Caiu o pano sobre a primeira volta do Campeonato SABSEG. O Oliveira do Bairro jogou na Vista Alegre, onde mora a única equipa sem vitórias, mas que tinha eliminado os Falcões para a Taça do Distrito. A história quase se repetia, contudo os bairradinos conseguiram empatar a um golo, numa exibição descolorida.
Em casa, o Pampilhosa levou a melhor sobre o Paivense e continua na perseguição ao segundo classificado, o Bustelo.
Num jogo crucial para a manutenção, o Mourisquense, que até foi para o intervalo a vencer (1-0), acabou derrotado no terreno de outro aflito, o Alvarenga.
2-O Oliveira do Bairro tem um teste duro em Bustelo. Os locais estão a realizar excelente campeonato, lutam para se aproximarem do líder Beira-Mar, e só um Falcão compenetrado é que poderá contrariar o favoritismo do segundo classificado.
O Pampilhosa mede forças em casa com o Mourisquense e, pelo percurso dos Pilatos, a vitória não deve fugir aos ferroviários.
 
I DIVISÃO
1-No fecho da primeira volta e com alguma surpresa, atendendo à classificação do Beira-Vouga (está na zona de descida), o Mealhada, em casa, não foi além de um empate, mas, face à derrota da Ovarense, isolou-se no segundo lugar.
O Fermentelos venceu em casa a Juve Force e ascendeu ao oitavo lugar. Já o Oiã, também em casa, empatou com o Mosteirô FC, penúltimo da classificação. O empate não foi positivo para os oianenses.
No dérbi bairradino, o Antes derrotou o Famalicão e ficou um pouco mais tranquilo na classificação.
2-O destaque vai para o Fermentelos – Mealhada. Os Pimpões estão a subir de forma, os visitantes lutam por outros objetivos, prevê-se um jogo equilibrado.
O Oiã faz a receção à Juve Force. Nesta altura todos os pontos são importantes e, para quem luta pela manutenção, valem ouro. Os oianenses não podem desperdiçar o fator casa.
O Famalicão recebe outro aflito, o Beira-Vouga. Se ainda quer sonhar com a manutenção, só tem um caminho, que é ganhar.
Em casa, o Antes não terá pela frente um adversário fácil. O Cucujães, que apostou na subida, está em quinto lugar e com tudo em aberto para entrar nos quatro primeiros. Empate em perspetiva.
 
II DIVISÃO
ZONA SUL. 1-Numa jornada marcada pelos empates (5), a LAAC foi a Parada de Cima ganhar ao CRAC. As duas equipas repartiam a liderança e a equipa de Aguada de Cima provou que é a melhor do campeonato.
Ao golear fora o Bom Sucesso, o Calvão manteve a terceira posição. Logo atrás vem o Mamarrosa, que, em casa, derrotou o Vaguense (4-2). A equipa de Luís Pinho continua a realizar um excelente campeonato.
Fruto da vitória em casa sobre o Luso, o Sosense subiu ao quinto lugar. O Bustos continua sem ganhar, ao empatar a um golo no terreno do Ribeira/Azenha.
O Paredes do Bairro voltou a mostrar alguma irregularidade em casa ao empatar com o Pessegueirense (1-1), o mesmo resultado alcançado pelo Aguinense no reduto do Valonguense. O VN Monsarros cedeu um empate em casa contra a Juve Force B e com razões de queixa da arbitragem. Também em casa, o Carqueijo empatou com o Santo André (1-1).
2-A LAAC recebe o Mamarrosa e não poderá descuidar-se, pois o seu opositor tem mostrado credenciais.
A reter também o Águas Boas – CRAC, saber qual vai ser a resposta dos visitantes depois de perderem a liderança. Jogo para tripla.
O Calvão é favorito na receção ao Carqueijo, e o Bustos, com maior ou menor dificuldade, pode procurar os pontos diante do VN Monsarros, mas nunca fiando.
O Paredes do Bairro tem todas as condições de trazer pontos do Luso; o Santo André, por jogar em casa, tem ligeiro favoritismo frente ao Ribeira/Azenha.
No dérbi concelhio, o empate pode prevalecer no Vaguense-Sosense e no Pessegueirense – Valonguense. O Bom Sucesso é capaz de roubar pontos na casa do Aguinense.