O segredo de justiça, os megaprocessos e o crime económico-financeiro foram alguns dos assuntos abordados pela Procuradora Geral da República (PGR), Joana Marques Vidal, durante a conferência promovida pelo Lions Clube de Mealhada, que decorreu, na noite de sábado, nos Três Pinheiros
Joana Marques Vidal foi a oradora convidada do Lions Clube de Mealhada para “inaugurar” o ciclo de conferências promovido pelo Clube. Joana Marques Vidal falou para uma plateia não só de Lions mas também de convidados, entre os quais se encontravam juízes, procuradores, advogados e antigos autarcas municipais. 
Numa conversa que teve como único “tabu” a sua recondução no cargo, Joana Marques Vidal respondeu às muitas questões colocadas e defendeu que “ainda há muita tolerância relativamente a comportamentos em relação aos quais não podemos ser tolerantes”, falando do crime económico-financeiro. Entre outras ideias, defendeu ainda que a justiça deve ser célere, mas essa celeridade nunca pode por em causa a investigação.

 

Ler mais na edição impressa ou digital