Nada de novo na frente da classificação. O Sp. Espinho goleou o Milheiroense (8-0) e continua na liderança, com mais um ponto do Águeda, que venceu em casa o Famalicão. Tudo em aberto para as duas equipas nas duas jornadas que faltam para o final do campeonato.
O Oliveira do Bairro voltou a dar-se mal com os ares de Esmoriz. Perdeu, mas saiu do jogo com queixas da arbitragem. Face aos outros resultados acabou por descer para o sexto lugar.
Na luta pela manutenção, o Valonguense trouxe do terreno do Carregosense excelente ponto, embora os canarinhos ocupem posição de descida.
Sem nada a ganhar ou a perder, pois o seu destino há muito está traçado, o Calvão foi goleado em casa pelo Fiães (0-5).
2-No próximo sábado joga-se a penúltima jornada e que poderá ser determinante nas contas da subida. O Águeda tem duro teste no terreno do Fiães, atual terceiro classificado. Uma possível derrota e uma vitória do Espinho em Avanca, o título e a subida ficará entregue aos tigres da Costa Verde. Jogo de resultado imprevisível.
O Oliveira do Bairro recebe o S. João de Ver na disposição de regressar às vitórias e espreitar de novo o quarto lugar. Mas o jogo não será fácil para os Falcões.
Fácil também não vai ser a tarefa do Famalicão na receção ao Alba. Uma vitória dos pupilos de António Flávio praticamente lhe garante a manutenção.
De novo em casa, o Calvão vai tentar fazer o melhor possível, ou seja evitar mais uma derrota frente ao Valonguense, que precisa dos pontos para fugir à descida.

II DIVISÃO

SÉRIE B. 1-Numa jornada marcada pelos 28-0 que o Vista Alegre deu ao Válega, o Mourisquense, ao empatar em casa com o Oiã, viu o Beira-Mar aproximar-se da liderança. A diferença é de apenas um ponto e sábado as duas equipas defrontam-se no Mário Duarte, em Aveiro.
O Fermentelos não desperdiçou o fator casa e venceu o Valecambrense, assim como o Macinhatense, que derrotou o Macieira de Cambra.
2-Os holofotes estão todos centrados no Beira-Mar – Mourisquense. Quem vencer fica com o caminho livre para a subida. O Fermentelos poderá entrar nessas contas, sobretudo no playoff, já que joga em Vista Alegre, que ainda sonha com a subida.
O Macinhatense joga no reduto do Pinheirense. Jogo para empate.

SÉRIE C. 1-O Mealhada, 29 jogos depois, conheceu pela primeira vez a derrota, ao perder no Luso. Derrota que nada belisca a excelente época da equipa de Luís Simões.
O Anadia B, já com o playoff garantido, foi a Soza vencer por 4-0 a equipa local. O Águas Boas conservou o quarto lugar ao vencer em casa o Carqueijo (ficou arredado dessa posição), mas continua a ter à perna o Mamarrosa, que goleou fora o Paredes do Bairro.
Em casa, a LAAC goleou o Couvelha (7-0), a Juve Force empatou no vizinho Santo André.
Vários meses depois, o Ribeira/Azenha regressou às vitórias à custa do VN Monsarros.
Antes e Aguinense empataram.
2-O Águas Boas vai tentar contrariar o favoritismo do Mealhada. Já o Anadia B é favorito na receção ao CRAC, tal como o Mamarrosa diante do Ribeira/Azenha.
Se for igual a si própria, a Juve Force tem boas condições para levar de vencida o Luso.
O equilíbrio poderá dominar o Carqueijo – LAAC, embora os locais tudo farão para somar os três pontos e lutar pelo quinto lugar.
Com goleada atrás de goleada, o Couvelha recebe o vizinho Paredes do Bairro. O mau momento das duas equipas adivinha um jogo incaracterístico e de resultado imprevisível. Em casa, o Aguinense vai tentar regressar às vitórias frente ao Sosense, tendo como aliciante a hipótese de ultrapassar o seu adversário na classificação.
Só com uma vitória, o VN Monsarros, frente ao Antes, tudo fará para se despedir em casa com um triunfo.