A vitória esteve tão perto, mas um erro da equipa de arbitragem desvirtuou o resultado, ao validar um golo onde a bola não entrou totalmente na baliza. Foi o que aconteceu ao Oliveira do Bairro na casa de outro candidato à subida, o Alba, num jogo em que os bairradinos foram melhores em vários períodos.
Com o empate verificado, o Oliveira do Bairro voltou ao 2.º lugar, desta vez isolado, com a Sanjoanense a ocupar a liderança.
O Famalicão, dois meses depois, conquistou a segunda vitória. A proeza aconteceu no terreno do Gafanha, que até ao momento só tinha perdido dois pontos em casa e é um dos candidatos à subida.
Depois da derrota caseira há oito dias, o Águeda, de novo em casa, tirou a barriga de misérias e despachou o Canedo com 7 golos sem resposta.
O Valonguense deu um ar da sua graça e foi à Mealhada vencer a equipa local, enquanto o Mourisquense não desperdiçou o fator casa e derrotou o Soutense.

II DIVISÃO

SÉRIE C.1-Nada de novo entre os cinco primeiros classificados. O líder Oiã venceu em casa o Ribeira/Azenha com tudo a ficar decidido nos primeiros 15 minutos. A máquina de fazer jogos esteve de novo presente no Fermentelos que, em casa, venceu com uma mão cheia de golos o Mamarrosa.
A LAAC continua na peugada aos dois primeiros, tendo vencido em Águas Boas.
O Calvão também não desarma e ganhou com relativa facilidade ao Antes, tal como o Luso (5.º lugar) no terreno do Sosense.
No dérbi concelhio, Aguinense e Couvelha dividiram os pontos, acontecendo o mesmo no Paredes do Bairro – Carqueijo.
Em Parada de Cima, o VN Monsarros esbarrou num CRAC inspirado e trouxe cinco golos na bagagem.

TAÇA DO DISTRITO

1-No próximo domingo, os principais campeonatos da AFA sofrem uma paragem para dar lugar à 3.ª eliminatória da Taça Distrito de Aveiro. As equipas bairradinas ainda em prova, jogam quase todas fora. O Oiã desloca-se ao Furadouro para defrontar a equipa local, atual 9.º classificado da Série B da 2.ª Divisão. Em casa, para o campeonato, os vareiros só perderam uma vez e, na ronda anterior, eliminaram no seu reduto o Canedo, do principal escalão.
Os bairradinos atravessam um bom momento, são líderes na sua série e, caso não desrespeitem o adversário, têm todas as condições de passarem a eliminatória.
O Famalicão joga no terreno do Carregosense, equipa do mesmo campeonato. As duas equipas já se defrontaram na Carregosa com vitória para os locais (2-0). Jogo complicado para os bairradinos.
O Couvelha também não teve muita sorte com o sorteio, pois joga na casa do Milheiroense, da 1.ª Divisão. A equipa bairradina vai tentar contrariar o favoritismo dos locais. Tem tudo a ganhar e nada a perder, pois o seu adversário tem outros argumentos.
Também fora e também com um adversário primodivisionário, o Paivense, a LAAC não terá pela frente uma tarefa fácil, mas tem todas as condições para discutir a eliminatória até ao último segundo.
À partida, Mealhada e Águeda não terão problemas de maior, mesmo jogando fora. O primeiro contra o Alvarenga, o segundo frente ao Valecambrense, adversários que competem nas séries B e A, respetivamente.
O Macinhatense recebe o Fiães. A equipa de Artur Rabiça tem tudo para dar réplica condigna ao seu opositor. Outra equipa do concelho de Águeda, o Mourisquense, fará a receção à Sanjoanense. As duas equipas jogaram no mesmo local a 29 de dezembro, com vitória (3-0) esclarecedora para a formação de São João da Madeira. Será que a história se repete?
Jogos completos: Valecambrense – Águeda. Alvarenga – Mealhada. Furadouro – Oiã. Sanguedo – Esmoriz. Mourisquense – Sanjoanense. Paivense – LAAC. Macinhatense – Fiães. Carregosense – Famalicão. Milheiroense – Couvelha e Beira Ria – Alba.
O Soutense ficou isento.