Frente a um Calvão com a lição bem estudada e com muita crença em todos os processos de jogo, o Oliveira do Bairro empatou pela primeira vez em casa, cedendo assim os primeiros pontos.
A perda de dois pontos valeu-lhe também a perda da liderança, para o Águeda, que venceu em Avanca no período dos descontos. Os Galos têm agora dois pontos de avanço para Oliveira do Bairro e Fiães, numa jornada em que o Espinho ficou um pouco para trás, ao perder no reduto do Valonguense, a grande surpresa da ronda, pois os canarinhos vinham de seis derrotas consecutivas.
Em Cucujães, o Famalicão desperdiçou uma vantagem de dois golos e empatou. Os bairradinos mereciam mais.
2-Domingo todos os caminhos vão dar a Águeda. O Recreio recebe o rival Oliveira do Bairro, duas equipas que têm protagonizado luta acesa pela liderança. Em caso de vitória, os Galos ficam com uma vantagem de cinco pontos para o seu vizinho, num jogo que promete, que se prevê intenso e onde as duas equipas querem ganhar. O resultado será uma incógnita. Quem revelar menos ansiedade poderá tirar partido disso mesmo.
Em casa, o Famalicão, frente a um adversário da sua igualha, o Valonguense, tem boas hipóteses de somar os três pontos e trepar alguns lugares na classificação.
O mesmo se aplica ao Calvão na receção ao São Roque, último classificado. Favoritismo calvonense.

II DIVISÃO

SÉRIE B. 1-O Oiã tem sido uma máquina trituradora fora de casa. Cinco jogos, outras tantas vitórias, a última no Furadouro e a manutenção da liderança, com mais dois pontos do Mourisquense, que não teve dificuldades em vencer na casa da Ovarense.
Em casa, diante do candidato Beira-Mar, o Fermentelos registou a quarta derrota consecutiva.
Com alguma surpresa, o Macinhatense dividiu os pontos em casa frente ao Rocas do Vouga.
2-Frente ao último classificado, o Requeixo, ainda sem qualquer triunfo, o Oiã tem tudo para ganhar e manter-se firme na liderança.
O Mourisquense recebe o Macinhatense, num dérbi onde tudo pode acontecer.
O Fermentelos joga no terreno do Macieira de Cambra e é bem capaz de quebrar o jejum de quatro jogos sem ganhar.

SÉRIE C. 1-O Mealhada continua a passear. Mais uma vitória, a 10.ª, em casa, frente ao Couvelha, e oito pontos de vantagem para o segundo classificado, agora o Anadia B, que destronou o Águas Boas na casa deste. Os canarinhos desceram para o quarto lugar.
Num jogo recheado de golos, a Juve Force venceu em casa o Mamarrosa por 6-5.
A LAAC, que ainda não perdeu, continua a recuperar na tabela, depois da vitória sobre o CRAC.
O Luso despachou o Aguinense com uma mão cheia de golos e o Santo André também não desperdiçou o fator casa ao impor-se ao VN Monsarros.
O Ribeira/Azenha foi surpreendido em casa pelo Antes, enquanto o Paredes do Bairro, também em casa, voltou a perder (Sosense), sendo a única equipa que ainda não conheceu o sabor da vitória.
2-Praticamente no mesmo campo, o Mealhada joga com o vizinho Carqueijo. O jogo será difícil, mas a vitória não lhe deve escapar.
Interessante será o Anadia B – LAAC. Poderá ser posta à prova a invencibilidade dos aguadenses, num jogo de prognóstico reservado. A Juve Force joga em Couvelha e não a espera um jogo fácil.
O Águas Boas, no terreno do Aguinense, poderá aproveitar a irregularidade dos guinatos para voltar aos bons resultados.
Em casa, diante do Santo André, o Mamarrosa tudo fará para regressar às vitórias. O VN Monsarros, também em casa, pensa o mesmo, mas o Luso é um adversário capaz de surpreender.
De regresso a casa, o Sosense pretenderá dar sequência ao triunfo em Paredes e vencer o Ribeira/Azenha. Pelo desempenho do Paredes do Bairro, o CRAC é favorito. O Antes folga nesta jornada.