Depois do prometedor empate em Canedo, o Oliveira do Bairro, que ainda continua à procura de melhores soluções para o plantel, recebeu o Esmoriz e foi goleado, deixando a nu as debilidades que a equipa apresenta neste momento. Há que arrepiar caminho.
Depois de a meio da semana ter ganho em casa ao Bustelo, o Pampilhosa estreou-se a vencer fora, no reduto do Cesarense, adversário que desceu dos nacionais e que por certo pretende lá regressar. Tal como os ferroviários.
2-O Oliveira do Bairro tem deslocação curta ao terreno do Alba. Lá foi feliz na época passada, num jogo entre duas equipas que sofreram muitas alterações nos seus plantéis. É importante dar uma imagem diferente.
Em casa, o Pampilhosa, com maiores ou menores dificuldades, deverá levar de vencida o São Vicente Pereira.
 
I DIVISÃO
1-Na estreia do campeonato, a maior parte dos candidatos à subida disse presente e com algum estrondo nos resultados verificados.
Em casa, o Fermentelos goleou com uma mão cheia de golos a ACRD Mosteirô e mostrou argumentos que pode fazer coisas bonitas no campeonato, quiçá lutar pelos quatro primeiros lugares que dão acesso à subida.
Num jogo entre candidatos assumidos, a LAAC venceu fora o Alvarenga. A equipa de Aguada de Cima esteve a perder por 2-0, mas conseguiu dar a volta (4-3) ao resultado. Uma vitória que irá elevar ainda mais o moral das tropas comandadas por Mico.
Outro candidato, o Mourisquense, também cumpriu a sua obrigação, ao vencer em casa pela margem mínima o Arrifanense.
O Antes trouxe precioso ponto de Mansores, adversário com aspirações a regressar à elite do futebol aveirense.
O jogo CRAC – Calvão foi adiado para 29 de dezembro.
2-Pela proximidade, o Antes – Fermentelos centra as atenções. Um jogo que tem tudo para ser um bom espetáculo, acreditamos que terá golos e um vencedor que poderá ser decidido em pequenas nuances.
A LAAC, em casa, não deverá ter problemas de maior para vencer a EF Rui Dolores, enquanto o Mourisquense terá de ter algumas cautelas em Argoncilhe para não ser surpreendido.
O Calvão faz a estreia em casa com o Mansores. Apostamos na divisão dos pontos. Já o CRAC inicia a sua maratona numa nova realidade em São Roque. Os locais entraram bem no campeonato e pretenderão dar sequência à vitória em Paços de Brandão. Resta saber se a equipa de Luís Santos estará pelos ajustes, que pode acusar a estreia nesta divisão.
 
TAÇA DO DISTRITO
1-As equipas que vão competir no distrital da 2.ª Divisão começam a sua aventura oficial na nova época com a 1.ª eliminatória da Taça Distrito de Aveiro. Mas é bom dizer que nem todas têm estreia marcada para o próximo domingo, pois algumas estão já apuradas para a segunda ronda, por terem ficado isentas no sorteio.
Na Zona Sul os clubes contemplados foram o Águas Boas, Mamarrosa, Paredes do Bairro, Carqueijo, Sosense, Vaguense, Valonguense, Beira-Vouga e Rocas do Vouga.
Ainda sem os clubes dos dois principais campeonatos da AFA, a sul do distrito, o grande destaque vai para o confronto entre duas equipas vizinhas, com o remodelado Aguinense a fazer a receção ao Famalicão. Um jogo que promete e onde as mais-valias dos guinatos poderão fazer a diferença.
O Bustos joga na casa do Santiais e pela amostra inicial, a equipa de Nuno Lourenço é claramente favorita.
Em casa, o Ribeira/Azenha, que teve uma última época para esquecer, pretenderá entrar na nova com o pé direito. Para isso terá que se desenvencilhar do Santo André, adversário que ainda não está na sua máxima força.
O VN Monsarros viaja até Aradas para medir forças com o Bom Sucesso. Os vilanovenses estão apostados em fazer mais uma grande época e são bem capazes de começar a mostrar a sua qualidade.
Será que Mealhada e Juve Force vão esconder os seus trunfos na taça, visto que uma semana depois jogam de novo para o campeonato, desta vez em Parada de Cima? Acreditamos que não, pois estamos no início de época e os treinadores procuram os melhores automatismos para as suas equipas. Jogo equilibrado e com resultado imprevisível.