A Câmara Municipal de Anadia, através da Biblioteca Municipal recomeçou na passada segunda-feira, dia 8, a 3.ª edição do Projecto BiblioEscola referente ao ano lectivo 2010/2011 com uma acção que decorreu na Escola Básica de Boialvo, na freguesia de Avelãs de Cima.
O projecto BiblioEscola consiste em levar livros recomendados pelo Plano Nacional de Leitura, disponibilizados pela Biblioteca Municipal, a todos os alunos dos Jardins-de-Infância e Escolas do 1.º ciclo do ensino básico do município.
De acordo com Sónia Almeida, responsável pela Biblioteca Municipal de Anadia, o projecto beneficiará cerca de 1100 alunos do concelho. Um projecto que, segundo a nossa interlocutora, visa apoiar a educação formal; tornar acessível a todas as crianças do município o livro e a informação, mas também envolver a comunidade escolar num projecto social comum que passa pela elevação dos níveis de literacia.
Este ano, a iniciativa, segundo aquela responsável, excedeu as expectativas, pois teve uma adesão próxima dos cem por cento.
De referir que no Ensino Pré-escolar se registou uma adesão total, isto é, todos os professores/Jardins-de-Infância aderiram. Do 1.º CEB apenas não aderiram duas escolas.
Deste modo, o projecto beneficia cerca de 1100 alunos de todo o município, e cumpre os seus objectivos principais.
Para Rosa Maria Tomás, vereadora da Cultura, o mais importante do projecto são os alunos. É por eles, pelo seu desenvolvimento integral enquanto alunos e cidadãos que todos os esforços e recursos se mobilizam.

BiblioEscola, o que é? Cada sala receberá um BiblioEscola contendo um número de livros equivalente ao número de alunos que a frequenta, e adequado ao(s) nível(eis) de ensino.
A Biblioteca fica responsável pela distribuição dos BiblioEscola nas salas aderentes e cada sala fica responsável pela entrega do BiblioEscola na Biblioteca.
Cada sala poderá ficar com o mesmo BiblioEscola durante o tempo que considerar necessário. Sendo certo que apenas receberá um novo BiblioEscola depois de entregar o anterior.
Após a devolução do BiblioEscola na Biblioteca, esta compromete-se a, num prazo de dois dias úteis, entregar um novo BiblioEscola na respectiva sala.
Cada sala pode, ainda, apresentar sugestões de títulos que queira ver incluídos no seu BiblioEscola.

Catarina Cerca