1-O Oliveira do Bairro e o Pampilhosa entraram com o pé esquerdo nas provas oficiais, neste caso na 1.ª eliminatória da Taça de Portugal.
Os Falcões do Cértima na estreia como treinador Carlos Miguel não conseguiram partir a louça nas Caldas da Rainha. A equipa não se encontrou na primeira parte, teve outra atitude no segundo tempo, forçou o prolongamento, mas o Caldas defendeu bem.
Os ferroviários perderam em Odivelas pela margem mínima.
O Anadia, ao vencer em casa a AD Oliveirense, é o único sobrevivente da prova rainha do futebol português, num jogo em que o resultado foi melhor do que a exibição.
2-No próximo domingo começa o campeonato. O Anadia recebe o SP. Espinho. Para a Taça, os espinhenses só venceram o Sesimbra na lotaria das grandes penalidades, mas a equipa de António Jesus tem argumentos para fazer muito melhor, e tudo fará para levar para casa pontos.
O Pampilhosa volta a jogar fora, em Pombal, contra uma equipa que está de regresso à 2.ª Divisão, e que para a Taça deu água pela barba (perdeu 3-2) no reduto do Operário dos Açores.
Doze anos depois, o Oliveira do Bairro volta a sentir as sensações da 3.ª Divisão. Os bairradinos jogam na Tocha e, com a praia ao lado, não pretendem ir a banhos. Carlos Miguel terá que alterar algumas coisas que não estiveram bem nas Caldas da Rainha caso queira entrar com o pé direito numa competição em que apostou na subida de divisão.
Em suma, trata-se de uma jornada complicada para as três equipas.

Manuel Zappa