Municipal de Anadia vai, no próximo sábado, dia 10 de dezembro, pelas 14h30, içar a bandeira da certificação dos serviços da Biblioteca Municipal. Segue-se a cerimónia de entrega do certificado pela APCER – Associação Portuguesa de Certificação. Este momento é o culminar do processo de modernização administrativa que o Município de Anadia decidiu implementar, tendo a Biblioteca Municipal alcançado a certificação do sistema de gestão da qualidade.
A cerimónia será presidida por Celeste Amaro diretora regional da Cultura do Centro.
Neste mesmo dia vai ser inaugurada na Biblioteca Municipal, a exposição “Olhar Anadia”, que reúne os melhores trabalhos submetidos à quarta edição do concurso municipal de fotografia com o mesmo nome.
Na ocasião, serão ainda entregues os prémios aos vencedores do certame: Jóni Correia Ferreira da Costa, da Palhaça (Oliveira do Bairro), Hélder Miguel da Rocha Coelho e Marco Sérgio Gonçalves Santiago, ambos de Anadia.
Aberto a fotógrafos profissionais e amadores, o concurso contemplou duas secções: cor e preto e branco.
Na secção cor, o primeiro e o terceiro prémios foram atribuídos a Jóni Correia Ferreira da Costa, da Palhaça (Oliveira do Bairro), com as fotografias “Rugas, corte e sabedoria” e “Fui bago, sou néctar”, respetivamente, enquanto Hélder Miguel da Rocha Coelho, de Anadia, arrecadou o segundo lugar e uma menção honrosa com as fotografias “Prontas a ser colhidas” e “Preparada para o tempo de repouso”.
Na secção preto e branco, o primeiro prémio foi também para Hélder Miguel da Rocha Coelho, autor de “O mestre da empa”. “Uma rosa na vinha”, de Jóni Correia Ferreira da Costa, conquistou o segundo lugar, enquanto o terceiro foi para Marco Sérgio Gonçalves Santiago, de Anadia, com a fotografia, “Repouso”.
Lembramos que, nesta edição do concurso, a Câmara Municipal de Anadia escolheu para mote dos trabalhos “Anadia, Capital do Espumante”, privilegiando o registo fotográfico das diferentes etapas da produção vitivinícola da Bairrada.
A organização recebeu 42 fotografias, de oito fotógrafos, que foram submetidas à apreciação de um júri selecionado pela autarquia, constituído por Ângelo Santos, chefe da Divisão de Desenvolvimento Humano, Social e Cultural da autarquia, e presidente do júri, e pelos fotógrafos profissionais Miguel Rolo, jurado em prémios qualificados e distinguido, recentemente, com o Master Qualified European Photographer, da Federação Europeia de Fotógrafos Profissionais, e Ana Jesus Ribeiro, fotojornalista e formadora do Projecto CAPhoto Formação.
A exposição estará patente na Biblioteca Municipal de Anadia, até ao dia 28 de janeiro, e poderá ser visitada de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h e das 14h às 19h, e aos sábados, da 10h às 13h e das 14h às 17h.

Posted in AnadiaComments (0)

Litério Marques abandona o MIAP


Litério Marques vai abandonar o MIAP e acredita mesmo que a existência do Movimento já não faz qualquer sentido.

Saiba as razões que levaram à decisão do vereador da Câmara Municipal de Anadia e conheça a reação da presidente da Câmara, Teresa Cardoso, na próxima edição do Jornal da Bairrada.

Posted in Anadia, BairradaComments (0)

Mais um galardão ECO XXI para Anadia


02O Município de Anadia recebeu, uma vez mais, o “Galardão ECOXXI”, distinção que foi entregue em cerimónia realizada no passado dia 25 de novembro, no auditório da ARH- Administração da Região Hidrográfica do Centro, em Coimbra.
Nesta cerimónia, que marcou os 10 anos do ECOXXI, o município esteve representado por Lino Pintado, vereador com o pelouro do ambiente, que, das mãos de José Archer, presidente da ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa, recebeu o diploma que comprova que Anadia continua a integrar o pelotão dos municípios mais sustentáveis do país, tendo, inclusivamente, ascendido ao escalão do índice 60% a 70%. Na ocasião, Lino Pintado recebeu ainda a bandeira ECOXXI e uma medalha, e, no sorteio dos prémios atribuídos pelos parceiros ECOXXI, viu o Município de Anadia ser premiado, pela Sogilub, com um reservatório para receção de óleos lubrificantes usados.
A presidir ao evento esteve Margarida Gomes, coordenadora nacional do ECOXXI, que salientou que “todos os 46 municípios que participam no ECOXXI merecem, independentemente dos resultados obtidos, ser reconhecidos pela “coragem” de se proporem a uma avaliação das suas práticas e políticas em termos de sustentabilidade. Ao longo dos 10 anos de implementação do Programa foram já atribuídas 238 bandeiras. Sessenta por cento foram atribuídas na Região Centro (74 bandeiras) e Norte (68 bandeiras)”. Diria ainda que estes municípios inspiram a ECOXI “não só a prosseguir e melhorar este Programa que tem sido reconhecido como uma importante ferramenta de gestão e planeamento interno nos municípios, como a inovar integrando novas dinâmicas e novas escalas”.
Nesta edição de 2016, candidataram-se ao Programa ECOXXI 46 municípios.

Posted in AnadiaComments (0)

Bombeiros de Anadia: Aprovada candidatura das obras de remodelação do Quartel


Na tarde fria do passado domingo, dia 27, realizou-se, na sede da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Anadia, uma Assembleia Geral Extraordinária, onde foram analisados os seguintes pontos: apresentação, discussão e votação do Plano de Atividades e Orçamento para o ano de 2017; discussão e votação de uma proposta da Direção da Associação no sentido de ser aprovado um voto de agradecimento a todos aqueles que colaboraram com a A.H.B.V. de Anadia e restantes Corpos de Bombeiros durante o incêndio ocorrido na área deste concelho no quentíssimo mês de agosto.
Antes do período da ordem de trabalhos e por sugestão do Presidente da Assembleia Geral, Emanuel Maia, guardou-se um minuto de silêncio em memória do sócio Luís Ventura, recentemente falecido, no qual foi salientado e destacado o seu ilustre trabalho, desempenho e dedicação, em prol da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Anadia.
Para o primeiro ponto em discussão, usou da palavra o Presidente da Direção, Mário Teixeira, que fez uma breve análise sobre a documentação entregue aos sócios no início da reunião, respondendo a qualquer dúvida surgida pelos presentes. Esta documentação também esteve patente, para consulta dos sócios interessados, na Secretaria da Associação, alguns dias antes desta Assembleia. Informou que a candidatura das obras de remodelação e ampliação do Quartel aos Fundos Comunitários – POSEUR, foi aprovada, conforme carta e comunicação da Secretaria de Estado. Uma boa e merecida prenda de Natal dirigida aos nossos Bombeiros em particular e aos anadienses em geral. Ainda neste ponto foi dada a palavra ao Vice-presidente da Direção, José Cruz, que adiantou alguns pormenores sobre as obras de requalificação/ampliação do quartel, fazendo para o efeito uma resenha das reuniões com entidades, dos processos produzidos e diligências efetuadas para o culminar deste processo. Foi excelente. O início das obras está previsto para janeiro de 2017. Segundo as suas palavras, “o sonho agora começa a tornar-se realidade” e muito há ainda por fazer. Quis também elogiar a colaboração da CM Anadia, em especial na pessoa da Presidente Teresa Cardoso, e de todos os funcionários, associados e elementos dos corpos Diretivos da Associação Humanitária dos BVA.

Voto de agradecimento

No que diz respeito ao segundo ponto da ordem de trabalhos, a Direção apresentou uma proposta, no sentido de formular um voto de agradecimento a todos os que colaboraram na ajuda ao combate ao incêndio ocorrido entre 10 e 15 de agosto.
A Direção da AHBVA quis deixar bem vincado em ata, um voto profundamente sentido de agradecimento, por todas as manifestações de solidariedade ativa de que foi alvo, em especial no decurso do combate a este incêndio, “por parte do Corpo Ativo desta Associação, dos diversos Corpos de Bombeiros que estiveram connosco no teatro das referidas operações de combate, dos diversos Agrupamentos de Escuteiros, da Câmara Municipal de Anadia, das Juntas de Freguesia, das diversas empresas e demais entidades, restaurantes, supermercados, e demais pessoas civis que espontaneamente se voluntariaram e disponibilizaram de dia e de noite para organizar com especial cuidado e proficiente eficiência as refeições e a respetiva distribuição pelos Corpos de Bombeiros que abnegadamente se encontravam empenhados no combate ao referido incêndio”.
Nas palavras do Presidente da Assembleia Geral, tratou-se de um movimento ímpar de solidariedade manifestado por particulares, associações e empresas, acompanhado pelo heroísmo e esforço de todos os bombeiros, que trabalharam no teatro das operações. Como não poderia deixar de ser, esta proposta foi aprovada por unanimidade.
A reunião finalizou-se com os votos de um bom Natal em família, a todos os sócios, em virtude das festas que se aproximam.

Paulo Cardoso

 

Posted in AnadiaComments (0)

Mais magia no Natal de Anadia


É com uma tarde de magia que a Câmara Municipal de Anadia dá início, no próximo domingo, 27 de novembro, ao programa “Natal em Anadia” que, até 13 de janeiro, irá animar a quadra natalícia da região, graças a um vasto conjunto de atividades direcionadas para os mais diversos públicos.
No centro da cidade de Anadia, a festa acontece na Aldeia Natal, que, na Praça da Juventude, conta com a já habitual Pista de Gelo (de 30 de novembro a 1 de janeiro) e com a Quinta do Natal. Os espetáculos estão reservados para o Espaço Anatália, instalado na Praça Visconde de Seabra, e será precisamente aí que, pelas 15h30 do dia 27 de novembro, terá início a animação, com uma “Tarde de Magia em Anadia”, por Phil Mount.
A pista de gelo abrirá ao público na quarta-feira, 30 de novembro, e receberá os patinadores entre as 15h30 e as 22h00, de segunda a quinta-feira, encerrando uma hora mais tarde à sexta-feira. Aos sábados, estará aberta das 11h00 às 23h00, e nos domingos e feriados (1 e 8 de dezembro) entre as 11h00 e as 21h00. Horários especiais estão previstos para os dias 24 e 31 de dezembro (14h00 às 18h00) e 25 de dezembro e 1 de janeiro (14h00 às 19h00). Durante a primeira quinzena de dezembro, a pista volta a receber a visita das crianças dos jardins de infância e das escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico da rede pública.

O Mercadinho de Natal, que vai decorrer na Praça do Município, de 27 de novembro a 6 de janeiro, irá certamente ajudar os visitantes na escolha de alguns presentes de Natal. Publicações, artesanato, especialidades gastronómicas e vinhos da Bairrada estarão disponíveis neste espaço, entre as 17h00 e as 22h00, de segunda a sexta-feira, e das 15h00 às 22h00, aos fins-de-semana e feriados.
A tarde de 3 de dezembro ficará marcada por um momento especial, muito aguardado pelas crianças: a chegada do Pai Natal a Anadia. Assim, pelas 15h30, terá início, na Rua Júlio Maia, uma parada protagonizada pelo mais famoso habitante do Pólo Norte, que, acompanhado pela sua comitiva de renas, de duendes e de outras figuras que integram o imaginário do Natal, se dirigirá à Praça da Juventude, percorrendo diversas artérias do centro da cidade de Anadia.
Até 8 de janeiro, o Espaço Anatália será palco para os mais diversos espetáculos, agendados para as sextas-feiras, sábados, domingos e feriados (exceto dias de Natal e de Ano Novo): Universo dos Pequeninos (“Circo com o Pai Natal”), Carlos Alberto Moniz (“Canções para a Pequenada”), Atrapalharte (“As Aventuras do Pinóquio”), Vira Veronica e Sara Carvalho (recital de balalaica e piano), O Coral da Bairrada, InCantus, Grupo de Cantares Sons de Avelãs, Orquestra Desigual da Bairrada, Ensemble Essence Voices (Carla Pais e Filipa Cardoso, num “Concerto de Natal”), Prof. Jota, Grupo Coral Oásis, Stella Maris, Cluny Vox – Colégio de Nossa Senhora da Assunção, Vozes da Rádio (“Canções do Homem Comum”), e Coimbra Gospel Choir. No mesmo espaço haverá ainda uma tarde infantil (teatro e DJ) e uma tarde de poesia.
Do programa fazem também parte outros eventos como o Concerto Solidário com Marco Paulo, que, no dia 3 de dezembro, terá lugar em Sangalhos, no Centro de Alto Rendimento de Anadia / Velódromo Nacional, pelas 21h30. O Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, integra igualmente a programação de Natal, inaugurando, no dia 10 de dezembro, pelas 16h00, mais um ciclo exposições temporárias: “Mana Timor”, pintura e desenho de Gabriela Carrascalão, e “Mr. VIN e Companhia”, humor e arte digital de Rui Duarte. Ao longo do dia 17, em todas as freguesias, será a vez de “O Pai Natal chega em duas rodas”, e, no dia seguinte, as bicicletas estarão de novo em destaque, pois, pelas 10h00, há encontro marcado na Praça do Município, para mais uma edição especial de “Dos 8 aos 80, tudo se movimenta”, que, após uma aula de fitness, desafiará os entusiastas da atividade física para um passeio cicloturístico de Pais Natais.
Duas atividades estão reservadas para o Cineteatro Anadia: a peça de teatro infantil “O Alfaiate Valentão”, apresentada no dia 18 de dezembro, pelas 15h00, pelo grupo O Baluarte, e o “Concerto de Ano Novo e Reis”, no dia 13 de janeiro, pelas 21h30, pela Orquestra Filarmonia das Beiras e Mário Laginha, que encerram com chave de ouro o “Natal em Anadia”.
Na organização e concretização deste vasto programa, o Município de Anadia conta com a colaboração da Associação Rota da Bairrada e da ACIB – Associação Comercial e Industrial da Bairrada. No âmbito da campanha “No comércio local tudo é especial!”, e integrada no programa municipal “Invest em Anadia”, irá decorrer, em todo o concelho, uma série de ações de promoção do comércio tradicional: para além do já mencionado “O Pai Natal chega em duas rodas”, estão previstos um concurso de montras, o “Conto de Natal no Comércio”, e um sorteio, que decorrerá de 1 a 31 de dezembro. Assim, por cada dez euros em compras nas lojas aderentes, os clientes recebem uma senha de participação que os habilitará aos 20 prémios, no valor de 150 euros cada, que se traduzem num crédito a utilizar no espaço comercial onde foi realizada a compra sorteada.
As informações acerca destas atividades estão disponíveis no site do Município (www.cm-anadia.pt) e, para além da página de Facebook oficial da autarquia, numa página especialmente dedicada à “Animação de Natal em Anadia”, também no Facebook.

 

 

 

 

 

Posted in DestaqueComments (0)

Sangalhos: Marco Paulo em espetáculo solidário no velódromo


A festejar os seus 50 anos de carreira, Marco Paulo estará em Sangalhos, no próximo dia 3 de dezembro, pelas 21h30, no Centro de Alto Rendimento de Anadia / Velódromo Nacional, para brilhar na edição 2016 do Concerto Solidário de Anadia.
Considerando as caraterísticas muito especiais deste evento, torna-se fácil compreender a escolha de Marco Paulo para estrela deste Concerto Solidário de Natal, pois, para além de se tratar de um artista sobejamente conhecido e com um repertório familiar ao grande público, é também uma personalidade que, durante a sua vasta carreira, tem participado em diversas atividades de cariz solidário, auxiliando as mais diversas instituições e causas.
O espetáculo, organizado pela Câmara Municipal de Anadia, tem como objetivo a angariação de fundos que permitam às 18 instituições particulares de solidariedade social (IPSS) do concelho ampliar a sua capacidade de intervenção junto dos mais desfavorecidos. Tal como na primeira edição, o evento com a colaboração ativa das IPSS do concelho de Anadia, que estão envolvidas no trabalho de divulgação e de dinamização, cabendo-lhes a venda de parte dos bilhetes e a animação do recinto do espetáculo. Em contrapartida, para elas reverte a totalidade da receita.
Mais uma vez, o concerto foi agendado para a quadra natalícia, decorrendo no Velódromo de Sangalhos, um espaço que tem dado provas da sua adequação a este tipo de atividades e cujas excelentes condições irão proporcionar uma grande noite de festa e de animado convívio.
Os bilhetes, com preço único de cinco euros, podem ser adquiridos na Tesouraria dos Paços do Município, nas Piscinas Municipais, na Biblioteca Municipal e no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, no Centro de Alto Rendimento / Velódromo Nacional, em Sangalhos, na Rota da Bairrada, na Curia, e, ainda, nas instalações das IPSS do concelho. A entrada será gratuita para crianças com idade até aos 12 anos (inclusive).

Posted in AnadiaComments (0)

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com