Todas as vagas dos Cursos de Especialização Tecnológica (CET) da Universidade de Aveiro (UA) foram preenchidas pelas candidaturas realizadas, anunciou hoje aquela universidade.

Os CET são cursos de formação pós-secundária, não superior, que visa conferir uma qualificação de nível pós-secundário não superior, com créditos para o prosseguimento de estudos de nível superior.

Para as 357 vagas dos cursos leccionados pela Universidade de Aveiro, através da Escola Superior Aveiro Norte (ESAN), Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA) e Instituto Superior de Contabilidade e Administração da Universidade de Aveiro (ISCA-UA) apresentaram-se 555 candidatos.

O número de colocações foi ainda superior às vagas disponíveis devido a empates entre candidatos, refere a instituição.

O maior número de candidatos foi registado no curso de especialização em Banca e Seguros, do ISCA, com 135 candidaturas (98 das quais em primeira opção) para 30 vagas.

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda registou, para o curso de Gestão da Qualidade, 118 candidatos para 27 vagas, enquanto o curso de Energias Renováveis teve 114 candidatos a 22 vagas e o de Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos 101 interessados para 22 vagas.

O curso de especialização tecnológica mais concorrido na Escola Superior Aveiro Norte foi o de Automação, Robótica e Controlo Industrial, em São João da Madeira, com 72 candidatos (45 dos quais em primeira opção) para 22 vagas.

Desde o seu arranque em 2002/2003, os CET foram frequentados por cerca de dois mil alunos, sendo a Universidade de Aveiro responsável pela formação de 10 por cento do total nacional nesse nível de ensino, “com resultados efectivos na absorção por parte do mercado de trabalho”, de acordo com um inquérito feito aos antigos alunos.