Valonguense, que derrotou na lotaria das grandes penalidades, o S. Roque, por 7-6, e o Estarreja que venceu o Mourisquense por 1-0, são os finalistas da Taça do Distrito.
As três equipas do concelho de Águeda têm jogos decisivos na luta pelos seus objectivos.
O Águeda, que ainda não atirou a toalha ao chão na luta pela subida aos nacionais, joga no reduto do tranquilo União de Lamas. Está obrigado a ganhar para continuar a pressionar Sanjoanense, Valecambrense e Estarreja.
Em casa, o Mourisquense joga com o S. Roque, duas equipas que estão no limite da classificação, isto se descerem três equipas do Nacional da 3.ª Divisão aos distritais. A equipa da Mourisca tem mais três pontos e, caso vença, garante praticamente a manutenção.
Matematicamente, o Fermentelos ainda não desceu, mas a sua tarefa parece-nos quase impossível, pois estão 15 pontos em disputa para o sétimo, o Mourisquense, caso desçam seis clubes, é de 14 pontos.
Na recepção ao Paivense, os Leões da Pateira só têm um caminho, que é ganhar para continuarem a alimentar a esperança da manutenção. O Oiã joga na Gafanha em mais uma partida para cumprir calendário e tentar perder por poucos.
Em casa, o Mealhada tem um osso duro de roer com a visita do 2.º classificado, o Valecambrense. Os bairradinos tudo farão para contrariar o favoritismo da equipa de Vale de Cambra.

II DIVISÃO

SÉRIE C.1-Em Arinhos, no campo das Areias, o Águas Boas não meteu areia na sua engrenagem e venceu pela diferença mínima o Benfica local, segurando a liderança, logo atrás do Famalicão, que trouxe da Mamarrosa uma goleada das antigas (1-6).
Quem perdeu terreno para os dois primeiros foi a LAAC, que encalhou no Carqueijo. A equipa de Aguada de Cima está agora a 6 pontos do primeiro e a 5 do segundo, algo longe da 2.ª posição que dá acesso à Liguilha.
Ao golear (6-1) na Azenha, o Calvão ficou mais perto do 3.º lugar, mais longe do primeiro classificado.
O Couvelha não teve problemas em vencer em casa o VN Monsarros, enquanto o Troviscalense, depois de vencer a meio da semana em casa o Aguinense por 3-1, em jogo antecipado, somou a 5.ª vitória consecutiva, ao vencer no terreno do CRAC.
Num jogo cheio de golos, o Aguinense venceu em casa o Bustos, desiderato idêntico para o Carregosa na recepção ao Paredes do Bairro.
Antes e Luso dividiram os pontos.
2-Aparentemente, Águas Boas e Famalicão não deverão ter problemas de maior. Ambos jogam em casa contra adversários mal posicionados na tabela, Antes e Ribeira/Azenha, respectivamente.
Em casa, a LAAC terá que ter algumas cautelas caso queira regressar às vitórias diante do tranquilo Couvelha.
No derby vaguense, o Calvão, em casa, conta com mais argumentos do que o Carregosa e é favorito, ao contrário do derby mealhadense entre Luso e Carqueijo, com as duas equipas separadas por dois pontos.
O Bustos fará a recepção ao Antes e tem tudo para regressar aos triunfos. O Paredes do Bairro, que está há 10 jogos sem ganhar, recebe o CRAC e tem boas perspectivas de voltar a saborear os três pontos.
O factor casa poderá ser determinante no jogo VN Monsarros – Mamarrosa.

SÉRIE B.1-O Nariz perdeu em casa (0-5) com o Beira Vouga, 2.º classificado. Melhor não fez o Sosense, que também baqueou em casa diante do Rocas do Vouga.
2- O Sosense joga na casa do tranquilo NEGE e o Nariz no terreno do Rocas do Vouga. Não se avizinham jogos fáceis para as duas formações.