Se o Águeda tinha perdido pontos em casa com o São João de Ver, a equipa do concelho de Santa Maria da Feira fez o mesmo na casa do Sp. Espinho e, face à vitória dos Galos no terreno do Milheiroense, a equipa de Augusto Semedo aumentou a vantagem para o seu principal rival na luta pela subida de divisão, agora de três pontos.
Quem ficou fora dessas contas foi o Fiães, que perdeu no reduto do Oliveira do Bairro. Os Falcões estiveram a perder, mas ainda na primeira parte deram a volta ao resultado e mantiveram o 6.º lugar.
Num jogo recheado de golos, o Famalicão empatou a três no reduto do São Roque, um resultado que não serviu aos locais, praticamente condenados à descida, e não de todo aos bairradinos.
O Valonguense alcançou excelente vitória em casa frente ao Cucujães e ficou a respirar um pouco melhor, o que não acontece com o Calvão que voltou a perder, desta vez em Avanca e já não tem hipóteses de salvação.
2-Em fim de semana de aniversário, o Águeda recebe, este sábado, o Avanca, num jogo em que os Galos tudo farão para dar uma prenda aos seus adeptos, dando assim mais um passo rumo ao Campeonato de Portugal.
O Oliveira do Bairro joga em Calvão onde mora uma equipa destroçada e que não deverá dar grande resistência a um adversário que atravessa um bom momento.
Em casa, o Famalicão joga importante cartada rumo à manutenção frente ao Cucujães, capaz do melhor e do pior. Só a vitória interessa aos bairradinos.
O Valonguense joga em Espinho. O seu antagonista não pode perder mais pontos para o Águeda, por isso os canarinhos vão ter uma missão bastante difícil, mas não impossível.

II DIVISÃO

SÉRIE B. 1-O Mourisquense cumpriu a sua missão, ao vencer em casa a Ovarense e ganhou pontos aos seus adversários, principalmente ao Vista Alegre, que perdeu em Pinheiro da Bemposta. O Beira-Mar derrotou em casa o Fermentelos, que deu boa réplica e, com estes resultados, os Pilatos ficaram com oito pontos de avanço sobre aquele duo.
O Oiã foi surpreendido em casa pelo Furadouro e ficou mais longe do segundo lugar, enquanto o Macinhatense venceu em Rocas do Vouga e ultrapassou o Fermentelos na sexta posição.
2-O grande jogo é sem dúvida o Macinhatense – Mourisquense. Um dérbi concelhio de resultado imprevisível.
O Oiã, em Requeixo, e o Fermentelos em casa diante do Macieira de Cambra, são favoritos.

SÉRIE C.1-O Mealhada deu chapa 11 em Couvelha e ultrapassou a centena de golos e está cada vez mais perto da subida à primeira.
Num jogo intenso, o Anadia B venceu em casa o Águas Boas. Na luta pelo terceiro lugar, a Juve Force deu um passo importante ao empatar na casa do Mamarrosa.
O Sosense goleou o Paredes do Bairro e, nos restantes jogos, a igualdade foi a nota dominante. O Aguinense empatou (primeiro empate) a três golos em casa com o Luso; VN Monsarros a uma bola com o Santo André, sucedendo o mesmo no Antes – Ribeira/Azenha e CRAC – LAAC.
2-Apesar de se tratar de um dérbi, o Mealhada deverá levar a melhor sobre o Carqueijo. O Anadia B, no reduto da LAAC, terá de ser igual a si próprio. Já a Juve Force, perante os problemas que o Couvelha atravessa (os jogadores brasileiros deixaram o plantel), é favorito.
O Mamarrosa joga em Santo André e tem boas hipóteses de conquistar pontos e continuar a lutar pela melhor classificação dos últimos anos.
No Águas Boas – Aguinense, o fator casa poderá ser determinante, tal como no Luso – VN Monsarros, isto olhando para a intermitência de resultados dos seus opositores.
Ávido de pontos, o Paredes do Bairro, no regresso a casa, vai tentar surpreender o CRAC, o que não se adivinha fácil. O mesmo se aplica ao Ribeira/Azenha na receção ao Sosense, numa jornada em que o Antes folga.