Fotografia: COF

Numa jornada em que o Sp. Espinho apanhou na liderança o Esmoriz, o Oliveira do Bairro voltou a desiludir. Em casa, os Falcões, que tiveram uma vantagem de dois golos, acabaram por empatar frente ao Milheiroense, adversário que está em zona de descida. Carmindo Dias continua sem ganhar no campeonato e a sua equipa não está a salvo (manutenção) do que possa acontecer mais à frente com as eventuais descidas das equipas aveirenses do Campeonato de Portugal.

Poucas hipóteses terá o Mealhada de evitar a descida de divisão, que, em Bustelo, sofreu a 19.ª derrota e apenas tem quatro pontos.

 

II DIVISÃO

 

SÉRIE C. 1-O Vista Alegre continua imparável e goleou em casa o Sosense. O Fermentelos manteve o segundo lugar, mas viu-se em palpos de aranha para levar de vencida em casa o Beira-Vouga. O Mourisquense continua a fazer-lhe companhia e também se viu grego para vencer em casa o Águas Boas, num jogo em que os canarinhos saíram com razões de queixa da arbitragem.

Num jogo de crucial importância na luta pela subida, o Oiã bateu o Estarreja B e subiu ao quarto lugar, mas tem a ameaça (2 pontos) do Valonguense, que venceu no reduto do Pessegueirense.

No dérbi aguedense, a LAAC foi ao terreno do Macinhatense ganhar, deixando cada vez mais último o seu adversário.

 

SÉRIE D. 1-O Famalicão goleou em casa o Mamarrosa e, face ao empate do Calvão em Bustos, subiu para 10 pontos a diferença para os calvonenses. A Juve Force não aproveitou, pois também não foi além de um nulo no terreno do VN Monsarros (não perde há três jogos), assim como o Carqueijo, que empatou em casa a três golos com o vizinho Luso. E como não há duas sem três, como atrás se disse, o Bustos perdeu excelente oportunidade para se aproximar dos quatro primeiros lugares.

O Paredes do Bairro foi vencer ao vizinho Ribeira/Azenha, num dérbi concelhio nem sempre bem jogado.

O Santo André, depois de oito derrotas seguidas, regressou às vitórias em casa diante do Antes.

O Aguinense respondeu bem à goleada caseira da jornada anterior e empatou a dois golos no terreno do CRAC.

 

TAÇA DO DISTRITO

 

1-Não foi nada meigo o sorteio da quarta eliminatória da Taça do Distrito de Aveiro para as equipas bairradinas, onde, das quatro ainda em prova, duas jogam entre si.

O Oliveira do Bairro joga no reduto do Bustelo, seu parceiro de luta no Campeonato Safina, que está confortável na tabela classificativa, no sétimo lugar e que em casa apenas perdeu uma vez. Os bairradinos já jogaram para o campeonato com a formação do concelho de Oliveira de Azeméis, na Quinta do Covo, com vitória por 2-1 para a equipa agora comandada por Miguel Oliveira. Foi a 27 de novembro último e, de lá para cá, muita coisa mudou nos dois clubes, a começar pela mudança de treinadores.

Não se perspetiva um jogo fácil para os Falcões que, se querem ter aspirações na segunda competição mais importante do futebol distrital aveirense, terão de ultrapassar este obstáculo. E terão de jogar melhor do que nos últimos jogos.

O Antes, da segunda divisão, fará a receção ao Mourisquense, do mesmo campeonato, mas da Série C. Os mealhadenses não estão bem classificados, ao contrário do seu antagonista, que reparte o segundo lugar com o Fermentelos. A equipa aguedense parte com algum favoritismo.

A Juve Force joga no terreno do primodivisionário Lusitânia de Lourosa, clube que tem aspirações à vitória final nesta competição. O bom campeonato da formação de Ponte de Vagos pode fazê-la acreditar numa surpresa. E a equipa de Martelinho não atravessa um bom momento no campeonato.

O jogo de cartaz desta eliminatória, que se joga este domingo, exceção ao Antes – Mourisquense, que se realiza este sábado, às 15h, é sem dúvida o Esmoriz – Sp. Espinho. As duas equipas repartem a liderança no Campeonato Safina e o jogo será um teste de fogo para ambas.