1-Todos ficaram em branco e, como tal, a duas jornadas para o fim do campeonato, tudo ficou mais complicado nas contas da manutenção.
A LAAC perdeu em Santa Maria de Lamas, e o Mourisquense em Sanguedo. A equipa de Aguada de Cima, que ainda espera ganhar pontos na secretaria sobre o protesto do jogo com o Sanguedo, é a que está em piores condições, ao contrário dos Pilatos, que podem garantir a manutenção na próxima jornada.
O Fermentelos sofreu a terceira derrota consecutiva, a segunda em casa, frente ao S. Roque, enquanto o Águeda não teve argumentos na casa do candidato Bustelo, que continua na peugada do líder Alba.
2-O actual 2.º classificado joga em Aguada de Cima. Missão complicada para a LAAC. O Bustelo também não pode perder pontos, portanto um jogo de alto risco para as duas equipas.
O Mourisquense recebe o vizinho Fermentelos. Um derby sempre com características especiais, ainda mais quando os locais precisam de pontos para se manterem no escalão principal.
O Águeda fará a recepção ao tranquilo Paivense e tem boas condições para se despedir dos seus adeptos com uma vitória.

II DIVISÃO

SÉRIE C. 1-Com muitas dificuldades pelo meio, o Oiã conseguiu chegar ao final da primeira fase só com vitórias. No derby com o Troviscalense, os oianenses somaram o 24.º triunfo. Agora segue-se a luta pelo título de campeão.
O Bustos fechou o campeonato em grande ao golear em Aradas o Bom Sucesso. O Águas Boas ganhou em casa ao Nariz e terminou em sexto lugar, atrás do Requeixo que empatou em casa com o Mamarrosa e do Gafanha D’ Aquém que não teve dificuldades para derrotar a BARC.
Em casa, o Sosense cumpriu a sua obrigação e venceu o Carregosa.

SÉRIE D.1-Com tudo decidido, o Mealhada, que está de regresso à 1.ª Divisão, empatou a três golos no reduto do Aguinense.
Em casa, o Famalicão perdeu excelente oportunidade para assumir o 3.º lugar, mas no confronto directo com o Luso, os homens das águas levaram a melhor.
O Couvelha, que revelou algumas dificuldades em casa ao longo da época, despediu-se com uma vitória magra sobre o Benfica e Arinhos e fechou o campeonato na 6.ª posição.
Sem surpresas, o CRAC não teve a mínima dificuldade para derrotar em casa o lanterna vermelha, o VN Monsarros. Pelo mesmo resultado (3-1), o Carqueijo bateu o Paredes do Bairro.
Num jogo entre equipas que ficaram longe do esperado, nomeadamente o Ribeira/Azenha, a equipa de Jorge Rameiras empatou em Antes.
Terminada a fase regular da 2.ª Divisão, agora as atenções viram-se para o título de campeão, com Carregosense, Ovarense, Oiã e Mealhada.
Manuel Zappa