A duas jornadas para o final do Campeonato SABSEG, o Pampilhosa descarrilou em Fiães e ficou a 7 pontos do segundo classificado, o Bustelo, na luta pela presença na Taça de Portugal. Ficou tudo mais difícil para os ferroviários, mas ainda nada está perdido, pois na próxima jornada há Bustelo-São João de Ver, segundo contra terceiro, e se o primeiro perder pontos!
Numa pálida exibição, o Oliveira do Bairro perdeu em casa com o condenado Alvarenga e perdeu também a oportunidade de ascender ao sétimo lugar.
Em casa, o Mourisquense evitou mais uma derrota nos últimos minutos diante do União de Lamas.
2-Mesmo já não estando muita coisa em jogo, o Pampilhosa-Oliveira do Bairro centra as atenções, num dérbi bairradino onde ninguém gosta de perder. Por jogar em casa e ainda sonhar com a Taça de Portugal, os ferroviários terão a maior responsabilidade de somar os três pontos.
Em mais um jogo para cumprir calendário, o Mourisquense joga em Esmoriz com o objetivo de tentar fazer o seu melhor e dignificar o emblema.
 
I DIVISÃO
1-Com os quatro primeiros a alcançarem a subida (São Vicente Pereira, Ovarense, Canedo e Cucujães), as contas estão apenas centradas nas descidas de divisão. Com as descidas de Gafanha e Cesarense do Campeonato de Portugal aos distritais, podem descer mais do que três equipas. Com Famalicão, Beira-Vouga e Mosteirô FC já despromovidos, podem faltar vagas.
Em casa, Antes e Juve Force alcançaram preciosas vitórias, frente a Arrifanense e Beira-Vouga, respetivamente, tal como o Gafanha B, que derrotou em casa o Fermentelos, adversário numa fase de menor fulgor.
O tranquilo Oiã trouxe um ponto de Paços de Brandão, e o Mealhada fez a mesma coisa no reduto do Mosteirô FC, que lhe valeu subir ao quinto lugar.
O Famalicão perdeu em casa com o Argoncilhe e ainda não foi desta que deixou a última posição.
2-Prevê-se uma jornada tranquila, apesar de alguns confrontos diretos na luta pela manutenção. O Mealhada recebe a Juve Force e não vai facilitar aos homens de Ponte de Vagos, assim como o Oiã na receção ao Gafanha B. E como será a última jornada em casa, ambos pretenderão despedir-se dos seus adeptos com uma vitória.
O Antes joga mais uma final em casa diante do despromovido Beira-Vouga. Só a vitória lhe interessa.
Em casa, o Fermentelos tem tudo para regressar às vitórias frente ao Mosteirô FC, opositor que já desceu.
Na casa do Arrifanense, o Famalicão vai tentar fazer o melhor.
 
II DIVISÃO
ZONA SUL. 1-A precisar apenas de um ponto, o CRAC goleou em casa o Vaguense por uma mão cheia de golos e faz companhia à LAAC na subida de divisão. Excelente época da equipa de Luís Santos, que desde a primeira hora apostou na subida e conseguiu.
Em Águas Boas, a LAAC não esteve com contemplações e goleou a equipa da casa, sucedendo o mesmo ao Bustos que, na deslocação ao Carqueijo, ganhou por 8-0.
O Paredes do Bairro também deu chapa oito (sofreu dois golos) na receção ao Aguinense, que ficou com a lanterna vermelha por troca com o Ribeira/Azenha, que regressou às vitórias em casa diante da Juve Force B.
O Calvão venceu no reduto do Valonguense, tal como o Santo André no Bom Sucesso.
Já Mamarrosa, diante do Luso, e Sosense frente ao Pessegueirense, não desperdiçaram o fator casa.
2-Os dois primeiros, LAAC-CRAC, jogam entre si, num jogo de tripla.
Em casa, o Calvão não deverá ter problemas diante do Bom Sucesso. O mesmo se aplica ao Bustos na receção ao Ribeira/Azenha.
Em Ponte de Vagos, o VN Monsarros é favorito diante da Juve Force B, e o Paredes do Bairro tem boas hipóteses de trazer pontos de Pessegueiro do Vouga.
O equilíbrio poderá tomar conta das partidas Vaguense-Mamarrosa e Luso-Sosense. Apostamos na divisão dos pontos.
Pela má campanha que está a realizar, o Aguinense não deve ter grandes aspirações aos pontos em casa frente ao Valonguense.
Por jogar em casa, o Santo André deverá levar a melhor sobre o Carqueijo.
O Águas Boas folga.