O Oliveira do Bairro iniciou a segunda volta do Campeonato SABSEG com o pé direito. Na receção ao Canedo, os Falcões regressaram às vitórias, mais de três meses depois. A primeira tinha acontecido a 5 de outubro, em Castelo de Paiva, e esta foi a primeira vitória frente aos seus adeptos. E pode somar mais três pontos, do jogo contra o União de Lamas, por eventual má inscrição de um jogador da equipa de Santa Maria de Lamas.
A equipa ainda está em zona de descida, mas esta vitória poderá trazer novo ânimo ao grupo de trabalho. E como o campeonato para no próximo fim de semana, servirá para o treinador Maná consolidar melhor as suas ideias.
De novo fora de casa, o Pampilhosa não foi além de um empate a um golo em Bustelo. Mesmo assim não perdeu a quarta posição, embora tenha ficado mais longe do primeiro lugar, com o São João de Ver mais confortável na liderança depois do empate da Ovarense em casa.
 
I DIVISÃO
1-O final da primeira volta foi nefasto para o Fermentelos. Na casa do aflito Argoncilhe, os Leões da Pateira sofreram a primeira derrota no campeonato, perdendo assim a invencibilidade, que durou 16 jornadas.
A equipa de Tó Miguel continua na liderança, agora com um ponto a mais do segundo classificado, o Vista Alegre, e a nove pontos do terceiro, o Paços de Brandão. Apesar da derrota, que um dia teria de acontecer, ninguém tira o mérito ao grupo de trabalho, que está a fazer uma época sensacional.
A LAAC sofreu a quarta derrota no terreno do Valecambrense e saiu fora da zona de subida, deixando o quarto lugar para o Alvarenga. A formação do concelho de Arouca foi vencer ao reduto do Mourisquense, com os Pilatos a ficarem mais longe dos lugares de decisão. Estão a sete pontos da quarta posição.
O Paços de Brandão manteve o terceiro posto depois da vitória suada na casa do Calvão por 3-2.
A precisar de pontos como de pão para a boca, o CRAC foi a Antes conquistar preciosa vitória e entregou a lanterna vermelha ao Calvão.
De referir que o CRAC afinal não perdeu com a ACRD Mosteirô na jornada anterior, empatou sim a três golos. As nossas desculpas ao clube de Parada de Cima.
O campeonato sofre uma paragem e regressa a 2 de fevereiro.
 
II DIVISÃO
ZONA SUL. 1-Os dois primeiros ganharam e reforçaram a sua posição. O Valonguense venceu no terreno do Sosense, enquanto a Juve Force bateu em casa o VN Monsarros por 2-1.
O Aguinense empatou em casa com o Mealhada e foi apanhado no terceiro lugar pelo Bustos, que voltou a ganhar, desta vez na casa do Paredes do Bairro.
Depois de cinco derrotas consecutivas, o Águas Boas regressou às vitórias em casa frente ao Bom Sucesso, na estreia no banco de Luís Pinho como treinador. E quem também ganhou, três jogos depois, foi o Mamarrosa, em casa, diante do Carqueijo, assim como o Ribeira/Azenha frente ao Famalicão.
O Vaguense foi ao reduto do vizinho Santo André somar três pontos.
2-Caso queira chegar aos dois primeiros lugares e pela subida, o Aguinense está obrigado a não perder na casa do líder Valonguense.
O Bustos, na receção ao Beira-Vouga, não deverá ter problemas de maior para vencer. O mesmo se aplica ao Mealhada, em casa, contra o Santo André.
No Famalicão – Águas Boas prevê-se um jogo equilibrado, enquanto no dérbi concelhio, o VN Monsarros deverá levar a melhor.
O Mamarrosa tem boas hipóteses de trazer pontos de Rocas do Vouga, prevendo o mesmo ao Paredes do Bairro na casa do Bom Sucesso.
O fator casa deverá dar a vitória ao Carqueijo frente ao Sosense.
O jogo Juve Force – Vaguense foi adiado para 29 de janeiro.
 
TAÇA DO DISTRITO
1-Domingo disputa-se a 4.ª eliminatória da Taça do Distrito de Aveiro. O Pampilhosa joga em Canedo e deve seguir em frente. O Calvão desloca-se a Estarreja para defrontar um adversário de escalão superior e a margem de sucesso é pequena.
A Juve Force recebe o Paivense, de outro escalão, mas o bom momento dos locais confere-lhes algum favoritismo.
O Mourisquense joga em Paços de Brandão e não terá tarefa fácil.