O Instituto de Meteorologia (IM) colocou hoje sete distritos e o arquipélago da Madeira sob aviso amarelo devido à persistência de temperaturas elevadas.

Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria e Santarém são os distritos que estão com o aviso amarelo ativo, o segundo de uma escala de quatro, que representa situações de risco para a realização de determinadas actividades dependentes das condições meteorológicas.

Segundo as informações disponibilizadas no “site” do IM, as temperaturas máximas previstas para os sete distritos serão superiores aos 30 graus Celsius, com Braga a chegar aos 36º, Porto aos 34º e os restantes a registarem 32º.

Também devido às temperaturas elevadas, a Direcção-Geral da Saúde colocou o distrito de Santarém sob alerta amarelo, o segundo de uma escala de três, o que significa que as temperaturas elevadas poderão provocar efeitos na saúde.

No resto do país, o IM prevê a continuação de tempo quente, com Faro a registar 29º e Lisboa 32º.

O aviso amarelo está também activo no arquipélago da Madeira, com o IM a prever que o Funchal registe 28º durante o dia de hoje, uma temperatura considerada elevada para a média habitualmente registada naquela região.

Para hoje, as previsões meteorológicas são de céu pouco nublado ou limpo, tornando-se temporariamente muito nublado na região sul, existindo a possibilidade de ocorrência de aguaceiros e trovoada.

O vento será fraco a moderado (10 a 25 km/h) do quadrante leste, soprando temporariamente moderado a forte (25 a 40 km/h), com rajadas até 65 km/h, nas terras altas das regiões norte e centro, até ao final da manhã.

Relativamente ao estado do mar, na costa ocidental, as ondas serão de noroeste com um a 1,5 metros e com a água do mar a registar uma temperatura que poderá variar entre os 18º e os 19º.

Na costa sul, as ondas serão de sueste, com um a 1,5 metros de altura e com a temperatura da água do mar a atingir 22º a 23º.

O IM alerta ainda para os elevados índices de raios Ultra-Violeta (UV) no Funchal, que se apresenta hoje no nível “Muito Alto”, o segundo mais grave de uma escala de cinco.

Nesse sentido, o IM adverte para a necessidade das populações utilizarem óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protector solar, assim como evitar a exposição das crianças ao Sol.

Os restantes pontos do país estão no nível alto, o terceiro, cujas recomendações são idênticas ao nível seguinte, embora não seja necessário evitar a exposição das crianças aos raios solares.