Nas horas de maior afluência de viaturas à Escola Básica e Secundária de Anadia (EBSA), o trânsito torna-se, por vezes, difícil. Das queixas, sobretudo da direção do AEA (Agrupamento de Escolas de Anadia), dos pais e encarregados de educação e da empresa dos autocarros escolares – que acabam por ter dificuldade em chegar a horas e manobrar no local -, a GNR, a Câmara Municipal de Anadia e a direção do AEA reforçaram a sinalização existente, disponibilizando uma zona de estacionamento que não tem sido bem recebida pelos pais. Uma solução nada consensual e que divide opiniões.

De facto, com apenas uma via no acesso à entrada/portão principal da escola e viaturas a parar nas bermas da faixa de rodagem (para deixar ou apanhar alunos), o trânsito, nas chamadas ‘hora de ponta’ faz-se com extrema dificuldade. Uma situação, dizem os pais, que se agravou com o reforço da ‘proibição’.

Aliás, são muitos os pais descontentes a contactar a associação de pais que já apresentou, à presidente da Câmara Municipal de Anadia, as preocupações dos pais. 

Leia a reportagem completa na edição de 17 de janeiro do Jornal da Bairrada.