Nos últimos três jogos, o Oliveira do Bairro apenas somou um ponto, em casa, com o Calvão. Depois da derrota em Águeda, novo percalço em casa, com a derrota diante do Alba, que conduziu a equipa para o quarto lugar, naquele que é o período menos positivo dos bairradinos no campeonato.
O Águeda não teve dificuldades em conservar a liderança depois da vitória tranquila no reduto do São Roque. O Famalicão, frente ao Fiães, averbou a segunda derrota consecutiva em casa.
Fora de casa, o Calvão perdeu no terreno do Cucujães.
Em grande está o Valonguense, que somou a terceira vitória consecutiva, agora em casa, frente ao Paivense e está no meio da tabela.
2-O Oliveira do Bairro tem mais um teste complicado na casa do União de Lamas. As duas equipas partem com os mesmos pontos e neste jogo vai ver-se de novo a capacidade de resposta da equipa de Nuno Pedro, se é ou não candidata à subida de divisão. Jogo de tripla.
Em casa, o Águeda joga com o Cucujães, adversário sempre incómodo, mas o bom momento dos Galos confere-lhe o maior bolo de favoritismo.
Num jogo entre duas equipas que lutam pela manutenção, o Calvão não pode desperdiçar o fator casa diante do Famalicão ferido no orgulho após duas derrotas em casa. Jogo equilibrado.
O Valonguense, em Fiães, onde mora o segundo classificado, não terá tarefa fácil. Este é um daqueles jogos em que os canarinhos não terão nada a perder, pois a maior responsabilidade é dos locais.

II DIVISÃO

SÉRIE B. 1-Com maior ou menor dificuldade, os três primeiros ganharam. O Mourisquense no terreno do Rocas do Vouga; o Oiã no reduto da Ovarense, que até esteve a perder, deu a volta ao resultado no último minuto e o Beira-Mar passou no Requeixo.
O Fermentelos não desperdiçou o fator casa e venceu o Pinheirense, enquanto o Macinhatense foi surpreendido em casa pelo S. Vicente Pereira, que já e quarto da geral.
2-Com o Mourisquense de folga, o Oiã pode reassumir a liderança, desde que vença em casa o Macinhatense.
O Fermentelos joga em Frossos frente ao Beira-Vouga, que já não perde há seis jogos. Jogo complicado para os Pimpões.

SÉRIE C. 1-Com o Mealhada de folga e com a vitória do Anadia B em Paredes do Bairro, a diferença para as duas equipas ficou em cinco pontos, ainda uma boa margem para a equipa de Luís Simões.
A Juve Force, terceira classificada, foi surpreendida em casa pelo Carqueijo. O Águas Boas, que venceu em casa o VN Monsarros (já sem o treinador Alexandre Santos), aproximou-se dessa posição.
Quem ficou mais longe foi a LAAC, que perdeu com o Aguinense. O Mamarrosa também perdeu, no Luso, tendo acabado o jogo com oito jogadores.
O Ribeira/Azenha foi goleado em casa pelo CRAC.
Pelo mesmo resultado (1-1), Santo André – Couvelha e Antes – Sosense, dividiram os pontos.
2-O Mealhada recebe a Juve Force. Em caso de vitória, os locais deixam ainda mais para trás a equipa de Ponte de Vagos.
Em casa, o Anadia B não deverá ter problemas de maior para vencer o Ribeira/Azenha, assim como o Aguinense na receção ao Paredes do Bairro.
O Mamarrosa, que não vence há seis jogos, recebe o Águas Boas, num dérbi que promete. Os canarinhos estão melhores, mas, por vezes, isso nada significa.
A LAAC viaja até VN Monsarros onde mora um adversário apenas com três pontos, o que poderá significar mais perda de pontos para a formação do concelho de Anadia.
O Couvelha, que continua sem acertar o passo, é anfitrião do Luso, num jogo que se prevê equilibrado. Mais um empate para a equipa de Rui Costa?
Atuando em casa, o CRAC poderá ter boas chances de vencer o Antes. O empate não é de descurar, pois as duas equipas são reis dos empates (5), numa jornada em que o Sosense folga.