Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Regeneração Urbana de Anadia entra na reta fina

As obras da Regeneração Urbana do centro de Anadia entraram na reta final. Segundo Litério Marques, a inauguração poderá acontecer em setembro, aquando da conclusão da empreitada, contudo não descarta a hipótese de, daqui a uma semana (a Feira da Vinha e do Vinho inicia-se no dia 23), parte dos arranjos já se encontrar concluída, sobretudo ao nível de passeios e zonas de estacionamento, na zona envolvente à Câmara Municipal. “Estamos a fazer esforços no sentido de concluir as obras no centro, por forma a dar mais comodidade a quem nos visita nestes dias”, referiu a JB Litério Marques, admitindo também que as obras em curso vão ultrapassar o que estava inicialmente previsto: “houve necessidade de ir mais além nas obras, numa exigência da própria regeneração”. O autarca refere-se ao espaço onde esteve o antigo mercado municipal e que vai dar lugar a um parque infantil. “Decidimos ir mais longe e melhorar toda a área envolvente à candidatura da regeneração urbana. O parque infantil mais não é do que uma exigência da própria regeneração”. Um equipamento que inicialmente não estava contemplado e que a Câmara irá suportar integralmente.
Iniciada em 2009, a regeneração urbana integrou, numa primeira fase, a construção de dois edifícios que marcam o centro da cidade, no espaço entre a Câmara e a Avenida das Laranjeiras. O edifício designado por “Incubadora de Serviços Proximidade” destina-se a serviços municipais de atendimento ao público. Já o Domus Café pretende ser um espaço complementar à praça, com zona de cafetaria e esplanada de apoio. Este espaço será alvo de um concurso público e entregue a privados. O parque de estacionamento subterrâneo com capacidade para 160 viaturas virá resolver algumas questões de estacionamento no centro da cidade, ainda que venha a ser taxado.
Mas a regeneração veio provocar uma alteração profunda em termos viários em toda a zona envolvente ao núcleo urbano da cidade, alvo de uma segunda candidatura ao QREN. De facto, ao nível das acessibilidades, as alterações são profundas e envolveram a construção de rotundas, beneficiação da rede viária em várias artérias da cidade, construção de passeios, colocação de sinalização e iluminação, para além da remodelação de várias outras infraestruturas. Uma intervenção que pretendeu também melhorar as condições ambientais e paisagísticas da área intervencionada, criando novas zonas ajardinadas e arborizadas, bem como a colocação de equipamento de recolha de resíduos sólidos urbanos e mobiliário urbano de linhas modernas.
Embora admita que a obra tenha sido contestada por muitos diz que, hoje, a população está satisfeita porque se apercebe de que a cidade tem uma geometria de uma grande cidade. Uma obra diz, “só possível graças também à colaboração de muitos particulares que fizeram cedências, sem esquecer os Bombeiros, que cederam uma parte do terreno para a construção de uma rotunda”. “É também a todas essas pessoas que se deve o sucesso desta obra”, reconheceu, dando conta ainda de que irá convidar a população e todos os autarcas e partidos políticos de Anadia para a festa/animação que irá assinalar a visita, em jeito de inauguração, ainda antes de setembro, data em que poderá sim ser inaugurada oficialmente a obra por um membro do governo.

Catarina Cerca
catarina@jb.pt

Comentários

  1. Cristina Melo diz:

    O meu mto obrigado ao Sr Presidente por não ter esquecido as crianças de Anadia

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com