Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "cantares"

Cantares do Silveiro no Brasil


Os Cantares do Silveiro foram convidados a participar nas comemorações do 37.º aniversário do programa “Portugal Canta Brasil”, da Rádio Metropolitana, do Rio de Janeiro, que vai ter lugar a 7 de dezembro, na Casa da Feira e Terras de Santa Maria.
Este programa, com elevadíssima audiência, conduzido por António Simões e Simões Júnior, é uma referência daquela rádio, para a comunidade Portuguesa do Rio de Janeiro.
António Simões é um acérrimo defensor da cultura portuguesa, com uma dedicação e empenho extraordinários na preservação e divulgação do nosso folclore, da música tradicional, da nossa história, no fundo, da portugalidade.
Para além desta atuação, os Cantares do Silveiro deverão apresentar-se no Arouca Barra Clube e na Casa de Trás-os-Montes.
Será a 4.ª digressão dos Cantares do Silveiro ao Rio de Janeiro, onde estarão de 28 de novembro a 8 de dezembro, onde o grupo goza de muito prestígio, razão pela qual volta à cidade maravilhosa.
Entretanto, depois da participação das festas de N. S. das Dores no Silveiro, o grupo estará, a 4 de outubro, no Louriçal e, a 5 de outubro, na Lapa – Cartaxo.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Coral Polifónico de Aveiro lança projecto Cantares Doces


O Coral Polifónico de Aveiro, instituição de utilidade pública que perfaz 32 anos, realiza de 22 a 27 de julho o projeto “Cantares Doces”, celebrando pela música as relações seculares entre Aveiro e a Ilha da Madeira.

Tendo por mote a narrativa dos Ovos Moles, o projeto tem como ponto alto um espetáculo na noite de dia 23 de julho de 2014, no Centro Cultural e de Congressos, capaz de atender as preferências de um público plural, numa heterogeneidade de estilos, linguagens musicais, intencionalidades e períodos cronológicos.

Abre com um cantor consagrado da região, José Cid, que em várias das suas canções evoca o mar, tema tão caro do cancioneiro aveirense e madeirense, a que se junta a voz de outro grande artista, Zé Perdigão, e ainda, de forma inédita, no refrão de uma das músicas de Cid, as vozes do Coral Polifónico de Aveiro.

À volta dos famosos “Ovos Moles” e da sua História, o espetáculo prossegue depois numa alternância de formações corais, em que se destaca a participação do Coro de Câmara de Câmara de Lobos, num reencontro pela música entre Aveiro e a Região Autónoma da Madeira, trocando melodias populares como “Ria de Aveiro” pelo “Mar ao Fundo” insular.

Percorre também sonoridades do mundo lusófono, toca em África, com temas como “Siyahamba” e no Brasil com “Prece ao Vento” ou “Romaria”, procurando evidenciar a importância da música para o intercâmbio de culturas e evocando as ambiências marítimas, através de obras contemporâneas como “Queda do Império”.

Os Ovos Moles terão nascido da combinação feliz entre a dotação do açúcar da Madeira de que dispunha a Princesa Santa Joana, que se recolheu no Mosteiro de Jesus, em Aveiro, e as rendas pagas em ovos à casa conventual.

A produção açucareira madeirense, durante séculos, serviu-se sobretudo de formas cerâmicas saídas das olarias aveirenses.
Os barcos que carregavam no Porto de Aveiro e chegavam à Ribeira de Machico, com formas para o pão de açúcar, mas também com sal, vinham depois com lastro de pedras vulcânicas, ainda hoje visíveis em construções da cidade de Aveiro.

Esse movimento mercantil envolveu troca de mercadorias, mas também necessariamente de conhecimentos, culturas e gentes. Poderá estar aí a explicação para o apelido madeirense “Aveiro”, a indicar a origem de algumas famílias insulares, nomeadamente da ascendência paterna do ídolo do futebol português Cristiano Ronaldo.

É nesse enquadramento que, juntamente com a Confraria dos Ovos Moles, o Coral Polifónico de Aveiro organiza também uma conferência, que deverá decorrer na Universidade de Aveiro, sobre essas relações, com a projeção comentada pelos autores do documentário “cidades do açúcar e da cerâmica” e visitas turísticas à região de Aveiro dos coralistas e acompanhantes da Madeira.

Posted in Aveiro, RegiãoComments (0)

Cantares do Silveiro na Bélgica


Os Cantares do Silveiro, pela segunda vez, deslocaram-se à Bélgica para actuarem na sala de festas da Lieven Hogeschool, na cidade de Gent. A iniciativa foi promovida pela Associação Portuguesa Gente Ainda.

Segundo Paulo Martins, responsável dos Cantares do Silveiro, “foi uma noite de cultura portuguesa aquela que se viveu em Gent, e que contou também com a presença de alguns belgas. Foi o reviver das nossas tradições musicais, numa animada noite de convívio e partilha de relações”.

Paulo Martins conta que “os Cantares do Silveiro empolgaram as mais de 230 pessoas presentes, que dançaram durante muito tempo do seu espectáculo, cantaram as suas melodias e aplaudiram fortemente o seu desempenho”. Sublinha ainda que, “mais uma vez, os Cantares do Silveiro dignificaram a música tradicional, a terra, a freguesia e o concelho, deixando uma mensagem de qualidade”.

Acrescenta ainda que “a associação portuguesa anfitriã, que promove um fantástico apoio aos portugueses ali residentes, faz também um maravilhoso trabalho na preservação da nossa cultura”.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Cantares do Silveiro comemoram 25 anos


O Grupo de Cantares do Silveiro comemorou, ontem, 25 anos.

Posted in Oliveira do Bairro, VídeoComments (0)


Ad Code

Pergunta da semana

Acredita na Astrologia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com