O Núcleo de Oliveira do Bairro da Liga dos Combatentes volta a organizar a Gala dos Combatentes por Portugal, marcada para o próximo dia 25 de novembro. O evento envolve várias associações culturais da região e inúmeras personalidades ligadas à música, com especial destaque para o conceituado tenor Carlos Guilherme. A receita deste espetáculo reverte a favor da Liga Solidária.
Quando passam 12 anos sobre a criação do Núcleo de Oliveira do Bairro, esta segunda edição da Gala dos Combatentes por Portugal, consubstanciada num espetáculo de qualidade que quer “dignificar e dar o brilho que os combatentes por Portugal merecem”, explica o presidente do Núcleo, Vítor Pinto.
Marcado para o Quartel das Artes, a partir das 20h30, o espetáculo abre com a exposição de estátuas vivas e figuras trajadas, antes do “Toque de Reunir” e do “Toque de Silêncio”, que remeterá os participantes para o fado de Coimbra, para diversas encenações cénicas e concertos musicais, onde se destaca o tenor Carlos Guilherme e a soprano Hélia Castro, participando grupos de fados e fadistas locais, bandas musicais, filarmónicas e orquestras, grupos etnográficos, de teatro, dança e corais.
Esta 2.ª Gala dos Combatentes por Portugal surge nos 12 anos do Núcleo de Oliveira do Bairro, que serão comemorados com um convívio entre os sócios, no próximo dia 28 de outubro (sábado), com um porco assado no espeto, depois de uma missa em sufrágio dos que já faleceram e da homenagem junto ao monumento do Ultramar. Será entregue também o “Diploma de Reconhecimento” a sócios diretores.