Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "feira"

Luso: Feira do Pão e do Mel até domingo


A Associação dos Apicultores do Litoral Centro (AALC) vai levar a efeito a XVI Feira do Mel e do Pão, marcada para o Luso, de 15 a 17 de agosto.
Para além da possibilidade de os visitantes adquirirem estes dois produtos, este evento integra ainda uma exposição de apicultura e um atrativo cartaz de animação.
A feira volta a realizar-se na Alameda do Casino, sendo inaugurada às 11h do dia 15, contando nesse dia com a presença da fadista Edna (17h).
No sábado haverá pagode com Grupo Ligação Urbana (17h30) e, no domingo atuará o Rancho Infantil Serras de Ansião (17h30).

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Praia da Vagueira recebe III Feira Saudável


Nos próximos dias 15 e 16 de agosto, o Largo Parracho Branco, na Praia da Vagueira, recebe a III Feira Saudável, que se realiza no âmbito da programa de verão – Animar o Verão 2014.
Ao longo dos dois dias, estão programadas diversas atividades desde rastreios de saúde, massagens de relaxamento e reiki, aulas livres e diversas outras atividades.
Amanhã, dia 15 (feriado), há rastreios e recolha de sangue na praia da Vagueira. A iniciativa é da responsabilidade do Lions Clube de Vagos, que cumpre assim uma das suas principais atividades no âmbito da saúde.
Uma iniciativa realizada pelo Instituto Português do Sangue e pela ADASMA.
As aulas de pilates, yoga, jump, step e Lohan Chi começam de manhã e prolongam-se pelo dia. A Running Session: Aveiro Night Runners está prevista para as 19h.
No dia 16 de agosto, logo pela manhã, realizam-se as atividades de Fotocaching Summer Edition, o workshop sobre Suporte Básico de Vida e, um pouco antes do almoço, pelas 11h, o Show Cook onde MariaSardinha convida Chef Rui Reigota. De tarde, as aulas desportivas continuam com spinning, body combat e rope skipping.

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos Comentários

Anadia: Despesas da Feira da Vinha e do Vinho superiores às receitas


A edição deste ano da Feira da Vinha e do Vinho de Anadia apresenta um saldo contabilístico negativo. Pela primeira vez em 10 edições o executivo, de uma forma “transparente e rigorosa”, apresentou as contas da Feira da Vinha e do Vinho, na última reunião de Câmara.
“Quisemos de uma forma clara dizer quais foram as receitas e as despesas”, avançou a autarca Teresa Cardoso, rejeitando falar em prejuízo, mas antes num “défice entre as receitas e as despesas”, uma vez que as contas revelam que as despesas (237.355 euros) foram muito superiores às receitas (126.600 euros) o que se traduziu num saldo negativo de 110.755 euros.
Números que não colocam, de forma alguma, em causa a viabilidade do certame, já que Teresa Cardoso considera terem sido plenamente alcançados os objetivos, quer ao nível da promoção, quer da divulgação do concelho e das suas mais valias. Embora seja o evento promovido pela autarquia que um maior orçamento envolve, Teresa Cardoso prefere falar num “ investimento que teve um saldo muito positivo” e que a par de outras realizações – Feira Social, Feira da Saúde, Feira Quinhentista – não tem em vista o lucro, mas sim mostrar o que o concelho tem de melhor para oferecer a quem cá reside ou está de visita.
Ainda que o modelo da feira possa, no futuro, vir a sofrer alguns ajustes, a edil admite que na edição de 2014 foi dado um “grande salto qualitativo”, já que o programa conjugou ações paralelas e vertentes de diversa índole, mas fortemente focalizadas na promoção do setor da vinha e do vinho e de tudo o que com ele se relaciona.
Por outro lado, o cartaz de animação foi também este ano ambicioso [Expensive Soul, Deolinda, Quim Barreiros, Amor Electro, Os Azeitonas, Pedro Abrunhosa e Ana Moura foram os cabeças de cartaz] e transversal, capaz de atrair diversos públicos.
“O salto qualitativo foi muito grande e os números valem o que valem”, disse, considerando ser necessário ter em atenção que o certame teve bilhetes a um preço simbólico; dois dias com entrada gratuitas; que todas as associações e grupos que atuaram no palco 2 não pagavam ingressos; que as crianças até aos 12 anos entravam gratuitamente e que o retorno e a visibilidade alcançada pelo certame foi muito grande.
Apesar das condições climatéricas não terem sido também as mais favoráveis, diz que os nove dias de feira corresponderam a outros tantos dias e noites de grande festa e de muito convívio, realçando ainda, que, apesar da dificuldade em atrair, por exemplo novos expositores, este ano o certame conseguiu ter um maior número de expositores presentes.
“Os comentários e apreciações foram extremamente positivos e permitem encarar com confiança e otimismo, mas também com grande sentido de responsabilidade, a próxima edição da Feira da Vinha e do Vinho”, avançou ainda, concluindo que “tudo o que se possa fazer pelos munícipes, no âmbito social, cultura e desportivo e a quem nos visita, é sempre um benefício e faz parte das competências da Câmara Municipal”.

Catarina Cerca
catarina@jb.pt

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada Comentários

VN Monsarros:Feira Quinhentista mostra união da freguesia em torno de uma causa


A Junta de Freguesia de Vila Nova de Monsarros organizou, a 20 de julho, uma Feira Quinhentista, que decorreu nas instalações do Centro de Apoio Social de Vila Nova de Monsarros.
Esta feira é apenas uma das iniciativas previstas pela Junta de Freguesia no âmbito das comemorações dos 500 Anos do Foral Manuelino, atribuído a Vila Nova de Monsarros a 9 de dezembro.
Nesse dia, haverá uma celebração religiosa de forma a homenagear todos quantos participaram no poder autárquico na freguesia e, no fim de semana seguinte, a 14 de dezembro, haverá outras iniciativas, como exposições, festa popular entre outras coisas.
Além do Centro de Apoio Social, as Associações de todos os lugares da Freguesia colaboraram na Feira Quinhentista, estando presentes com barraquinhas devidamente decoradas, onde se podia comprar diversos produtos.
A principal componente gastronómica ficou a cargo do CAS, que garantiu petiscos e bebidas da época.
Durante todo o dia, decorreram alguns jogos populares, entre outras atividades, como andar a cavalo e carrinhos de rolamentos.
A animação ficou a cargo do grupo Popularis, que não poderia estar mais de acordo com a época.
No final da noite, a Marcha Popular de Vila Nova de Monsarros 2014, cujo tema é o Foral Manuelino, fez a delícia das centenas de pessoas espalhadas pelas ruas da aldeia e presentes no recinto do CAS onde atuou.
O dinheiro angariado durante a feira reverteu a favor do CAS.
Como o presidente da Junta de Freguesia, António Carvalho, fez questão de realçar no final da noite, a união da freguesia ficou demonstrada com o empenho, trabalho e convívio de todos a favor de uma causa social, que deu origem a um dia cheio de alegria bem visível nas fotos.
Ema Martins

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, V. Nova de Monsarros Comentários

V N Monsarros: Feira/festa Quinhentista


No próximo domingo, dia 20 de julho, Vila Nova de Monsarros vai estar em festa com a comemoração dos 500 anos de foral manuelino.

As comemorações vão ter lugar nas instalações do Centro de Apoio Social (CAS) da freguesia e contam com o seguinte programa:
11h – Abertura da feira
21h30 – Atuação da marcha popular da Freguesia
Refira-se ainda que durante todo o dia haverá animação de rua com o grupo “Popularis” e “muitas surpresas”.
Esta iniciativa conta com organização da Junta de Freguesia local e a colaboração das associações e instituições da freguesia.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, V. Nova de Monsarros Comentários

Feira quinhentista assinala 500 anos de forais em Anadia. Chuva não estraga festa que em 2015 pode ter nova edição


No ano de 1514, D. Manuel I outorgou 13 cartas de foral a terras do atual concelho de Anadia. No passado dia 29 de maio (feriado municipal), Anadia assinalou os 500 anos dos Forais Manuelinos através de uma recriação do quotidiano das suas terras, permitindo aos anadienses e aos forasteiros assistir à dramatização de diversas cenas da vida local. A tarefa foi exemplarmente desempenhada pela Companhia de Teatro Viv’Arte, de Oliveira do Bairro, que fez uma recriação histórica da época, à qual se associaram Juntas de Freguesia e várias associações e coletividades concelhias. Destaque para dois momentos altos: a recriação do processo de outorga dos forais, a inquirição aos homens bons, com vista à preparação das cartas de foral, e a entrega destas aos representantes dos 13 concelhos (Aguim, Anadia, Avelãs de Caminho, Avelãs de Cima e suas anexas, Boialvo, Carvalhais (juntamente com Ferreiros, Fontemanha e Vale de Avim), Mogofores, Óis do Bairro, Pereiro, Sangalhos, São Lourenço do Bairro, Vilarinho do Bairro e Vila Nova de Monsarros). Mas a recriação contou ainda, entre outros aspetos, com uma exposição de artefatos bélicos, cortejo para receber o enviado de El-Rei, visita do Almotacem e do Meirinho à Feira e aferição dos pesos e medidas nos tendeiros, cavaleiros a apresentarem uma mostra de armas com justas e despiques, ataque da horda de salteadores com julgamento e execução na praça dos salteadores capturados, danças populares e danças palacianas.
Todavia, esta celebração começou na véspera, à noite, com um concerto (música século XVI) de grande qualidade, pelo grupo Vox Angeli, no Cineteatro de Anadia. Um concerto que encantou os presentes que lotaram aquele espaço.
No dia seguinte, feriado municipal, a chuva miudinha tudo fez para estragar a festa, mas apesar do mau tempo, a população apareceu em grande número e muitas foram as vozes que, no final, diziam esperar que, para o ano, a iniciativa se repita, pelo sucesso alcançado e pelo dinamismo criado. De resto, houve barraquinhas de associações e IPSS’s que em poucas horas esgotaram os produtos que tinham para venda. Por isso, pode dizer-se que a grande animação fez-se à volta das tabernas e tascas de comes e bebes. Esta recriação terminou com um espetáculo de malabares de fogo, numa noite muito concorrida. Durante o dia foi também lançado um vinho comemorativo “Terras d’Anadia”, numa parceria com a C.V. Bairrada.
Uma nota ainda para uma mostra dos oito forais originais do Arquivo Municipal de Anadia, sete códices e um pergaminho, exemplar único no país, referente a Avelãs de Caminho. Paralelamente esteve patente ao público, na Câmara Municipal, uma exposição de painéis de azulejos (forais) realizados pelos alunos da Universidade Sénior da Curia.

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada Comentários

Anadia assinala 500 anos de Forais com Feira Quinhentista


A Câmara Municipal de Anadia assinala os 500 anos de forais manuelinos, nos próximos dias 28 e 29 de maio (Feriado Municipal) com atividades várias, destacando-se no dia 29, a realização de uma Feira Quinhentista.
Na véspera, à noite, o destaque vai para um concerto no Cineteatro de Anadia, pelos Vox Angelis.

Aqui fica o programa completo para os dois dias.

Dia 28 de maio
ASSEMBLEIA DOS ALUNOS
14h | Paços do Município

EXPOSIÇÃO DE PÁINEIS DE AZULEJO – FORAIS
(pelos alunos da Universidade Sénior da Curia)
14h | Paços do Município

FEIRA QUINHENTISTA
– 16h | Praça do Município
Abertura do Mercado. Exposição de artefactos bélicos, panejamento e acampamento castrense.
– 17h | Arruada de trovadores pelas ruas do burgo. Arauto anuncia a convocatória dos
homens-bons e vizinhos do concelho. Milícia de homens de armas do concelho vai chamar os
homens bons às suas casas.
– 19h | Comeres e beberes nas tabernas e casas de pasto com comeres tradicionais da região

CONCERTO “CANTUS MANUELINUS”
(música do séc. XVI, pelos Vox Angelis)
21h30 | Cineteatro Anadia

Dia 29 de maio
FEIRA QUINHENTISTA
– 10h | Praça do Município
Abertura do Mercado. Exposição de artefactos bélicos, panejamento e acampamento
castrense.
– 11h | Cortejo para receber o enviado de El-Rei assim como à régia comitiva que aqui se apresta para o outorgamento dos Forais.
– 12h | Visita do Almotacem e do Meirinho à Feira e aferição dos pesos e medidas nos
tendeiros, almocreves e carroças de bufarinheiros.
– 12h30 | Lançamento do vinho “Terras d’Anadia”.
– 13h | Comeres e beberes nas locandas do mercado.
– 15h | Representação teatral, anunciando-se o outorgamento do Foral. Os homens bons do lugar
serão convocados para a redação dos termos. O emissário d’El-Rei apresentará as condições e o
tabelião fará o primeiro assentamento. Salva de columbrinas. Anúncio por dois cavaleiros dos aprazamentos do Foral, convocando-se a população.
– 16h | Os cavaleiros apresentam uma mostra de armas com justas e despiques. É anunciada a convocação dos homens bons de cada um dos 12 lugares. Teatralização dos textos do foral de cada lugar. Sua discussão e aprovação pelos vizinhos e moradores. A leitura pública dos aspectos mais importantes em cada foral. O assentamento pelos escrivães e a chancela régia. Continuação da Festa e arraial popular.
– 17h| Toque a rebate no terreiro | Ataque da horda de salteadores | Julgamento e execução na praça dos salteadores capturados, seguindo-se um auto de fé de heréticos e contumazes.
– 18h | Danças populares ao desafio e danças palacianas pelas damas do paço.
– 20h | Comeres e beberes nas tabernas e casas de pasto.
– 21h | Espectáculo de Malabares de Fogo
– 22h | Encerramento do Mercado

Em permanência| No espaço do evento:
Animação Itinerante | Recriação Histórica e Artes Performativas | Personagens | Rábulas e Estórias | Música e Dança

Participação: Viv`Art.
Colaboração: Juntas de Freguesia, IPSS e Associações do Concelho

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada Comentários

Sangalhos: Novas ofertas atraem 1500 à Feira da Saúde


A 3.ª edição da Feira da Saúde, realizada nos passados dias 17 e 18 de maio, no Velódromo Nacional, em Sangalhos, não poderia ter decorrido da melhor forma.
Cerca de 1500 pessoas (mais do dobro das presenças na edição do ano transato) passaram no último final de semana pelo Velódromo, não só para beneficiarem dos múltiplos rastreios (controlo da tensão arterial, da glicémia, do colesterol e do ácido úrico) e serviços (cálculo do índice de massa corporal, cardio-stress, testes de visão, espirometria, entre outros) oferecidos pelos 30 parceiros presentes, mas também para assistir a aulas inéditas, mas muito participadas no certame: ioga, jump, easy fit.
Também pela primeira vez decorerram, em paralelo com a feira, em gabinetes próprios, atividades e terapias como reiki, taças tibetanas, osteopatia, terapia sacro-craniana, audiometria, hipnoterapia, shiatsu, pilates, ecografia musculo-esquelética de tecidos moles, entre outros.
Numa iniciativa da Câmara Municipal de Anadia, esta 3.ª edição voltou a merecer os aplausos da população, vindo a revelar-se um sucesso e de grande importância para a comunidade, a avaliar pela forte adesão.
Os munícipes, oriundos de todas as freguesias do município de Anadia, mas também de concelhos limítrofes, marcaram presença no certame, que pretendeu reforçar a promoção da saúde dos munícipes.
Durante o evento, que durou dois dias, destaque para uma recolha de sangue promovida pela ADASFES e a realização da ação “Ler + dá Saúde”.
Na abertura do certame, o médico Manuel Jacinto, do ACes Baixo Vouga admitiu que o concelho tem uma boa oferta em termos de iniciativas para a saúde e que todos os stands visitados eram de grande interesse e esclarecedores do que podem oferecer às pessoas. O médico sublinhou ainda a importância dos rastreios, por exemplo, que podem ajudar a detetar várias situações, possibilitanto depois o encaminhamento para outras valências mais específicas.
Também Teresa Cardoso, presidente da Câmara Municipal de Anadia, sublinhou a mais valia da descentralização do certame para o velódromo (as duas primeiras edições realizaram-se no Pavilhão dos Desportos de Anadia), “um espaço com melhores condições e com dimensão capazes de abarcar vários tipos de serviços e atividades em simultâneo”.
Uma das presenças habituais em iniciativas do género é o Hospital José Luciano de Castro que, uma vez mais, divulgou os as suas Consultas Externas (Cirurgia Geral, Diabetes, Medicina Interna, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Dor, Anestesiologia, Fisiatria, Pediatria, Ortopedia, Urologia, Nutrição, Psicologia, Terapia da Fala e enfermagem), Cirurgia de Ambulatório (Cirurgia geral, Ortopedia e Urologia), Imagiologia (Rx Convencional, Contrastados, Ecografias e Mamografias); Unidade de Convalescença, Eletrocardiografia e Fisioterapia.
Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos Comentários

Anadia: Velódromo Nacional recebe Feira da Saúde, dias 17 e 18 maio


Nos próximos dias 17 e 18 de maio (sábado e domingo), o Centro de Alto Rendimento de Anadia /Velódromo Nacional, em Sangalhos, será palco de mais uma edição da Feira da Saúde, promovida pela Câmara Municipal de Anadia.
Nesta 3.ª edição, a feira sai do Pavilhão dos Desportos (em Anadia) “num gesto de descentralização”, mas porque o Velódromo “reúne excelentes condições para a realização de eventos desta natureza”, disse Teresa Cardoso, presidente da Câmara Municipal de Anadia, na conferência de imprensa de apresentação da Feira.
Nestes dois dias, entre as 10h e as 18h, o certame procura reforçar a promoção da Saúde dos cidadãos, com aposta na divulgação de informação e no acesso a múltiplos rastreios e serviços oferecidos pelas 30 entidades participantes, nomeadamente, controlo da tensão arterial, da glicemia, do colesterol e do ácido úrico, cálculo do índice de massa corporal, cardio-stress, testes de visão, espirometrias, e avaliação da saturação de O2, entre outros.
O primeiro dia do certame irá terminar com uma mega-aula de ioga, a realizar no recinto de exposição, com início às 17h15. Já no dia 18 de maio irá decorrer, pelas 10h, mais uma sessão da atividade “Dos 8 aos 80, tudo se movimenta”, promovida pela Câmara Municipal. A autarquia será também responsável pela realização de aulas de jump e easy fit, e pela dinamização de atividades de promoção do livro e da leitura, no âmbito do projeto “Ler + dá Saúde”. Haverá ainda uma recolha de sangue, no sábado à tarde, pela ADASFES.
Paralelamente decorrerão, em gabinetes próprios, atividades e terapias tais como reiki, taças tibetanas, osteopatia, terapia sacro-craniana, audiometria, ecografia musculo-esquelética de tecidos moles, hipnoterapia, massagem, acupunctura, shiatsu, fisioterapia, método pold therapy, terapia da alma, pilates e ioga.
A presidente da Câmara Municipal de Anadia revelou ainda a realização de workshops (saúde oral, nutrição, AVC, podologia) e exposições que vão decorrer em simultâneo, mas também o facto da Câmara Municipal disponibilizar circuitos de autocarro que vão partir das diversas freguesias do concelho rumo a Sangalhos. Os autocarros vão fazer a carreira e as paragens da Transdev, parando ainda junto às capelas dos lugares das várias freguesias, for forma a que todos os interessados possam visitar a feira. As saídas dos autocarros dos vários lugares serão feitas tendo em conta que o certame abre portas às 10h.
Para poder usufruir das terapias realizadas em gabinete próprio, o visitante terá de preencher uma ficha de inscrição, que se encontra disponível no site da Câmara Municipal de Anadia e nas Piscinas Municipais. Depois de preenchida, esta ficha deverá ser entregue no serviço de atendimento do edifício das Piscinas Municipais ou enviada para o correio electrónico piscinas.m.anadia@gmail.com.

Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada Comentários

Feira de artesanato e velharias anima 1.º maio em Anadia


Uma feira de artesanato e de velharias vai animar a Praça da Juventude, em Anadia, no próximo dia 1 de maio, entre as 10 e as 18h, numa organização da Câmara Municipal de Anadia.
A Praça da Juventude, junto à Câmara Municipal e ao Edifício de Proximidade, vai receber os artesãos e vendedores de velharias no Dia do Trabalhador, num certame que visa dar a conhecer o trabalho desenvolvido por quem, na região, se dedica ao artesanato, bem como contribuir para a dinamização da compra e venda de antiguidades, velharias e artigos de colecionismo.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada Comentários

Pergunta da semana

Vai a algum festival de verão este ano?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com