No Campeonato Safina, vida cada vez mais difícil para o Famalicão. Os bairradinos, em casa, foram goleados (4-0) pelo líder Lourosa e, face aos outros resultados, desceram para a última posição.
No reduto do Carregosense, o Pampilhosa trouxe um empate, resultado que lhe valeu ascender ao nono lugar da classificação.
2-O Famalicão terá pela frente mais um adversário de respeito, o Beira-Mar, na casa deste. Os aveirenses lutam pela subida e estão proibidos de perder mais pontos, tal como os bairradinos, mas por outros motivos.
Atuando em casa e frente a um adversário mal classificado, o Pampilhosa tem todas as condições para somar os três pontos.
 
I DIVISÃO
1-Numa jornada em que os três primeiros cederam pontos, o Oliveira do Bairro não foi além de um nulo na deslocação ao reduto do Mourisquense (foto do jogo), continuando, mesmo assim, tranquilo na liderança.
E vão nove jogos sem ganhar, cinco dos quais derrotas consecutivas. Tem sido este o desempenho do Fermentelos de Toninho, que perdeu em casa com o vizinho Oiã. Uma vitória que deixou mais tranquila a equipa de Carlos Maio.
No dérbi concelhio, o Mealhada foi ao Carqueijo vencer, isolando-se no oitavo lugar.
A Juve Force voltou a ditar leis em casa (ainda não perdeu) e levou a melhor sobre o Valecambrense.
Pior está o Calvão, que colecionou mais uma derrota em casa frente ao Mansores e tarda em sair dos lugares de descida de divisão.
2-O Oliveira do Bairro fará a receção ao Mosteirô FC e é claramente favorito face ao campeonato irregular do seu antagonista.
O Oiã recebe o Mourisquense, num jogo que promete. Os visitantes espreitam o terceiro lugar (estão a um ponto) e tudo farão para se manterem na luta. Os oianenses vão tentar anular esse desiderato.
O Fermentelos joga no reduto da ACRD Mosteirô, adversário que volta a ganhar embalagem depois da mudança de treinador na luta pela subida. Não será fácil pontuar.
Em casa, o Mealhada não deverá ter problemas de maior para vencer o Milheiroense.
A Juve Force tem um jogo complicado em Mansores. Se a equipa de Ponte de Vagos aspira aos lugares de subida, onde está o seu opositor, não pode perder.
O Calvão joga cartada decisiva no terreno da EF Rui Dolores, adversário que também não está tranquilo na classificação. Perder é mais um passo atrás, tal como o Carqueijo ao reduto do Valecambrense.
 
II DIVISÃO
SÉRIE B. 1-Com o Valonguense de folga, o Macinhatense, que não foi além de um empate em casa com o Pinheirense, permitiu que o Beira-Vouga seja o novo líder isolado.
O Valonguense joga no Requeixo e é bem capaz de trazer de lá os três pontos. O Macinhatense folga.
SÉRIE C. 1-Os dois primeiros, em casa, cumpriram a sua obrigação e ganharam. O Antes derrotou o Aguinense e o Bustos o Paredes do Bairro.
A LAAC foi ganhar a Águas Boas e reforçou o terceiro lugar, mantendo luta acesa com o Bustos pelo play-off de promoção.
Ao vencer a Juve Force B, o Santo André subiu ao quarto lugar e, quem se aproximou dessa posição foi o Luso, que venceu o Mamarrosa.
O Ribeira/Azenha foi goleado em casa pelo CRAC (6-1) e o VN Monsarros conquistou precioso ponto no terreno do Sosense.
2-O Antes terá de ser igual a si próprio caso não queira ser surpreendido em Paredes do Bairro.
Em casa, o Bustos recebe o Águas Boas, num dérbi onde tudo pode acontecer. Jogo para tripla.
A LAAC, no Luso, também não terá tarefa fácil, mas tudo fará para não perder o comboio da frente.
Em jogo de equipas mal posicionadas, no Aguinense – Azenha quem cometer menos erros poderá levar a melhor. Pela classificação, o Mamarrosa, em VN Monsarros, tem ligeira vantagem, tal como o Sosense com a Juve Force B.
No CRAC – Santo André, prevê-se um jogo equilibrado.