solsil

A Solsil – Associação de Solidariedade Social do Silveiro comemorou, na última sexta-feira, no Espaço Inovação em Vila Verde, 25 anos de existência [o programa comemorativo iniciou-se nas instalações da Solsil]. Um quarto de século só possível, segundo o presidente da instituição, Carlos Rito, “devido ao muito trabalho e dedicação”.

No discurso de aniversário, o presidente da Solsil começou por dirigir as primeiras palavras de “profundo agradecimento” a todos os presentes, que “testemunham os 25 anos de solidariedade que a Solsil tem vindo a desempenhar junto de toda a comunidade, tanto do Silveiro como de todo o concelho de Oliveira do Bairro”. “Este momento só está a acontecer, porque, no passado, o povo do Silveiro decidiu tomar a iniciativa de criar esta instituição”, afirmou o presidente da Solsil, destacando que “tanto quanto me é dado saber por documentos existentes, como por informações das pessoas do Silveiro, não foi tarefa fácil”. “Mas o sentimento do bem fazer em prol do bem comum, fez com que o povo do Silveiro conseguisse fazer nascer esta instituição e a colocasse ao serviço de toda a comunidade, ultrapassando muitos obstáculos que foram sendo derrubados com muita dedicação e persistência”, acrescentou Carlos Rito, dizendo que “a compra do terreno, é prova disso mesmo, porque só foi possível graças à generosidade de alguns silveirenses que emprestaram gratuitamente – à data – vários milhares de contos e de vários peditórios em que também todo o povo do Silveiro contribuiu muito generosamente”. “Houve outros silveirenses que, ao longo de anos, contribuíram com o seu trabalho dedicado e gratuito nas obras da instituição. Por tudo isto, aqui, em nome da Solsil, quero agradecer publicamente a todos os silveirenses e amigos, sem exceção, que, monetariamente ou com trabalho, contribuíram para que a Solsil hoje exista”, reforçou.

Agradecimentos. Este responsável agradeceu ainda às entidades oficiais que têm apoiado a instituição, ao longo dos tempos, recordando que “hoje, com vários protocolos estabelecidos com a Segurança Social, a Solsil tem respostas sociais ao nível da infância, da juventude e da terceira idade”. “Sem esses apoios não era possível à Solsil desenvolver os trabalhos nas diferentes respostas sociais, pelo que agradecemos à Segurança Social representada aqui pelo seu diretor Manuel Ruivo”.
A terminar, o presidente da Solsil, Carlos Rito, referiu que “foram 25 anos de trabalho árduo e profícuo e que com toda a certeza esta é uma obra da dedicação da população, da persistência, da humildade e da perseverança de todos os corpos sociais da Solsil, que souberam gerir superiormente a instituição ao longo destes 25 anos de existência”.

Dedicação. O presidente do Centro Distrital de Segurança Social de Aveiro, Manuel Ruivo, começou por referir que os 25 anos só são possíveis, porque “a Solsil teve, ao longo destes anos, boas direções que se dedicaram de corpo e alma a este trabalho e contou também com bons colaboradores, bons funcionários e bons técnicos”, destacando a importância dos trabalhadores da casa. “Sem eles, sem a sua motivação e o trabalho exemplar não é possível fazer aquilo que tem sido feito pela Solsil”, afirmou Manuel Ruivo.
Manuel Ruivo destacou ainda o facto do concelho de Oliveira do Bairro “ter um nível de respostas elevado nestas áreas, o que , no seu entender, se deve “não só à Segurança Social, mas à capacidade das pessoas se organizarem nas instituições e também ao apoio da autarquia de Oliveira do Bairro, que tem sido notório”.

Empenho. O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Mário João Oliveira, destacou que, enquanto presidente de Câmara, acompanhou quase metade dos 25 anos da Solsil.
Mário João Oliveira destacou o trabalho e o empenho das sucessivas direções da Solsil, referindo que “de facto é verdade que a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, ao longo dos anos, tem apoiado as IPSS’s, mormente a Solsil, seja através de apoios correntes ou extraordinários”. “Devemos reconhecer o trabalho daqueles que se empenham, apoiá-lo com meios financeiros, meios humanos e parcerias”, acrescentou o edil, sublinhando que “é gratificante ver o povo do Silveiro aqui no Espaço Inovação”.
A terminar, o presidente da Junta de Freguesia de Oiã, Victor Oliveira, elogiou o trabalho da Solsil, defendendo que “tem feito um trabalho digno que devemos continuar a acompanhar”. “Quero dar os parabéns pelo quarto de século que a Solsil comemora”, afirmou o autarca de Oiã.