A Comissão Política (CP) de Anadia do PSD, que tomou posse em abril de 2018 e se demitira recentemente em bloco, acaba de ser reeleita para um novo mandato com uns expressivos 93% dos votos.
Estratégia
E, se esta situação pode parecer estranha, ou mesmo insólita, o reeleito João Nogueira de Almeida explica que foi  “exclusivamente por razões processuais”, aceites pela Distrital e Nacional, que se prendem com a necessidade de tempo para preparar as eleições Autárquicas de 2021.
Ainda que o mandato da anterior Comissão Política só terminasse em 2020, Nogueira de Almeida frisa que, “por questões alheias a nós, as eleições foram em abril de 2018. Tínhamos dois desafios pela frente – as eleições Europeias e as Legislativas. Em Anadia, o PSD ganhou ambas mas fomos confrontados com este problema: como preparar as Autárquicas de 2021 sabendo nós que não tínhamos mandato explícito para as preparar, ou seja, convidar pessoas, estabelecer estratégias, etc”.
Nesse sentido, para preparar, pelo menos com dois anos de antecedência, as Autárquicas de 2021, a única solução passaria pela demissão em bloco da Concelhia, de forma a provocar eleições antecipadas, passando a dispor de dois anos para trabalhar as novas eleições.
 
Ler mais na edição impressa ou digital