Todo o território continental, com excepção de Évora e Santarém, está hoje sob aviso amarelo devido às previsões de vento forte, enquanto que o arquipélago dos Açores, com o mesmo aviso, está sob influência da chuva e aguaceiros.

De acordo com as previsões do Instituto de Meteorologia (IM), o dia de hoje será marcado por períodos de céu muito nublado no território continental, sobretudo na região norte durante a manhã, com a nebulosidade a diminuir a partir da tarde.

Os aguaceiros irão marcar presença, em especial nas regiões norte e centro, os quais assumirão a forma de neve nos pontos acima dos 600/800 metros, diminuindo de intensidade e frequência a partir da tarde.

O vento soprará fraco a moderado (10 a 35 km/h) de noroeste, sendo forte (35 a 55 km/h) com rajadas na ordem dos 90 km/h no litoral e diminuindo de intensidade a partir da tarde. Nas terras altas, porém, será forte a muito forte (45 a 60 km/h) de noroeste e com rajadas que poderão atingir os 90 km/h, diminuindo de intensidade no final do dia.

Toda a costa portuguesa está igualmente sob aviso amarelo como resultado da agitação marítima, com a costa ocidental a norte do Cabo Carvoeiro a ter ondas de noroeste com 3,5 a cinco metros, as quais diminuirão para os dois ou três metros. A sul desse ponto, as ondas serão de noroeste com quatro a 5,5 metros, diminuindo depois para os dois ou três metros, enquanto que na costa sul serão de sudoeste com 3,5 a cinco metros, passando depois para um a dois metros de altura.

Entretanto, segundo o site oficial da Marinha Portuguesa, as barras da Figueira da Foz e de Faro encontram-se condicionadas, enquanto que a do Alvor está já encerrada.

No arquipélago dos Açores, igualmente sob aviso amarelo como resultado das chuva forte que se fará sentir, as previsões são de céu geralmente muito nublado, períodos de chuva – que será por vezes forte, apesar de passar a aguaceiros -, e vento sul forte (40/65 km/h), com rajadas que poderão chegar aos 80 Km/h.

Quanto ao estado do mar, este será grosso, com ondas que poderão chegar aos quatro metros de altura.

O arquipélago da Madeira, por sua vez, apresenta unicamente aviso amarelo relativamente à agitação marítima, com a costa norte a apresentar ondas de noroeste com três a quatro metros, as quais passarão a ondas norte, com dois a três metros de altura. Na costa sul serão de sudoeste com dois a três metros, diminuindo depois para um a 1,5 metros.

O aviso amarelo, o menos grave de uma escala de três, significa situação de risco para a realização de determinadas actividades dependentes das condições meteorológicas.

O IM alerta ainda para uma descida da temperatura, prevendo que os termómetros registem, de máxima, 12 graus Celsius no Porto e em Lisboa, 15º em Faro, 18º em Ponta Delgada e 21º no Funchal.