E à 15.ª jornada do Campeonato Safina, fez-se luz. O Famalicão, que até então esteve sempre mergulhado nos lugares de descida, ganhou pela primeira vez fora de casa, no sempre difícil Esmoriz, e tirou a cabeça da areia, ou seja, saiu da zona de despromoção, muito embora nada esteja resolvido.
Em casa, o Pampilhosa esteve a vencer o Estarreja, mas, nos últimos minutos, os ferroviários descarrilaram e viram o seu adversário dar a volta ao resultado.
2-O Famalicão fará a receção ao Avanca e tará de dar continuidade ao que fez em Esmoriz, caso contrário de nada valeu a vitória.
Vida complicada terá o Pampilhosa na casa do segundo classificado, o São João de Ver.
I DIVISÃO
1-Com algumas dificuldades pelo meio, o Oliveira do Bairro venceu na casa da EF Rui Dolores e, face aos outros resultados (derrota da ACRD Mosteirô), aumentou a vantagem para oito pontos sobre o S. Vicente Pereira e 11 para o quarto classificado, o Fermentelos. A equipa está bem lançada para garantir a subida de divisão.
Em Ponte de Vagos, depois de estar a vencer por 2-0, o Fermentelos viu a Juve Force empatar, resultado que não serviu à equipa de Toninho, que assim perdeu excelente oportunidade para subir ao terceiro lugar.
Em Mansores, o Oiã deixou lá os três pontos, e o Mealhada dois, em casa, diante do Macieirense, visto que sofreu o empate nos minutos finais.
O Calvão continua a desiludir em casa ao sofrer nova derrota, desta vez frente ao Mourisquense.
Bem pior está o Carqueijo, que voltou a claudicar em casa diante do Cucujães, sendo a única equipa que ainda não ganhou.
2-O Oliveira do Bairro tem duro teste na casa do segundo da geral, o S. Vicente Pereira, que no seu reduto apenas cedeu um empate. Em caso de vitória, os Falcões dão um safanão na classificação. O contrário anima a concorrência.
Em casa, o Fermentelos é claramente favorito diante do Carqueijo. O mesmo se aplica ao Oiã frente à EF Rui Dolores, embora os bairradinos não possam facilitar e pensar que são favas contadas.
Em Paços de Brandão, o Mealhada não deverá ficar com os passos trocados e trazer pontos na bagagem.
Campeã dos empates (6), a Juve Force vai tentar não perder no reduto do Mourisquense.
Num jogo de aflitos, o Calvão tudo fará para trazer pontos do terreno do Mosteirô FC.
II DIVISÃO
SÉRIE B. 1-O Macinhatense, que já não perde há cinco jogos, venceu em casa o Rocas do Vouga. Já o Valonguense não foi além de um empate na casa do Pessegueirense e voltou a atrasar-se na luta pelos primeiros lugares.
Domingo há Valonguense – Macinhatense no fecho da primeira volta. Jogo para tripla.
SÉRIE C. 1-Nada de novo na frente. No dérbi, o Bustos não teve contemplações com o Mamarrosa e deu-lhe chapa seis, partilhando o primeiro lugar com o Antes, que venceu em casa o Sosense.
Na sua peugada está a LAAC, que ganhou em Paredes do Bairro, que estreou no banco Lampadinha, ex-treinador do Famalicão.
Em casa, o Águas Boas derrotou a Juve Force B, tal como o CRAC o VN Monsarros. O Luso ganhou no terreno do Aguinense, que averbou a oitava derrota consecutiva.
O Ribeira/Azenha foi derrotado em casa pelo Santo André.
2-O destaque vai para a LAAC – Bustos. A equipa de Aguada de Cima, que tem menos cinco pontos, luta pela subida e, caso queira encurtar distâncias, terá de ganhar, num jogo que poderá ser decidido nos pormenores. O Antes, fora, com o Mamarrosa, terá de ser igual a si próprio para não ser surpreendido.
No Santo André – Águas Boas, prevê-se um jogo equilibrado, tal como no Ribeira/Azenha – Sosense.
Atuando em casa, o Luso leva ligeira vantagem sobre o Paredes do Bairro, prevendo o mesmo na curta deslocação do CRAC à Juve Force B.
Longe do melhor, VN Monsarros e Aguinense vão lutar pelos pontos.