O Oliveira do Bairro sofreu a terceira derrota consecutiva, a segunda no campeonato, ao perder em casa diante do Avanca. Foi a terceira derrota no seu reduto frente a um adversário direto na luta pela manutenção.
Em grande ascensão está o Pampilhosa, que foi a casa do segundo classificado, o Bustelo, vencer, naquela que foi a quinta vitória consecutiva dos ferroviários, que ficaram a um ponto do seu adversário.
De mal a pior vai o Mourisquense. Depois do empate a dois golos e eliminado nas grandes penalidades para a Taça de Aveiro, os Pilatos voltaram a medir forças em casa com o Macieirense e foram derrotados por 3-0, mantendo o último lugar com o Vista Alegre.
2-O Oliveira do Bairro tem um osso duro de roer pela frente na casa do União de Lamas, um dos candidatos à subida. Os lamacenses apenas têm uma derrota, já empataram cinco vezes, os Falcões terão de apelar a todas as forças para pontuarem.
Em casa, o Pampilhosa não deverá ter dificuldades em desenvencilhar-se do Mansores. Já o Mourisquense não deverá ter vida fácil no terreno do Estarreja.
 
I DIVISÃO
1-O Mealhada conquistou um ponto precioso na casa de um dos candidatos, a Ovarense, mas face às vitórias do Cucujães, frente ao Oiã, que vendeu cara a derrota (3-2) e do triunfo do Argoncilhe, os mealhadenses deixaram os quatro primeiros lugares, que dão direito à subida.
O Fermentelos não conseguiu travar o líder São Vicente Pereira, acabando por perder nos descontos.
Depois de uma série de derrotas e com a mudança de treinador (saiu Anilton Silva entrou Filipe Sereno), o Famalicão, em casa, frente à ACRD Mosteirô, somou um ponto.
Quem não desperdiçou o fator casa foi o Antes ao derrotar o Valecambrense, enquanto a Juve Force perdeu em Paços de Brandão.
2-O Oiã fará a receção ao São Vicente Pereira. O percurso quase imaculado do líder faz antever um jogo complicado para os bairradinos. Um pouco ao lado, em Fermentelos, os locais jogam contra outro candidato, a Ovarense, em mais um prélio difícil para os Pimpões.
Menos complicado, à partida, será o Paços de Brandão para o Mealhada, pois joga em casa.
O Famalicão vai ao reduto do Valecambrense disposto a dar sequência à boa exibição no jogo anterior, e a Juve Force, em casa, é favorita diante do Gafanha B.
O Antes tem boas possibilidades de trazer pontos de Canedo.
 
II DIVISÃO
ZONA SUL. 1-CRAC e LAAC não dão tréguas. O líder venceu em casa o Santo André e a equipa de Aguada de Cima, também em casa, goleou o Aguinense por 6-0.
No dérbi dos derbies, o Bustos empatou com o Mamarrosa e, com um jogo a menos (joga esta quinta-feira, às 20h30, em casa com a LAAC), ficou a sete pontos dos lugares de subida. Terá de ganhar o jogo em atraso.
Em queda livre está o Águas Boas, que perdeu em casa com o Calvão e averbou a quarta derrota seguida.
O Paredes do Bairro, em casa, perdeu excelente oportunidade para se aproximar dos lugares cimeiros, ao empatar com o VN Monsarros.
O Ribeira/Azenha sofreu a nona derrota no reduto do Valonguense; o Carqueijo voltou a marcar passo no Bom Sucesso; Sosense e Juve Force B dividiram os pontos, tal como o Vaguense na receção ao Pessegueirense.
2-Promete o dérbi Calvão – CRAC. Os forasteiros estão com a corda toda e são favoritos, tal como a LAAC no terreno do Pessegueirense e o Bustos contra o Sosense.
O Mamarrosa tem todas as condições para pontuar em Santo André, aplicando-se o mesmo ao Paredes do Bairro na casa da Juve Force B.
O Águas Boas poderá regressar às vitórias no reduto do Aguinense e o Ribeira/Azenha, em casa, com o Bom Sucesso, tudo fará para alcançar a primeira vitória.
Por jogar em casa, o VN Monsarros tem tudo a seu favor para pontuar diante do Valonguense.
No Luso – Vaguense, o equilíbrio poderá ser a nota dominante, numa  jornada em que o Carqueijo folga.