Mesmo com as lacunas que tem no seu plantel, alguma vez havia de ser. E ao fim de 12 jornadas, o Mealhada lá conseguiu pontuar e logo frente ao líder do campeonato, o Esmoriz. Foi um jogo eletrizante com três golos para cada lado.
Em Bustelo, o Oliveira do Bairro voltou a conhecer a derrota depois de três vitórias consecutivas. Os bairradinos estiveram a perder, conseguiram o empate, mas no período de descontos, os locais chegaram ao triunfo.
2-Domingo, em casa, o Oliveira do Bairro tem mais um jogo complicado diante do Sp. Espinho, equipa que luta pelo regresso aos nacionais. O empate tem sido um dos resultados mais adquiridos (5) pelos espinhenses e, quem sabe, se no final regista mais um!
O Mealhada joga no terreno do Milheiroense, que também está em zona de descida. Os locais têm mais seis pontos, por isso este é um jogo de capital importância para os bairradinos. Não só para encurtar distâncias, como também sair da zona de perigo.

II DIVISÃO

SÉRIE C. 1-Nada de novo na linha da frente da classificação. Com o Vista Alegre na liderança, logo atrás surge o Fermentelos, que venceu fora o Pessegueirense.
Na perseguição aos homens da Pateira aparece o Mourisquense, que bateu em casa o vizinho Macinhatense. O Oiã, em casa, derrotou o Requeixo e mantém-se na luta pelos primeiros lugares. E caso vença neste feriado, o Beira-Vouga sobe ao terceiro lugar.
Em casa, o Águas Boas levou a melhor sobre o Rocas do Vouga e lá vai subindo na tabela.
Quem se atrasou foi o Valonguense, que não foi além de um empate em casa com o Estarreja B.
Depois de seis derrotas consecutivas, o Sosense, em casa, voltou a ganhar e logo com uma goleada, 5-1 à LAAC.
2-O Fermentelos fará a receção ao líder Vista Alegre. As duas equipas estão separadas por cinco pontos e a equipa de Fernando Silva tudo fará para encurtar distâncias e aproximar-se cada vez mais do primeiro lugar. Jogo para tripla.
Também em casa, o Mourisquense, frente ao Estarreja B, tem um osso duro de roer, pois o seu adversário está a fazer uma excelente campanha no ano de estreia.
O Oiã joga na casa do Macinhatense. Se não acusar o jogo de dois dias antes, é claramente favorito.
O Águas Boas tem boas possibilidades de trazer pontos do terreno do Beira-Vouga, que também pode acusar algum desgaste do jogo com o Oiã.
No dérbi aguedense, a LAAC, em casa, vai tentar redimir-se da goleada que trouxe de Soza. Resta saber se o Valonguense está pelos ajustes.
O Sosense joga em Rocas do Vouga na esperança de pontuar pela primeira vez fora de casa.

SÉRIE D. 1-Nesta série também não houve nada de anormal nos primeiros lugares da classificação. O Famalicão continua líder destacado com mais uma vitória sobre o Antes.
Logo atrás vem o Carqueijo, que ganhou em casa ao CRAC.
O Bustos passou com distinção na Azenha, tal como o Calvão, que goleou fora o Luso e a Juve Force, que venceu pelo mesmo resultado (4-1) o Paredes do Bairro.
Quem se atrasou foi o Santo André e a culpa foi do VN Monsarros, que em casa conquistou a primeira vitória na competição.
Em clara subida de forma, o Mamarrosa não teve problemas para vencer em casa o Aguinense.
2-O Famalicão joga em Vagos com o Santo André, que ainda não perdeu em casa. Não se perspetiva um jogo fácil para os famalicenses.
Em casa, o Carqueijo deverá ter outros argumentos para levar de vencida o Paredes do Bairro, tal como o Bustos na receção ao VN Monsarros.
O Calvão terá de ser igual a si próprio para alcançar o sucesso diante do Mamarrosa. Já a Juve Force, no reduto do Aguinense, deve aproveitar o mau momento dos guinatos.
Longe da melhor forma, CRAC e Ribeira/Azenha vão jogar pelo tempo perdido, isto é, somar pontos para juntar ao poucos que já alcançaram.
O Luso, em condições normais, deverá