O Águas Boas foi eliminado em casa pelo Soutense em jogo da 4.ª eliminatória da Taça do Distrito. Acaba assim o percurso de uma equipa que continua muito abaixo daquilo que mostrou na época passada. Em casa, o Macinhatense, depois de um nulo, conseguiu despachar o Carregosense na lotaria das grandes penalidades. Fiães e Gafanha também seguem na prova.

I DIVISÃO

1-Depois da taça, o Águas Boas volta a jogar diante dos seus adeptos. A equipa canarinha, que continua mergulhada no último lugar e a 13 pontos da primeira equipa a não descer, fará a receção ao Gafanha, equipa que atravessa uma fase menos boa, pois já não vence há seis jogos, adiando, mais uma vez, o desejado regresso aos nacionais.
E num jogo em que as duas equipas não estão bem no campeonato, quem cometer menos erros poderá chamar a si o triunfo.
O Águeda, 6.º classificado, recebe o líder Estarreja, que conta com mais 17 pontos. A única via para os Galos é lutar pelo 2.º lugar, posição que nos últimos anos tem dado acesso ao Nacional da 3.ª Divisão. O adversário, que apenas perdeu uma vez, à partida, tem mais argumentos, situação que a formação de Fernando Pereira terá que contrariar para alcançar um resultado positivo.
O Mealhada joga em S. Roque. Ambas as equipas estão mal classificadas e separadas apenas por dois pontos, com vantagem para a formação do concelho de Oliveira de Azeméis. A maior responsabilidade do jogo está do lado dos bairradinos.
O Mourisquense recebe o quarto da geral, o Milheiroense, num jogo que se antevê complicado para os Pilatos, onde o empate é o cenário mais plausível. O Macinhatense joga em Fiães, que na ronda anterior derrotou a equipa da Mourisca. Será que o cenário se repetirá?

II DIVISÃO

SÉRIE C.1-O Fermentelos tem boas condições para reforçar a liderança, visto que a LAAC, que tem menos um ponto, folga nesta jornada. Os Pimpões jogam na Gafanha D’ Aquém, uma das poucas equipas que roubou pontos à equipa de Mico, e à partida nada de anormal se passará.
O Oiã joga em casa com o Bom Sucesso. O favoritismo pertence aos oianenses que, em caso de vitória, alcançam a LAAC no 2.º lugar.
À partida, o Valonguense não desperdiçará pontos em Nariz.
Na luta pelo 5.º lugar, a Oliveirinha, para já, leva vantagem. A equipa recebe o Sosense e tem boas condições para não desperdiçar o fator casa, até porque joga em campo relvado.
À espreita continua o Bustos, que recebe o Requeixo, que também está na luta. A diferença entre os três clubes é de quatro pontos. Jogo crucial para a equipa de Nuno Ferreira. No Carregosa – Troviscalense prevê-se um jogo equilibrado.

SÉRIE D.1-A quatro jornadas para o final do campeonato, o líder Calvão (ainda não perdeu pontos em casa) recebe o Paredes do Bairro, num jogo em que os vaguenses terão que ser iguais a si próprios para não serem surpreendidos.
O Famalicão, 2.º classificado, joga na casa do quarto, o CRAC. Três pontos separam as duas equipas. Os famalicenses estão proibidos de perder, sob pena de perderem de vez o comboio da luta pela subida. Jogo para tripla.
O Carqueijo, que ainda sonha (3.º lugar, a cinco pontos do líder), joga em casa com o Mamarrosa e é favorito à conquista dos três pontos.
No dérbi concelhio entre VN Monsarros – Couvelha, o primeiro leva uma pequena vantagem, até porque ainda sonha chegar ao 5.º lugar.
O Ribeira/Azenha é anfitrião do Benfica e Arinhos. A vitória deverá ficar em casa. Mais equilibrado poderá ser o Luso – Aguinense.