O secretário de Estado da Saúde, Óscar Gaspar, afirmou, ontem, que a localização e o tipo do novo hospital em Aveiro, que irá substituir a actual unidade com mais de 30 anos, deverão ser anunciados até Setembro.

“Continuamos a desenvolver trabalhos preparatórios em relação ao perfil do próprio hospital e algum diálogo com algumas instituições sobre a sua localização”, disse o governante aos jornalistas em declarações à margem das comemorações dos 34 anos do Hospital Infante D. Pedro, como hospital distrital.

A construção de um novo hospital em Aveiro, que irá servir uma população a rondar os 350 mil habitantes, é uma aspiração antiga das autoridades locais, tendo em conta as dificuldades na resposta aos utentes que a atual unidade enfrenta.

Óscar Gaspar referiu-se ainda ao processo de criação de um centro hospitalar envolvendo os hospitais de Aveiro, Águeda e Estarreja, adiantando que a iniciativa poderá ser uma realidade até ao final do ano.

Segundo o membro do Governo, o grupo que foi constituído para realizar os estudos prévios e promover as diligências necessárias à definição e operacionalização deste projecto deverá concluir o seu trabalho até ao dia 12 de junho.

O secretário de Estado da Saúde destacou ainda algumas obras que vão decorrer este ano no Hospital de Aveiro, nas áreas de Cirurgia de Ambulatório, Esterilização, Imagiologia, Bloco Operatório e remodelação do Serviço de Oftalmologia.

Tratam-se de obras financiadas parcialmente pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), num investimento total superior a 10 milhões de euros, e que, segundo o mesmo responsável, “vão modernizar o hospital e dar melhores condições de atendimento aos cidadãos”.

Óscar Gaspar defendeu ainda que o hospital Infante D. Pedro, pela sua diferenciação e escala, deve ultrapassar os constrangimentos financeiros que teve nos anos mais recentes, admitindo que 2011 poderá ser “um ponto de viragem” nesse sentido.