A Câmara Municipal de Anadia aprovou, na sua última reunião de executivo, no passado dia 20 de março, a criação de mais seis Áreas de Reabilitação Urbana (ARU) para os aglomerados urbanos de Aguim, Ancas, Fogueira, Mogofores, Sangalhos e Vila Nova de Monsarros.
Depois da criação da ARU de Anadia, em 2016, circunscrita à área da cidade de Anadia, o executivo camarário decide alargar este instrumento legal a outros locais do concelho, promovendo a criação de mais seis ARU, cujo aglomerado urbano evidencia algumas características que justificam uma intervenção prioritária.
Edificado degradado
Através da delimitação de uma Área de Reabilitação Urbana pretende-se devolver ao aglomerado, atratividade e qualidade urbana e paisagística, a partir da qual se poderá estabelecer um quadro adequado, coerente e consistente de medidas de gestão e de incentivo à Reabilitação Urbana. 
Esta forma de intervenção, que não se limita à reabilitação das estruturas físicas componentes das áreas urbanas, compreende medidas de incentivo direto, através do processo que culmina na execução de obras, e indireto, por via da criação de um ambiente favorável ao investimento e à atividade económica.
O concelho de Anadia depara-se, atualmente, com um conjunto de áreas urbanas que apresenta diversas debilidades na sua dimensão física, patrimonial e humana, nomeadamente a degradação do património edificado, a inadequação das redes de infraestruturas, o desconforto dos espaços públicos e a deslocalização e encerramento de atividades económicas.
 
ler mais na edição impressa ou digital