O Águas Boas voltou a ser goleado, desta vez no reduto do Milheiroense, ficou sozinho no último lugar, em virtude do empate do Rio Meão em Macinhata, e já encaixou 50 golos. A uma jornada para o final da primeira volta, a permanência no principal escalão parece ser uma miragem.
O Macinhatense, com o empate caseiro, perdeu uma boa possibilidade de fugir aos últimos lugares, situação quase idêntica para o Mealhada, que perdeu em casa diante do Paivense.
O Mourisquense ganhou novo fôlego ao vencer em casa o S. Roque, tendo subido dois lugares na classificação.
Face aos resultados dos primeiros classificados, o Águeda, ao empatar no terreno do Carregosense, perdeu a hipótese de ascender ao 2.º lugar.
2-As atenções da última jornada da primeira volta estão centralizadas no dérbi concelhio entre Águeda e Mourisquense. Apesar dos Galos estarem melhor posicionados, trata-se de um jogo onde não há favoritos.
O Águas Boas fará a receção ao Paços de Brandão. A tranquilidade dos forasteiros poderá fazer a diferença.
O Mealhada não terá tarefa fácil na Gafanha dado o bom campeonato do conjunto de José Alexandre, sucendo o mesmo ao Macinhatense na deslocação ao terreno do Paivense.

II DIVISÃO

SÉRIE C.1-A LAAC não desperdiçou o fator casa e venceu o Gafanha D’ Aquém, mantendo um ponto de avanço sobre o Fermentelos, que foi a Aradas golear o Bom Sucesso. O Oiã também não ficou atrás e deu chapa cinco em casa ao Nariz. Ao empatar no Requeixo, o Valonguense perdeu terreno para os da frente, numa luta que parece confinada à LAAC, Fermentelos e Oiã.
Em casa, Troviscalense e Bustos não entraram bem no ano. O primeiro empatou com o Sosense, o segundo foi surpreendido pelo Oliveirinha.
2-Domingo arranca a 2.ª volta. A LAAC recebe o Nariz e, pela classificação do seu opositor, apenas conquistou um ponto, tem quase via verde para a vitória.
O mesmo se aplica ao Oiã na receção ao Oliveirinha, embora aqui os comandados por José Carlos Tentativa não possam desprezar o adversário. O Fermentelos joga na casa do Requeixo, num jogo que se afigura difícil para a equipa de Mico.
O Valonguense visita o Troviscalense. Empate em perspetiva!
De novo em casa, o Bustos não deverá oscilar perante o Carregosa.
O Bom Sucesso deverá trilhar o caminho das vitórias em casa diante do Gafanha D’ Aquém, numa jornada em que o Sosense folga.

SÉRIE D.1-Irrepreensível a caminhada do Famalicão ao somar a 8.ª vitória consecutiva, tendo aplicado chapa cinco no reduto do vizinho Couvelha.
No dérbi vaguense, o Calvão ganhou por esclarecedores 3-0 ao CRAC e subiu ao 2.º lugar. O Carqueijo, ao ganhar no Luso, manteve a 4.ª posição. Logo atrás aparece o Paredes do Bairro, que não teve problemas para vencer em casa o Aguinense.
A surpresa veio de VN Monsarros, onde a equipa da casa perdeu com o Ribeira/Azenha, enquanto o Mamarrosa levou a melhor sobre o Benfica e Arinhos, que ficou sozinho no último lugar.
2-Pela boa campanha das duas equipas, o dérbi Famalicão – Paredes do Bairro tem tudo para ser um bom espetáculo, num jogo de resultado imprevisível.
O Calvão terá que ser igual a si próprio na casa do Aguinense. O CRAC, por jogar em casa, leva alguma vantagem sobre o VN Monsarros. O Carqueijo é bem capaz de causar estragos na visita a Azenha.
O Mamarrosa volta a jogar em casa diante do Luso e tudo fará para não desperdiçar o fator casa. O Couvelha joga em Arinhos e tem boas hipóteses de regressar às vitórias três jogos depois.