Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "feira"

Anadia: Artesanato e velharias de regresso dia 16 de maio


A Feira de Artesanato e Velharias de Anadia vai ter mais uma edição e regressa à Praça da Juventude, no centro da cidade, no próximo dia 16 de maio, entre as 9h e as 18h, organizada pela Câmara Municipal de Anadia.

A participação dos artesãos e dos comerciantes de velharias é gratuita, e a autarquia convida todos os interessados em participar neste certame a inscreverem-se, até 11 de maio, mediante o preenchimento da ficha que é disponibilizada no website do município (www.cm-anadia.pt), e que deverá ser entregue no edifício dos Paços do Município, no balcão de atendimento do hall de entrada.

O número de participações está limitado a 60, e a distribuição pelos espaços disponíveis é aleatória, sendo a respetiva localização atribuída à medida que as fichas de participação vão dando entrada na Câmara Municipal.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Anadia: Feira Medieval, dias 13 e 14 de maio, anima cidade


Depois do êxito da ”Feira Quinhentista”, realizada em 2014, as recriações históricas regressam à Praça do Município de Anadia, nos próximos dias 13 e 14 de maio, agora com a “Feira Medieval”, dedicada à Vinha e ao Vinho e organizada pela Câmara Municipal de Anadia.

Assinalando o seu feriado municipal, que se celebra na Quinta-feira de Ascensão ou Dia da Espiga, Anadia vai fazer mais uma viagem no tempo, agora às origens medievais das suas terras. Mas a festa começa na véspera, 13 de maio, pelas 16h00, com a abertura do mercado. Uma hora depois ouvir-se-á uma arruada de trovadores pelas ruas do “burgo”, que, assim, preparam o momento em que as tabernas começarão a servir os comeres e os beberes aos visitantes. A festa chega também ao Cineteatro Anadia, pelas 21h30, que recebe a comédia “As Obras Completas de William Shakespeare em 97 Minutos”, com encenação de Juvenal Garcês.

No dia seguinte, o mercado reabre às 10h00, e vizinhos e forasteiros terão, então, oportunidade de visitar a exposição artefactos bélicos, panejamento e o acampamento castrense, podendo, depois, juntar-se ao cortejo que vai receber el-rei. Antes da hora do repasto nas locandas do mercado, haverá ainda tempo para acompanhar a visita do almotacé e do meirinho, oficiais que irão aferir e fiscalizar os pesos e as medidas. A tarde será preenchida com uma representação teatral, a venda do vinho e danças populares ao desafio, bem como danças palacianas pelas damas do paço, isto apesar de se temer que uma horda de salteadores possa lançar um “ataque” à feira. As tabernas e casas de pasto continuarão, até ao fim do dia, disponíveis para servir os visitantes, tanto mais que está previsto, para as 21h00, um espetáculo de malabares de fogo e a revelação dos amores de Baco e de Vénus.

Para além de todas estas atividades, as Praças do Município e Visconde de Seabra serão palco para animação itinerante, recriações históricas e de personagens, artes performativas, jogos, rábulas e estórias, música e dança. Nesta Feira Medieval de Anadia, a autarquia conta com a participação dos Viv’Arte e a colaboração das Juntas de Freguesia, IPSS e outras coletividades do concelho.

 

Programa:

Quarta-feira, dia 13

16h | Abertura do mercado
17h | Arruada de trovadores pelas ruas do burgo
19h | Comeres e beberes nas tabernas
21h30 | Teatro: “As Obras Completas de William Shakespeare em 97 Minutos” (Cineteatro Anadia)
23h | Encerramento dos Festejos

Quinta-feira, dia 14
10h | Abertura do Mercado Exposição de artefactos bélicos, panejamento e acampamento castrense
11h | Cortejo para receber El-Rei
12h | Visita do almotacem e do meirinho à feira
13h | Comeres e beberes nas locandas do mercado
15h | Representação teatral
16h | Venda do vinho
17h | Ataque da horda de salteadores
18h | Danças populares ao desafio e danças palacianas pelas damas do paço
20h | Comeres e beberes nas tabernas e casas de pasto
21h | Espetáculo de malabares de fogo | Os amores de Vénus e Baco
22h | Encerramento do mercado
Em permanência no espaço do evento : animação itinerante, recriação histórica e artes performativas, personagens, jogos, rábulas e estórias , música e dança.

 

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Anadia: Feira de Artesanato e Velharias dia 1 de maio


A Feira de Artesanato e Velharias regressa a Anadia, no próximo dia 1 de maio, entre as 9h e as 18h, numa organização da Câmara Municipal de Anadia.
A Praça da Juventude, junto aos Paços do Município e ao Edifício de Proximidade, vai receber os artesãos e vendedores de velharias no Dia do Trabalhador, num certame que visa dar a conhecer o trabalho desenvolvido por quem, na região, se dedica ao artesanato, bem como contribuir para a dinamização da compra e venda de antiguidades, velharias e artigos de colecionismo.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Anadia: Marchas Populares vão ter apoio da Câmara Municipal


A atribuição de apoio financeiro às Marchas dos Santos Populares foi aprovada pela Câmara Municipal de Anadia na sua reunião de 12 de março último.

O executivo deliberou atribuir uma verba de 4.500 euros a cada entidade que se proponha organizar uma marcha e com ela participar nas atividades a promover pela autarquia, nomeadamente no programa da XII Feira da Vinha e do Vinho, que decorrerá em Anadia, de 20 a 28 de junho próximo, estando o desfile das marchas agendado para o último dia do certame.

Responsável pela coordenação dos desfiles das Marchas dos Santos Populares em Anadia, a Câmara Municipal tem tido como missão organizar o evento, definindo previamente os moldes de participação. É também a principal entidade financiadora do mesmo, já que, para além de assegurar a logística que possibilita a exibição dos marchantes, cabe-lhe conceder os subsídios destinados a auxiliar cada uma das marchas a fazer face aos elevados encargos com guarda-roupa, músicos e adereços, entre outros.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Comissão Vitivinícola da Bairrada aposta na promoção da região na Prowein


No que toca ao setor mundial do vinho, de 15 a 17 de março, todos os caminhos vão dar a Düsseldorf.
Como acontece anualmente, a cidade alemã é palco da Prowein, a maior e mais importante feira de vinhos internacional.

Seminário sobre o terroir Bairrada. Na edição deste ano, a presença dos vinhos da Bairrada destaca-se pela realização do seminário “Understanding The Great Terroir Of Bairrada”, promovido pela Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB) e conduzido pela opinion leader Christina Fischer.
O seminário acontece no primeiro dia do certame e a conceituada jornalista Christina Fischer – que escreve para publicações como a Vinum, a Sommelier e a Allgemeine Hotel- und Gastronomie-Zeitung – vai, ao longo de quarenta e cinco minutos, “seduzir” profissionais do setor e compradores internacionais, ao mostrar as valências do terroir e dos vinhos da Bairrada e ao apresentar uma requintada seleção de vinhos espumantes, brancos e tintos da região.
Para Pedro Soares, presidente da CVB, “a escolha de uma embaixadora alemã, sendo ela uma jornalista de vinhos e gastronomia, é a melhor forma de explicar e transmitir a peculiaridade do terroir e dos néctares da região da Bairrada”.
O responsável acrescenta que “trouxemos a Christina à região para fazer trabalho de campo e poder transmitir da forma mais fidedigna a magnificência da Bairrada”.
Com esta ação, a Comissão Vitivinícola da Bairrada pretende acrescentar valor à presença dos vinhos da região na Prowein.
Aliança, Campolargo, Caves Arcos do Rei, Caves da Montanha, Caves São João, Luís Pato, Lusovini, Niepoort, Quinta do Encontro e Vadio Wines são alguns dos produtores que vão ter os seus vinhos à prova no espaço Wines of Portugal, que a ViniPortugal reservou para promover o que de melhor o setor do vinho tem para oferecer.

Certame é palco estratégico para o setor. Pedro Soares corrobora da opinião de Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, que afirma que “a Prowein é hoje o maior ponto de encontro entre quem vende e quem compra no mercado mundial de vinhos, sendo por isso um palco estratégico para a promoção e afirmação dos vinhos portugueses no panorama internacional”, sendo de extrema importância uma presença cada vez mais forte e concertada dos vinhos da Bairrada neste certame.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Mealhada: Feira do município é agora FESTAME


É a mais tradicional feira do concelho da Mealhada e já tem data marcada e um novo nome. A partir deste ano, a conhecida Feira de Artesanato e Gastronomia passa a chamar-se FESTAME – Feira do Município da Mealhada e vai realizar-se de 9 a 14 de junho no mesmo local, na Zona Desportiva. As inscrições para a FESTAME já estão abertas. Os artesãos e os empresários do setor agrícola, industrial e comercial que estejam interessados em participar deverão efetuar a sua candidatura até ao dia 16 de abril, preenchendo a ficha que está disponível online no site da autarquia.
Começou por ser um evento dedicado exclusivamente ao artesanato e à gastronomia, que ocupava a zona central da cidade, o Jardim Municipal, durante nove dias do mês de junho, mas depressa foi ganhando outra dimensão. A Feira de Artesanato e Gastronomia do concelho foi crescendo e o recinto foi ficando pequeno para o que o certame pretendia ser. O evento mudou de sítio em 2013, por causa da empreitada de requalificação da zona central da cidade, e já não saiu mais do seu novo local, a Zona Desportiva da Mealhada. Foi lá que se expandiu, duplicando o número de expositores, que passaram a ser não só de artesanato, mas também empresariais e agrícolas. A feira ganhou ainda espaço para as 4 Maravilhas, com destaque para o leitão da bairrada, que o ano passado já teve o seu próprio restaurante. O cartaz passou a ser uma aposta da organização e o palco foi ocupado com conhecidos nomes da música portuguesa.
Para este ano, dada esta aposta de alargamento do certame, a organização decidiu alterar o nome do evento para outro mais geral. E assim surge o nome FESTAME – Feira do Município da Mealhada.
As inscrições devem ser enviadas, por e-mail, para festame.mealhada@gmail.com ou, por correio, para Câmara Municipal da Mealhada, Largo do Município 3040 – 001 Mealhada, ao cuidado da Organização FESTAME, impreterivelmente até dia 16 de abril.
João Paulo Teles

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Nova Feira da Palhaça inaugurada a 1 de março


A Feira da Palhaça, que custou 2,5 milhões de euros, vai mudar, no próximo dia 1 de março, para um novo espaço. A inauguração oficial está marcada para as 10h, na presença de entidades locais. No dia 29 de junho, a Feira da Palhaça comemora 300 anos de existência. “Vai ser uma data memorável”, afirma Manuel Martins, presidente da Junta de Freguesia da Palhaça. O autarca está orgulhoso do novo espaço da feira, que resulta de uma incansável “luta” das gentes da Palhaça. “Uma conquista que demorou 12 anos e que atravessou o mandato de Acílio Gala, que começou a comprar os terrenos, e Mário João Oliveira, que terminou a obra. Na Junta, Manuel Carvalho, Fernando Tomé e agora Manuel Augusto Martins foram os autarcas locais que lutaram por esta mais-valia.

“É mais um marco histórico nos quase 300 anos de vida da Feira da Palhaça, que se assinalam dia 29 de junho”, afirma Manuel Augusto Martins, presidente da Junta de Freguesia, ao mostrar, orgulhosamente, ao JB, o novo espaço da Feira, que será um dos melhores do distrito de Aveiro.

A nova Feira da Palhaça, acessível através da Rua da Bica ou da Rua das Feitosas (rua da Feira do Gado), compreende um conjunto de trabalhos que se desenvolveram numa área de aproximadamente 41.000 m2, contemplando a execução de um mercado com zona de venda indiferenciada e de peixe, módulos destinados para bancas dos feirantes, zona de churrasco, zona de pintos, zona de flores, instalações sanitárias, duas lojas, cafetaria, zona técnica e sala administrativa.
Esta obra contemplou ainda trabalhos de movimentação de terras, estruturas de betão armado e metálica, infraestruturas de abastecimento, drenagem e elétricas, rede de incêndio, rede de rega, serralharias de ferro e de alumínio, carpintarias, revestimento e pintura de pavimento, paredes e tetos e arranjos exteriores (colocação de espécies arbóreas e tratamento da vala hidráulica).
Quantos aos lugares de estacionamento, Manuel Augusto estima que serão cerca de 4 mil, no entanto, no dia 1 de março, apenas estará concluído o parque de estacionamento sul, que tem capacidade para mil viaturas. “Até ao dia 29 de junho, altura em que a Feira comemora 300 anos, serão concluídos todos os acessos exteriores”, acrescenta o autarca, sublinhando que a Feira da Palhaça é um património que é pertença de todas as gerações ao longo dos três séculos.

Pedro Fontes da Costa

Leia a reportagem completa na edição de 26/02/2015 do Jornal da Bairrada

Posted in Destaque, Oliveira do Bairro, Palhaça, Por Terras da BairradaComments (0)

Nova Feira da Palhaça custou 2,5 milhões e vai ser inaugurada a 1 de março


O novo espaço da Feira da Palhaça, resultante de um investimento de 2,5 milhões de euros, vai ser inaugurado no dia 1 de março de 2015. A construção da feira da Palhaça decorreu em duas fases. A primeira arrancou em setembro de 2009. O início da segunda fase da empreitada sofreu um atraso significativo, uma vez que o projeto, apresentado pelo arquiteto Veiga Camelo, previa, para a obra, um valor de cerca de 1 milhão de euros, que a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro considerou inaceitável, tendo solicitado a revisão em baixa desse mesmo valor. “Depois de ultrapassadas várias vicissitudes, alheias à vontade da autarquia, o arquiteto responsável pela obra reviu o projeto e o valor fixou-se em cerca de metade do inicial”, explicou ao JB, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Mário João Oliveira.
O novo espaço da Feira da Palhaça compreende um conjunto de trabalhos que se desenvolveram numa área de aproximadamente 41.000 m2, contemplando a execução de um mercado com zona de venda indiferenciada e de peixe, módulos destinados para bancas dos feirantes, zona de churrasco, zona de pintos, zona de flores, instalações sanitárias, duas lojas, cafetaria, zona técnica e sala administrativa.
Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Feira de Livro na Biblioteca Municipal de Anadia


 A Câmara Municipal de Anadia inaugura no próximo dia 1 de dezembro mais uma edição da Feira Municipal do Livro, que decorrerá até 27 deste mês, na Biblioteca Municipal de Anadia.
Nesta quinta edição do certame, e ao longo de quatro semanas, os leitores terão ao seu dispor milhares de livros das mais prestigiadas e conhecidas editoras nacionais, disponíveis a preços convidativos. Graças à participação de editoras, de distribuidores e de uma livraria de Anadia, os leitores poderão, ainda, usufruir de promoções especiais em novidades editoriais e adquirir publicações a preço de saldo.
Com esta iniciativa, a Câmara Municipal volta a proporcionar aos munícipes, a possibilidade de adquirirem e de oferecerem livros durante a época natalícia, contribuindo, desta forma, para a promoção do livro e da leitura no Município.
A Feira Municipal do Livro de Anadia poderá ser visitada de segunda-feira a sábado, das 10h às 13h e das 14h às 19h, na Biblioteca Municipal de Anadia.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Sangalhos: Feira Outonal fomenta aquisição de bons hábitos alimentares


A Feira Outonal, projeto da iniciativa do Jardim de Infância e das turmas A e F da Escola Básica de Sangalhos, do Agrupamento de Escolas de Anadia, decorreu, no passado dia 17 de outubro, entre as 10h30 às 12h30, no recinto da Escola da Pista, em Sangalhos.
O evento incluiu a promoção das hortas biológicas/pedagógicas existentes na comunidade local e das vantagens existentes destas na sensibilização aos alunos para atingir modos de vida mais saudáveis.
Os produtos hortícolas e outros foram gentilmente oferecidos pelos pais e encarregados de educação. Todos os alunos participaram com entusiasmo e motivação na organização e preparação da feira e fizeram a sua divulgação junto da comunidade local, a qual também aderiu à iniciativa contribuindo com a sua presença e com a aquisição dos produtos expostos.
Desta forma, a feira voltou a encher de cor o “coração” de toda a comunidade escolar, fazendo dos alunos comerciantes por um dia.
Fomentar a aquisição de bons hábitos alimentares, reconhecer a importância de uma alimentação racional e equilibrado desenvolvimento das crianças, fomentar atividades em grupo que visam a socialização, sensibilizar para o excesso de consumo de determinados alimentos, reconhecer a importância das explorações agrícolas familiares e vivenciar experiências do comércio tradicional foram alguns dos principais objetivos desta iniciativa.
Amílcar Costa

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, SangalhosComments (0)

SFImobiliaria

Pergunta da semana

Portugueses praticam cada vez mais exercício ao ar livre. É o seu caso?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com