Numa altura em que não se sabe quantas equipas vão descer (podem ser cinco) no Campeonato SABSEG os pontos são fundamentais, mais ainda quando se cruzam equipas que lutam pelo mesmo objetivo. Foi o que aconteceu ao Oliveira do Bairro na receção ao Mourisquense, com os Falcões a garantir três preciosos pontos. A equipa oliveirense esteve a ganhar por quatro golos de diferença, na parte final permitiu a reação do adversário, insuficiente para evitar mais uma derrota.
Com esta vitória, o Oliveira do Bairro ascendeu ao sétimo lugar.
Em casa, o Pampilhosa, com um golo de Lima, derrotou o União de Lamas e subiu ao pódio (3.º lugar).
2-O Oliveira do Bairro tem um teste complicado no terreno do líder Beira-Mar. Só um super Falcão poderá roubar pontos aos aurinegros.
Em Esmoriz, o Pampilhosa também não irá encontrar facilidades, mas tem condições para pontuar.
Com a sua situação cada vez mais complicada, o Mourisquense fará a receção ao Paivense. A equipa vai lutar pelo melhor resultado.
 
I DIVISÃO
1-Os quatro primeiros começam a ficar com a vida mais desanuviada na subida de divisão. O Mealhada perdeu terreno ao sair derrotado do reduto do Arrifanense e ficou a 7 pontos do quarto classificado, o Canedo, que em casa goleou o Oiã (4-1).
O Fermentelos também encalhou na casa do Argoncilhe, naquela que foi a segunda derrota consecutiva.
Em casa, o Famalicão esteve muito perto de alcançar a terceira vitória, mas o Mosteirô FC, já no período de descontos, estragou os planos aos bairradinos ao empatar a três golos.
O Antes, em casa, evitou a derrota nos descontos frente à Juve Force.
2-O destaque vai para o dérbi Mealhada – Antes. Os locais estão melhor posicionados, mas isso é pouco relevante neste tipo de jogos. Resultado de difícil prognóstico.
O Oiã recebe o Argoncilhe, adversário que ainda acredita na subida, e que tudo fará para somar pontos. Tem a palavra a equipa de Carlos Maio.
Também em casa, o Fermentelos terá de ser igual a si próprio caso queira regressar às vitórias diante do Arrifanense.
Em jogo de aflitos, a Juve Force, em casa, tudo fará para derrotar o quase condenado Famalicão.
 
II DIVISÃO
ZONA SUL. 1-Não foi com goleadas, mas venceram. A LAAC derrotou (2-0) em casa o VN Monsarros, quebrando assim a série de seis vitórias consecutivas dos vilanovenses, mantendo-se firme na liderança. Logo atrás vem o CRAC, que venceu em casa o Carqueijo por 1-0. Com o empate do Bustos no Luso (2-2), os dois primeiros ganharam maior vantagem para o terceiro (11 pontos).
O Calvão não teve a mínima dificuldade para golear na casa do Aguinense (4-0), e o Bom Sucesso aplicou a primeira derrota em casa ao Mamarrosa.
Em casa, o Águas Boas regressou às vitórias diante do Ribeira/Azenha, sendo que, também em casa, o Vaguense levou a melhor sobre a Juve Force B.
Em subida de forma, o Valonguense venceu no terreno do Sosense e o Santo André trouxe um ponto do reduto do Pessegueirense (2-2).
2-Prevê-se jornada tranquila para os dois primeiros. A LAAC não deverá ter problemas na casa da Juve Force B. O mesmo se aplica ao CRAC na deslocação ao reduto do Azenha.
Em casa, o Bustos, com mais ou menores dificuldades, deverá vencer o Vaguense, sucedendo o mesmo ao Calvão na receção ao Pessegueirense.
Interessante será o duelo VN Monsarros – Águas Boas com os locais dispostos a regressar às vitórias interrompidas que foram em Aguada de Cima.
Depois de duas derrotas seguidas, o Mamarrosa tudo fará para regressar aos triunfos no Carqueijo. Resta saber se a equipa de Júlio Pereira estará pelos ajustes.
No Valonguense – Paredes do Bairro, prevê-se um jogo equilibrado e onde a divisão dos pontos é o cenário mais plausível.
Em casa, o Bom Sucesso irá tentar dar sequência à boa época que está a fazer e tentar somar os três pontos diante do Sosense.
No Santo André – Luso, a diferença poderá estar no fator casa, mas apostamos na divisão dos pontos.
O Aguinense folga.