Em casa, diante do todo poderoso Beira-Mar, o Famalicão colecionou mais uma derrota, a sétima, e é a única equipa do Campeonato Safina que ainda não pontuou. Os beiramarenses até foram felizes na forma como obtiveram os golos, mas o que conta é o resultado final.
O Pampilhosa, que apostou forte para regressar aos nacionais, continua a desiludir, ao perder no reduto do Paivense, estando cada vez mais longe dos primeiros lugares. Está a 12 pontos do líder União de Lamas.
2-O próximo desafio do Pampilhosa é em Bustelo e, a exemplo de outros jogos, não o espera uma tarefa fácil. Tal como o Pampilhosa na receção ao União de Lamas, um jogo crucial para os ferroviários aferirem das suas capacidades para lutar por algo mais.
I DIVISÃO
1-O Oliveira do Bairro continua imparável. Mais uma vitória, a sexta em outros tantos jogos e a liderança destacada, com mais 7 pontos para o trio composto por São Vicente Pereira, ACRD Mosteirô e Milheiroense. A equipa de Tó Miguel venceu no reduto do Mosteirô FC.
O Oiã foi cilindrado no terreno do Mourisquense (7-3) e continua nos lugares de descida, tal como o Carqueijo, que perdeu em casa com o Valecambrense. Quem de lá saiu foi o Fermentelos que, em casa, alcançou excelente vitória sobre a ACRD Mosteirô, uma das candidatas à subida de divisão.
Ao perder na casa do Milheiroense, o Mealhada atrasou-se na classificação e na corrida pelos lugares cimeiros.
A realizar excelente campeonato está a Juve Force, que bateu em casa o Mansores, outro dos candidatos à subida. Um pouco ao lado, o Calvão foi surpreendido pela EF Rui Dolores. A mudança de treinador ainda não surtiu efeito.
2-O Calvão é o próximo opositor do Oliveira do Bairro. A jogar em casa e perante as fragilidades até agora evidenciadas pelos calvonenses, a vitória é quase uma certeza.
Também em casa, o Oiã tem francas possibilidades de somar a segunda vitória frente ao Mosteirô FC.
O Fermentelos joga na casa do Macieirense na perspetiva de sair de lá com pontos na bagagem.
Já o Mealhada tem deslocação de alto risco a São Vicente Pereira, sendo imperioso somar pontos.
A Juve Force tem tudo para discutir os pontos no terreno da EF Rui Dolores. Já o mesmo não se poderá dizer do Carqueijo em Mansores.
O Mourisquense não deverá ter tarefa fácil no reduto da ACRD Mosteirô, adversário que já não ganha há três jogos e não quer perder os lugares no topo da classificação.
II DIVISÃO
SÉRIE B. 1-Em casa, o Valonguense conquistou a primeira vitória sobre o Estarreja B, enquanto o Macinhatense trouxe um ponto de Válega.
2-O Rocas do Vouga, que ainda não pontuou, deverá ser presa fácil para o Valonguense.
Equilíbrio prevê-se no Macinhatense – Beira-Vouga.
SÉRIE C. 1-Bustos e Águas Boas continuam em grande e só com vitórias na liderança. O primeiro venceu no reduto do CRAC e ainda não sofreu golos, já os canarinhos derrotaram o vizinho Mamarrosa em Bustos, no período de descontos.
O Antes ascendeu ao terceiro lugar após a vitória fora com a Juve Force B e, logo atrás surge o Aguinense, que derrotou em casa o Paredes do Bairro.
Ribeira/Azenha e VN Monsarros não foram além do nulo, registando-se mais dois empates, com o Luso a dividir os pontos em casa com o Santo André e a LAAC com o Sosense.
2-O Bustos fará a receção ao Aguinense, que está a fazer um bom campeonato e terá de ser igual a si próprio, tal como o Águas Boas, em casa, com o Paredes do Bairro.
No Mamarrosa – LAAC prevê-se um jogo equilibrado. Em casa, o Antes é favorito diante do CRAC, tal como o Ribeira/Azenha frente à Juve Force B.
O Luso é bem capaz de complicar a vida difícil ao Sosense na casa deste, enquanto o Santo André, por jogar em casa, leva ligeira vantagem sobre o VN Monsarros.