Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "sangalhos"

Torneio de Sueca no Paraimo


No próximo dia 4, pelas 21h, terá lugar um torneio de sueca no palco das festas, no lugar do Paraimo, freguesia de Sangalhos.
Numa organização da Comissão de Festas do Paraimo, o evento terá os seguintes prémios: 1.º um leitão assado, 2.º dois frangos no churrasco; 3.º duas garrafas de espumante.
O torneio será disputado por um mínimo de cinco equipas.
Para mais informações e inscrições contactar Eduardo Costa – 914087445.

Posted in Por Terras da Bairrada, Sangalhos Comentários

Sangalhos: ADASFES faz recolha de sangue no próximo dia 16


A ADASFES – Associação de Dadores de Sangue da Freguesia de Sangalhos promove mais uma recolha de sangue, no próximo domingo, dia 16 de março. Realiza-se no salão da Junta de Freguesia de Sangalhos, entre as 9h e as 13h. Poderá aproveitar ainda esta oportunidade para se inscrever no jantar da ADASFES, no dia 22 de março.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos Comentários

Junta de Freguesia promove Sangalhos através de selos dos CTT


A Junta de Freguesia de Sangalhos começou a promover a freguesia através de selos do CTT. Embora o processo seja, há muito, utilizado por empresas, comércios e particulares, as autarquias estão a aderir à moda e a Junta de Freguesia de Sangalhos não é exceção.
Todos os interessados, sejam ou não colecionadores, podem adquirir exemplares dos selos que reproduzem quatro locais de Sangalhos (Aliança Museum, Igreja Matriz, Jardim do Passal e Centro de Alto Rendimento) na sede da Junta de Freguesia, em horário normal de expediente. Cada selo está à venda por 1,50 euros.
António Floro, presidente da Junta de Freguesia local, diz que, após um contacto feito pelos CTT, o executivo decidiu participar no projeto “meuselo” e fazer quatro modelos diferentes de selos, alusivos à freguesia.
Os selos podem ser colecionados, ou então utilizados na correspondência normal. “Isto não é uma forma de angariarmos dinheiro, não foi feito com esse intuito, mas sim de poder promover a freguesia e alguns dos seus locais mais emblemáticos”.
A escolha das imagens recaiu sobre o executivo da Junta de Freguesia. Antóni Floro explica cada uma das opções: “o Passal, por ser o maior e mais central jardim da freguesia; a Igreja Matriz por todo o seu valor e riqueza patrimonial; o Velódromo por se tratar de um equipamento desportivo de referência a nível nacional e internacional e o Museu da Aliança, por ser um espaço muito visitado na freguesia, por gente de todo o lado e estrangeiro”. Contudo, avança que caso este primeiro ensaio corra bem, a Junta de Freguesia pondera escolher outras imagens de Sangalhos igualmente dignas de constar nos selos.
Nesta primeira aquisição, foram feitos pela Junta de Freguesia, 50 selos do Museu e igual número de selos da Igreja Matriz e do Velódromo. Do Jardim do Passal foram feitos 25 selos.
Para o autarca “esta é uma excelente forma de promover a freguesia, o seu património”, mas também uma forma dos sangalhenses poderem surpreender amigos e familiares que se encontrem radicados noutras zonas do país e do mundo, através de cartas e postais com selos da sua terra natal.

Catarina Cerca

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada, Sangalhos Comentários

Velódromo Sangalhos: Público rendido ao brilhante Concerto de Reis


O desafio era ambicioso mas foi plenamente alcançado. O Grupo Coral Oásis organizou, na tarde de domingo, dia 5, um Concerto de Reis que contou com a participação de mais sete Grupos Corais: Casa da Gaia (a convite do Coral Oásis), Orfeão de Águeda, Orfeão de Bustos, Coro da Casa do Povo do Troviscal, Coro Espranjar, Coro de Santa Joana e Banda Amizade. Os grupos, em conjunto, interpretaram “As Sete Trompetes do Apocalipse” de Óscar Navarro, no Velódromo Nacional – Centro de Alto Rendimento de Sangalhos e proporcionaram uma tarde única e inesquecível a mais de 300 pessoas (embora o Coral tenha vendido cerca de 500 bilhetes).
O Concerto de Reis deu, assim, lugar ao Concerto de Natal do Coral Oásis, que não se realizou este ano, constituindo uma iniciativa inédita, não só pelo local escolhido, mas também pela elevada qualidade dos grupos participantes.
Mais de 150 coralistas e cerca de 70 elementos da banda deram corpo a um projeto que começou a 29 de novembro, no Teatro Aveirense, no âmbito do 179 anos da Banda Amizade (Aveiro). Um projeto que vai levar agora “As Sete Trompetes do Apocalipse”, no dia 19 de janeiro, ao Troviscal, e no dia 16 de fevereiro, a Bustos.
A presidente da direção do Coral Oásis, Maria José Gomes, mostrou-se muito feliz pelo sucesso do Concerto, pela acústica e condições do espaço, mas também pela presença de tanto público. Um sucesso, frisado no local pela própria presidente de Câmara de Anadia, Teresa Cardoso, que se mostrou igualmente agradada com a qualidade do concerto, onde estiveram igualmente vereadores, deputados e autarcas locais.
Maria José Gomes acrescentou que está já a ser equacionada a preparação de uma nova peça para ser interpretada por estes grupos em conjunto. Paralelamente, o Coral Oásis tem já em carteira vários projetos para este ano, sendo um dos mais relevantes a realização, em maio (mês de Maria e da mãe), de um conjunto de três mini-concertos subordinados à temática, em três Igrejas do concelho. Para já, é certa a realização de um deles na Basílica de Mogofores. E também a realização, a 1 de março (21h), de um Baile de Carnaval, no salão da Junta de Freguesia.
O desafio para 2014 será, segundo aquela responsável, continuar a promover iniciativas que permitam ao Grupo manter-se no mesmo patamar qualitativo. Um grande aliado tem sido a população que tem respondido afirmativamente e estado presente em várias ações promovidas pelo grupo coral.
Exemplo disso mesmo foi o jantar dançante, realizado em dezembro de 2013. Um sucesso que levou a grupo a decidir-se por mais iniciativas do género, tendo em vista a angariação de fundos para a sobrevivência do coral.

Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos Comentários

Torneio de Voleibol “Cidade de Anadia” apoia causa social


O Pavilhão de Desportos de Anadia vai ser palco, no próximo sábado, dia 21 de dezembro, a partir das 11h, do “Torneio Cidade de Anadia – Voleibol Solidário“, uma organização do Clube de Voleibol de Aveiro, com o apoio da Câmara Municipal de Anadia.

Para além da equipa organizadora, o torneio contará com a participação das atletas do Sport Operário Marinhense e do Vitória Sport Clube, sendo os seguintes os horários dos jogos:

11h – Sport Operário Marinhense vs Vitória Sport Clube;

15h – Clube de Voleibol de Aveiro vs Sport Operário Marinhense;

16h30 – Clube de Voleibol de Aveiro vs Vitória Sport Clube.

A par da vertente desportiva, esta prova terá igualmente um cariz solidário, sendo os participantes e o público convidados a ajudar a Casa da Criança da Misericórdia da Freguesia de Sangalhos, mediante a oferta de bens alimentares destinados às crianças à guarda desta instituição. Findo o torneio, a organização procederá à entrega dos donativos angariados àquele centro de acolhimento temporário de crianças e jovens em risco.

As entradas no Pavilhão de Desportos de Anadia, situado no Complexo de Desportos, são gratuitas e o público terá oportunidade não só de assistir a três excelentes jogos de voleibol sénior feminino, mas também de apoiar uma importante causa social.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada Comentários

Sangalhos: Jantar foi “balão de oxigénio” para o Coral Oásis


O balanço não poderia ser mais positivo. O jantar comemorativo do 20.º aniversário do Grupo Coral Oásis, realizado na noite do passado sábado, dia 12, constituiu uma verdadeira manifestação de amizade e solidariedade em torno do Grupo Coral. Cerca de 200 pessoas responderam afirmativamente à chamada (e outras houve que pagando bilhete não foram ao jantar) e deram corpo a uma agradável noite de confraternização, como há muito não se via na freguesia.
Maria José Gomes, vice-presidente do Coral, realça mesmo a “elevada procura de bilhetes”, não deixando de apresentar desculpas “a muitos pedidos que tiveram de ser recusados, por incapacidade logística”. É que o Coral tinha, inicialmente, feito um máximo de 200 bilhetes: “achavamos não conseguir encher o salão e, afinal, sem contar com os elementos do grupo, tivemos muito próximo das 230 pessoas, o que nos obrigou a recusar cerca de 20 pessoas”.
A festa, que se manteve bastante animada pela noite dentro, contou com a presença de amigos provenientes do concelho de Oliveira do Bairro, Águeda e muitos sangalhenses. Houve ainda representação de todos os órgãos autárquicos: Assembleia Municipal, Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Sangalhos, entidade esta que, na ocasião, anunciou uma prenda de aniversário no valor de 500 euros. O jantar começou por volta das 20h e ultrapassou um pouco a meia noite.
Momento alto. No decorrer do jantar e após venda de 100 rifas, foi sorteado um quadro pintado pela coralista Hélia Mieiro, que muito tem dado ao Coral, ao longo de todos estes anos. Uma boa ajuda, já que, no final, o Grupo pôde contabilizar um saldo positivo de aproximadamente mil euros.
“Trata-se de um valor muito importante para nós. Agradeço o esforço e empenho dos coralistas para levar a cabo tão arrojada aventura, com poucas condições, principalmente de cozinha e um reconhecimento também a muitos que quiseram pagar um pouco mais do que o valor do bilhete”, acrescenta Maria José Gomes que não deixa de sublinhar o facto de terem surgido, ao longo da noite, vários pedidos para que o evento fosse repetido. Fica a certeza de que tal acontecerá, já no inicio do próximo ano. A grande adesão mostra que a população está com o Coral, que continua a granjear amigos por toda a Bairrada, mas também que a população local aprecia este tipo de iniciativas, onde pode conviver e passar um serão bastante animado. “Talvez, ainda este ano, possa surgir uma surpresa muito agradável para todos. Estamos a diligenciar e daremos notícias oportunamente”, revela Maria José Gomes, que dá conta de que se avizinham concertos e novas peças para breve.
Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos Comentários

Sangalhos:Igreja Matriz em obras de restauro


Há já alguns anos que se verificavam infiltrações de águas na igreja Matriz da paróquia de São Vicente de Sangalhos.
De ano para ano a situação vinha a agravar-se. A urgência de uma intervenção eficaz no templo fazia-se sentir.
Com o temporal que atingiu, no inverno, todo o nosso país, a situação agravou-se bastante. Apesar de se encontrar há pouco tempo na paróquia, o pároco, Padre Manuel Melo, com a colaboração pronta da Fábrica da Igreja, avançou para as obras. Apesar da situação económica difícil da paróquia, pois estava a avançar com as obras de restauro da Residência Paroquial e a proceder a algumas obras de manutenção, também urgentes, no Centro Paroquial, avançou-se para uma intervenção profunda na parte exterior do templo.
Apesar dos gastos totais das obras realizadas na paróquia rondarem os cem mil euros, a Câmara Municipal de Anadia concedeu apenas um subsídio de cinco mil euros. Mesmo assim, as obras na igreja Matriz foram feitas e concluídas.
Agora, pároco e Fábrica da Igreja apelam, uma vez mais, ao apoio da comunidade cristã. Por isso, a cada família está a chegar um envelope solicitando uma colaboração. Este é mais um desafio que certamente será vencido.
“Contamos com a colaboração de todos, pois a igreja Matriz é a Casa de todos!”, conclui o pároco Padre Manuel Melo.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos Comentários

Sangalhos:Jantar de angariação de fundos do Coral Oásis no sábado


É já no próximo sábado, dia 12 de outubro, que se realiza, no salão de festas da Junta de Freguesia de Sangalhos, o jantar comemorativo do 20.º aniversário do Grupo Coral Oásis.
Com 20 anos de existência, o Grupo Coral Oásis atravessa uma das maiores crises financeiras de sempre, associada a uma ausência de sangue novo, que renove e dê outra esperança ao Coral.
Empenhados em dar a volta à situação e ultrapassar esta que é “mais uma crise”, o Coral Oásis promove este jantar, que terá início às 20h.
Um jantar dançante, comemorativo do 20.º aniversário, com música ao vivo e que promete uma noite diferente, a preços bastante convidativos e solidários (7,50 euros adultos e 5 euros crianças).
Aqui fica o apelo à generosidade e participação da população da freguesia, mas também das gentes do concelho.
Refira-se ainda que em breve haverá uma assembleia-geral para eleger novos corpos sociais, uma vez que Maria José Gomes, vice-presidente assumiu a direção do Coral há dois anos, após saída, por motivos de saúde, de Maria Silvestre.
Ainda este ano, a 9 de novembro, o Coral atuará em Souselas e, a 5 de dezembro, leva a cabo o tradicional concerto de Natal, na Igreja de Sangalhos.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos Comentários

Sangalhos: Falta de novos coralistas e crise financeira marcam 20.º aniversário do Coral Oásis


Com 20 anos de existência, o Grupo Coral Oásis atravessa uma das maiores crises financeiras de sempre, associada a uma ausência de sangue novo, que renove e dê outra esperança ao Coral.
Sobre estes problemas mas também sobre os novos projetos, JB conversou com a vice-presidente da direção, Maria José Gomes e com Marta Batista, coralistas do Oásis que, apesar do cenário, fazem um balanço muito positivo da vida do Coral.

Crise financeira. Embora reconheçam que “os altos e baixos” afetam todos os elementos, a moral e ânimo do grupo, garantem estar determinados em vencer estas duras batalhas.
“Estamos, efetivamente, numa altura de maior dificuldade, quer ao nível de entrada de novos coralistas, quer financeiramente”, diz Maria José Gomes, sublinhando que neste momento os 25 elementos começam a acusar algum cansaço, recordando com saudade, o tempo em que foram já 50 os coralistas que o Oásis integrava.

Jantar para angariar fundos. Empenhados em dar a volta à situação e ultrapassar esta que é “mais uma crise”, o Coral Oásis promove no próximo dia 12 de outubro (sábado), pelas 20h, no salão da Junta de Freguesia de Sangalhos, um jantar dançante, comemorativo do 20.º aniversário.
O evento, com música ao vivo, promete uma noite diferente, a preços bastante convidativos e solidários (7,50 euros adultos e 5 euros crianças).
“Estamos a atravessar uma das piores crises. Não temos apoios financeiros, à exceção de um pequeno subsídio da Câmara, completamente insuficiente para as despesas do Coral. “Temos de pagar todos os meses à maestrina, assim como temos despesas elevadas com os grupos que nos visitam nos intercâmbios”, confessa Maria José Gomes, que apela à generosidade e participação da população da freguesia, da autarquia, mas também das gentes do concelho.
Reconhecendo que, hoje, as pessoas são mais individualistas, sem tempo e pouco vocacionadas para as artes, nomeadamente para este tipo de música, preparam uma nova forma para cativar jovens, novas vozes. Para isso, está em marcha a atualização e modernização do reportório, saindo da música erudita para um género musical que vai mais ao encontro dos gostos e preferências musicais das pessoas . “Apostar mais na música ligeira portuguesa.” Este esforço está a ser desenvolvido conjuntamente com a maestrina do Coral Oásis, Susana Ferreira (Milena), uma filha de Sangalhos, cujo atributo vocal, na área do canto, já lhe valeu um prémio nacional.

Iniciativas. Por outro lado, é um facto que as quotas (de 15 euros/ano) estão em atraso e que se os cerca de 100 associados pagassem o Coral não teria tantos problemas de tesouraria.
“Só temos dinheiro até dezembro para pagar à maestrina”, confessam, dando conta de que estão já a ser equacionadas mais formas de angariação de fundos, nomeadamente a venda de bolos, nos finais das missas, em Sangalhos. “Vamos, no próximo domingo, dia 6 de outubro, vender bolos e biscoitos na Feira de Artesanato e Velharias que se tem vindo a realizar em Sangalhos, no Passal, ou se estiver mau tempo, no exterior do edifício da Junta de Freguesia”.
A coralista Hélia Mieiro, de Sangalhos, também artista-plástica, ofereceu um quadro que vai ser leiloado durante o jantar. Um outro desta autodidata será sorteado através do comércio local.
O grupo está ainda disponível para atuar em festas religiosas, casamentos e batizados.
Os ensaios decorrem às quartas-feiras, entre as 21h30 e as 23h, no edifício da Junta de Freguesia de Sangalhos que cede as instalações.
Maria José Gomes recorda que a presidente Maria Silvestre, mais conhecida por Sisi, afastada por graves problemas de saúde, era uma pedra basilar no Grupo e uma grande dinamizadora, de quem todos sentem grande falta. Por isso, brevemente haverá uma assembleia-geral para eleger novos corpos sociais, uma vez que Maria José Gomes, vice-presidente assumiu a direção do Coral há dois anos, após saída de Maria Silvestre.
Refira-se ainda que, a 9 de novembro, o Coral atuará em Souselas e, a 5 de dezembro, leva a cabo o tradicional concerto de Natal, na Igreja de Sangalhos.
Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos Comentários

Ladrão detido pela GNR e populares


A GNR de Sangalhos deteve, na penúltima quarta-feira, pelas 19h, no largo da Igreja, em Avelãs de Caminho, um homem de 19 anos, com o auxílio de populares, por ter efetuado um roubo pelo método de esticão com a colaboração de um outro homem de 18 anos, que se pôs em fuga a pé, e ainda um terceiro elemento, que abandonou o local numa viatura, tendo um deles levado um fio em ouro com uma cruz em ouro, que arrancaram do pescoço de uma mulher de 69 anos.

Posted in Anadia, Avelãs de Caminho, Por Terras da Bairrada Comentários

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...