1-A quatro jornadas para o final do principal escalão, o campeonato continua ao rubro. Com Bustelo e Alba em despique aceso pelo 1.º lugar, a luta pela manutenção não está melhor, numa jornada em que dos seis últimos apenas o Lobão pontuou (empate) em casa com o Águeda.
A LAAC deu forte réplica ao Estarreja mas não evitou a derrota, sucedendo o mesmo ao Fermentelos, que em casa acabou derrotado pelo Alba, única equipa que ainda não conheceu a derrota.
O Mourisquense, que já não vence há sete jornadas, perdeu nos últimos minutos no terreno do Paivense e continua na corda bamba no que toca à manutenção.
2-Num confronto directo, a LAAC terá que ganhar forçosamente em casa ao Lobão se ainda quer sonhar com a permanência.
Na recepção ao União de Lamas, o Águeda terá que ter muita atenção à nítida subida de forma dos lamecenses.
O Fermentelos joga em Paços de Brandão e tem boas hipóteses de somar pontos. O Mourisquense, em casa, frente ao Pessegueirense, terá que fazer pela vida para não perder o comboio da manutenção.

II DIVISÃO

SÉRIE C.1-Num jogo épico, o Oiã, há muito campeão de série, somou na casa do vizinho Águas Boas a 22.ª vitória e alargou para 19 pontos a vantagem sobre o 2.º classificado Bustos, que empatou no reduto do Sosense.
O Troviscalense regressou às vitórias em casa diante do Eirolense, enquanto o Mamarrossa dividiu os pontos em casa com a BARC.
Tal como tínhamos vaticinado, Requeixo e Gafanha D’ Aquém levaram a melhor sobre Nariz e Carregosa, respectivamente.
2-A duas jornadas do fim e com tudo decidido no que toca ao vencedor da série, as restantes equipas procuram a melhor classificação possível. No Bustos – Troviscalense joga-se para o 2.º e 3.º lugares. O primeiro tem cinco pontos de vantagem e, caso vença, garante a vice-liderança, num derby de resultado imprevisível.
O Oiã tem tudo para somar mais uma vitória em casa diante do Sosense, tal como o Gafanha D’ Aquém na deslocação a Nariz.
Equilíbrio prevê-se na BARC – Requeixo e no Eirolense – Bom Sucesso. O Águas Boas tem boas possibilidades de somar os três pontos na Carregosa, numa jornada em que o Mamarrosa folga.

SÉRIE D. 1-Mealhada e Calvão, os dois primeiros classificados, não tiveram a mínima dificuldade em vencer fora. O líder venceu em Parada de Cima o CRAC, enquanto os vaguenses venceram no Carqueijo.
O Couvelha mostrou mais uma vez em casa a sua irregularidade e perdeu com o Luso. O Famalicão não teve problemas para derrotar o Ribeira/Azenha, assim como o Aguinense no outro derby concelhio com o Paredes do Bairro. A jornada pendeu claramente para as equipas que jogaram fora. O Benfica e Arinhos venceu em VN Monsarros.
2-Se na ronda anterior, os visitantes estiveram em plano de destaque, acreditamos que na próxima jornada os visitados tenham clara supremacia. O Mealhada recebe o Couvelha. Os visitantes têm estado melhor fora, mas o líder respira confiança, como o Calvão, que é favorito na recepção ao Antes.
Caso o Mealhada vença, e como o Calvão folga na última jornada, a equipa mealhadense junta-se a Carregosense, Ovarense e Oiã como campeã de série.
Bom jogo em perspectiva, o Luso – Aguinense, assim como o derby Paredes do Bairro – Famalicão.
Divisão de pontos é o nosso prognóstico para o Benfica e Arinhos – CRAC. O Ribeira/Azenha, caso queira subir uns degraus na classificação, terá que ganhar em casa ao Carqueijo. O VN Monsarros folga.
Manuel Zappa